Cinco formas de ultrapassar a dificuldade de aprendizagem

É de pequeno que se torce o pepino. Saiba mais sobre a dificuldade de aprendizagem e como lidar com essa questão em casa.

Cinco formas de ultrapassar a dificuldade de aprendizagem
Aprenda a lidar com os problemas de aprendizagem

A dificuldade de aprendizagem é um problema que costuma ser percebido durante a infância, especialmente na fase de alfabetização. Toda criança precisa de um meio rico em estímulos para interagir e expressar a sua linguagem, raciocínio lógico, afetividade, criatividade, sociabilidade e coordenação motora, aspectos intrínsecos ao desenvolvimento cognitivo, também conhecido por inteligência.

Os problemas comuns à dificuldade de aprendizagem

É comum que os pais percebam a dificuldade de aprendizagem nos filhos logo no início do Ensino Fundamental. É nessa fase que as crianças começam a entrar em contato com o universo das letras e números e têm disciplinas separadas, além das avaliações. O comportamento da criança muda na hora de fazer a lição de casa, e aprender não é uma atividade prazerosa.

Comprometimento na interpretação de texto, disgrafia, dislexia, discalculia, dispersão acima do normal na sala de aula e na hora de fazer as atividades da escola são algumas das características que podem indicar dificuldade de aprendizagem, segundo a psicopedagoga Simone Maria de Azevedo.

APRENDA 
inglês e vá longe

comece agora

Existem três diferentes tipos de desencadeadores da dificuldade de aprendizagem: sintoma, inibição cognitiva e reativo. Nos dois primeiros casos, a dificuldade de aprendizagem está na estrutura familiar e na falta dos devidos estímulos durante as fases que antecedem a escola. No último caso, o problema pode residir na didática, no método de ensino ou na abordagem do professor. É importante ter esse diagnóstico para perceber qual é o tipo de tratamento adequado ao aluno. A seguir, você confere algumas dicas para superar essas questões:

1. Acompanhamento psicopedagógico

O acompanhamento dos pais e professores na solução da dificuldade de aprendizagem é fundamental, independentemente do tipo de problema detectado. Normalmente, é o professor que percebe essa característica no aluno e chama os pais para conversarem a respeito.

As melhores técnicas para estudar para vestibular sozinho

A partir daí, junto com os pais, os docentes têm a missão de intervir no universo do aluno para entender onde está esse bloqueio e usar métodos de ensino diferentes e estímulos para superá-lo, tanto no ambiente familiar quanto na escola. Quanto mais cedo o aluno começar a encarar essas questões, maior é a chance de sucesso.

2. Acompanhamento familiar

É importante que a família esteja presente no dia-a-dia do aluno e nos estímulos do ambiente. Uma boa estrutura familiar é o começo de um bom desempenho escolar. Por isso, evite envolver as crianças em discussões familiares e esforce-se para manter um ambiente saudável dentro de casa.

Crianças não devem se preocupar com questões pertinentes apenas aos adultos. Por isso, se for falar de dinheiro – ou a falta dele para manter o lar – certifique-se de que as crianças não estão por perto. Pode não parecer, mas mantê-las próximas a um ambiente cheio de preocupações torna-as preocupadas também, e a cabeça confusa afeta todo o aprendizado.

3. Entendendo o que acontece

Muitas vezes, a dificuldade de aprendizagem é originada por um conflito de gerações. As crianças já estão acostumadas com os dispositivos tecnológicos e veem que os adultos raramente escrevem à mão. Estar excessivamente exposta à tecnologia é uma faca de dois gumes, neste caso: se exposta em excesso, pode ser que a escola represente um método de ensino arcaico e a convivência escolar seja desestimulada.

Mesmo que a escola conte com tecnologia no dia-a-dia e disponibilize meios digitais de interação, quase sempre a criança vai precisar usar o lápis e gastar seu grafite até aprender a escrever, por exemplo. Por isso, deve estar sempre familiarizada com o analógico e a sua importância deve ser devidamente mostrada.

4. Lidando com o problema

É importante não lembrar ao aluno sobre a dificuldade de aprendizagem o tempo todo. No caso de atendimento às crianças, muitos dos problemas que apresentam são relativos aos problemas que enfrentam em casa ou na escola. À medida que o tratamento avança, a criança consegue superar os obstáculos. Relembrá-la o tempo todo de que ela tem dificuldade de aprendizagem só atrasa a solução do problema e não traz nada de produtivo ao universo infantil. O primeiro comportamento que tem que mudar é o dos pais. Caso contrário, não há milagre que mude a realidade da situação.

5. Disciplina

O reforço positivo é a recompensa pela realização de uma atividade e pode ser uma faca de dois gumes no processo de aprendizado. Evite oferecer recompensas sempre que o aluno completar uma atividade. Acima de tudo, aprender deve ser uma tarefa prazerosa do dia, e não um fardo. Ao invés de oferecer recompensas, procure dar exemplos do porquê o aluno deve aprender aquela matéria e de que servirá aquilo quando crescer. Ao invés de recompensas materiais, ofereça em troca um passeio no parquinho sempre após a conclusão das tarefas e estipule horas de estudo e disciplina.

Se estuda à tarde, a hora de fazer a lição de casa é ao chegar da escola. Mostre que primeiro o aluno deve fazer os deveres para depois brincar. Permitir que faça a lição aos poucos ou que divida parte durante a noite e outra parte na manhã seguinte atrapalha a memória, que é um dos processos cognitivos mais importantes para o aprendizado. E, além disso, deixa de lado a disciplina e a imposição de limites, fatores que interferem ainda mais na capacidade de realizar tarefas a longo prazo, na fase adulta.

Saiba como fazer uma faculdade de qualidade com baixas mensalidades!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar