Oito cuidados que ajudam a economizar roupas

Fazer com que as peças durem mais envolve cuidados com a lavagem, modo de guardar e até de secar. Confira dicas para economizar roupas e aumentar o tempo de vida delas. 

Oito cuidados que ajudam a economizar roupas
Saiba como economizar roupas e fazê-las durarem mais

Tem roupa que a gente gosta tanto que até dói o coração pensar que um dia ela pode desbotar, rasgar ou manchar. Cuidar do vestuário, muito além da questão estética e até do carinho pela peça, também é uma questão de economia, já que faz valer o preço pago e incentiva o consumo consciente, fazendo que as roupas durem anos. Confira algumas dicas de como economizar roupas e manter elas em boas condições por mais tempo.

O que fazer para economizar roupas

Saber a forma correta de lavar e os produtos adequados para cada tecido são essenciais para economizar roupas. A forma de guardar no armário e de passar também contam muitos pontos na conservação.

1. Lave menos

Não existe nada mais desagradável do que estar perto de pessoas com cheiro de suor. Mas caso sua roupa usada não esteja suja de verdade e nem fedida você pode apenas refresca-la para usar novamente outro dia.

Lavar demais a roupa reduz o tempo de vida dela, e por isso virar a peça do avesso, pendurar em um cabide e deixar ventilar durante a noite dá conta do recado. Dá para colocar em um borrifador uma solução com vinagre branco e água e espirrar na peça para, então, coloca-la ao ar livre.


 

2. Não passe, pendure!

Pregadores de roupas podem marcar as peças e fazer com que as fibras do tecido cedam. Tirar as peças de tecido plano da máquina e pendurar no cabide evita esse atrito e também economiza o uso do ferro de passar roupa – outro fator que ajuda a economizar roupas.

Se a roupa for de malha ou tricô, colocar no cabide pode fazer com que estique. Deite as peças sobre as cordas do varal para que sequem na horizontal.

3. Se for passar, use o pano

Por mais experiente que se seja para passar roupas, o risco de queima-las sempre existe. Um segundo de distração ou até o tecido grudar de forma inesperada no ferro fazem com que a peça seja perdida. Um pano de prato ou de fralda de pano diminui o atrito entre roupa e ferro e garante que não fiquem marcas na peça.


 

4. Atenção às roupas delicadas

Nunca, jamais, em hipótese alguma coloque peças de seda, viscose, acetato e com pedrarias diretamente na máquina quando estiver em processo de centrifugação. O processo quebra as fibras e deixa marcas irreversíveis.

Quando se trata de peças delicadas o correto é lavar a mão, após deixar de molho em uma solução com água e sabão de coco e esfregar delicadamente. Mas se o tempo estiver escasso você pode colocar as peças dentro de uma fronha ou saco de plástico especial para lavagens.

5. Tudo que é demais prejudica

Mesmo que a roupa esteja mais suja que o normal, use apenas a quantidade recomendada de sabão e amaciante – ou até menos! O excesso de produtos pode deixar marcas esbranquiçadas e a falta de remoção do sabão pode amarelar e endurecer a peça.

Se a roupa estiver muito suja, o ideal é fazer uma pré-lavagem ao invés de colocar mais produtos na máquina. Se o problema forem as manchas coloque a quantidade de produtos recomendada com um pouco de tira-manchas.


 

6. Fuja da água quente

No desespero de tirar uma mancha é comum colocar a peça sob água quente, um erro que não só não ajudará na retirada da sujeira como ainda vai cozinha-la, manchando a roupa. Se a roupa for colorida ainda existe o risco das cores desbotarem.

Lave com água fria com o auxílio de um alvejante sem cloro e só depois use água quente para remover resíduos que sobrarem – sempre, é claro, com moderação para não estragar a peça.

7. Fixe as cores

Se a peça soltar tinta, uma dica das antigas que ajuda a economizar roupas é mergulha-la em água gelada com um pouco de sal durante uma hora. Dessa forma a cor é melhor fixada e evita que a peça se desbote rapidamente.

Outro ponto para ficar atento é o modo de secar. A exposição direta ao sol faz com que as cores percam o brilho e acelera o processo de envelhecimento do tecido. Secar as roupas coloridas na sombra evita esse desgaste.


 

8. Chega de amarelo

Produtos clorados são os responsáveis pelo amarelamento das peças, em especial quando utilizados com água quente. Em especial as roupas brancas são as mais prejudicadas por essas manchas desagradáveis.

Quando usar o produto clorado, neutralize-o com outro ácido. Uma dica é usar um copo de vinagre branco ou de maçã no último enxágue da máquina.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar