8 mitos sobre dores nas costas

Especialistas explicam os mitos e verdades em relação as dores nas costas que sentimos. Veja o que você pode fazer para evitar este problema.

8 mitos sobre dores nas costas
Confira o que dizem os especialistas sobre dores nas costas

Há muitos fatores e aspectos que podem influenciar o surgimento de dores nas costas e para identificá-los, o mais correto a se fazer é se buscar um médico. São inúmeros os mitos existentes em torno desse tipo de dor e com isso muitas as chances de se tomar atitudes para melhorar o incômodo sem mal emtender as consequências ruins para a saúde que isso pode gerar.

Mitos sobre dores nas costas

A fim de desmistificar os diversos mitos em relação as dores nas costas, selecionamos os 8 mais cometidos no dia a dia. Enganos que podem piorar a situação ao invés de ajudar.

1. Se mexer fará dores nas costas piorar

Muitas pessoas acreditam ainda que o repouso é o melhor remédio para dores nas costas, porém fisioterapeutas explicam que o movimento é essencial para recuperação. A medida que a movimentação lubrifica o local de lesão, a movimentação retomada o quanto antes faz com que a recuperação seja melhor e mais rápida.

2. Exercício físico causa dor nas costas

Ao contrário do que se pensa os exercícios físicos - especialmente com pesos - são benéficos para dor nas costas. Especialistas afirmam que não há comprovação de melhora ou piora na manutenção de exercícios com dor nas costas mas recomendam que ele seja aumentado gradativamente.

3. A dor deve ser tratada com cirurgia

Nem todo problema na coluna precisa ser tratado com cirurgia e ainda que seja necessário essa será a última das opções tomada por médicos. Antes disso são aplicados tratamentos como fisioterapia, melhora de postura e ergonomia, controle de peso, exercício físico ou ainda uso de medicamentos.

4. Se há dor há lesão

Especialistas afirmam que nem toda dor ou intensidade da dor reflete o nível ou tipo de lesão existente, na realidade é possível inclusive que haja dor sem haver lesão. Alguns fatores como passar por momentos de forte emoção, a saúde de forma geral, níveis de sono e de atividade física e até mesmo o bem estar psicológico podem influenciar na dor e em sua intensidade.

5. Dor nas costas tem a ver com envelhecimento

Ainda que na terceira idade seja comum o desgaste dos ossos que acarrete diversos problemas de dor e postura nos idosos isso não está diretamente ligado com a idade. Os hábitos adquiridos durante a vida e a prática de exercício físico podem diminuir ou evitar dores posteriormente.

6. Obesidade causa dores nas costas

Médicos especialistas afirmam que a obesidade causa enfraquecimento da coluna mas não é determinante para as dores. O sedentarismo é pior que a obesidade neste caso pois o indivíduo acumula gorduras e calorias sem gastar energia.

7. Dormir numa superfície dura alivia dor nas costas

Superfícies duras não apenas não ajudam na recuperação de dores nas costas como pode piorá-las. O ideal é dormir em um colchão com densidade adequada para o seu peso e a melhor posição é de lado com um travesseiro entre as pernas.

8. Um exame de imagem vai mostrar exatamente o porquê das dores

Alguns exames que são realizados com frequência em caso de dores, como o raio X por exemplo, podem indicar alguma lesão na região mas dificilmente indicarão a causa das dores ou ainda identificarão todos os tipos de dores. O exame de imagem pode ser útil mas é muito primário para realmente diagnosticar esse tipo de sintoma.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Tabata Franco Tabata Franco

Paulistana, formada em Comunicação e Multimeios e em Produção de Áudio e Vídeo. Transita por produções e projetos nas áreas de cinema/vídeo, fotografia, redação e artes em geral. Comunicativa, ama a palavra, se encanta pelas linguagens.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar