Diferença de preços entre supermercados pode chegar a quase 170%

Por conta da grande diferença de preços do mesmo produto entre os mercados. Saiba como economizar com algumas dicas na hora de ir ao supermercado.

Diferença de preços entre supermercados pode chegar a quase 170%
Veja como é possível economizar na hora de fazer compras

De acordo com matéria publicada no jornal O Estado de São Paulo, a diferença de preços entre supermercados pode chegar a quase 170% comparando em todos os estados do país. Um exemplo disso foi o queijo Minas Frescal Tirolez de 250 g, que foi encontrado nos supermercados em São Paulo por preços entre R$ 10,40 e R$ 27,99; já o filé de pescada Costa Sul de 300 g, pode custar entre R$ 5,36 e R$ 12,80. Por isso, daremos dicas de como economizar mais nos supermercados.

Saiba como o consumidor consegue economizar no supermercado

Depois da elevada diferença de preço de um mercado para o outro, veja dicas de como economizar na hora das compras para a casa:

Vale a pena pesquisar

Faça uma pesquisa de preços antes de decidir em qual lugar vai fazer as compras. Pense também na possibilidade de comprar em atacadões, que prestam um serviço mais simples, mas tendem a oferecer preços menores para o consumidor.

Defina seu limite

Estipule um valor máximo para pagar as compra. Sempre priorize as necessidades presentes e não compre por que está em promoção. Quando chegar ao limite estipulado, pare de comprar.

Faça uma lista de compras

Escreva uma lista do que você realmente necessita e seja disciplinado. Planejamento evita desperdícios. Algumas pessoas compram itens por impulso ou em quantidade maior do que o necessário.

Prefira comprar na segunda quinzena do mês

Os supermercados sabem que a maioria dos consumidores compra no início do mês e assim elevam os preços. Na segunda quinzena existe uma queda no número de vendas, e os mercados fazem promoções.

Cuidado com os truques de marketing

Até a posição dos itens ficam posicionados para o cliente gastar mais, como por exemplo, chocolates e doces que costumam ser colocados ao alcance das crianças. O ideal é estar atento a esse tipo de truque.

Leve uma calculadora

Levar a calculadora e conferir os preços com cuidado ajuda a economizar no mercado. Além do preço, considere também a quantidade de produtos, em alguns momentos pode ser mais vantajoso comprar mais.

Preços menores?

Cuidado com os preços denominados quebrados, normalmente terminados em 9. Esses preços tentam confundir o consumidor e dão uma falsa impressão de que são baixos.

Cuidado com a compra casada

Alguns supermercados colocam produtos lado a lado que se complementam para estimular a compra. Mas antes de comprar, o consumidor deve ver se realmente compensa levar os dois.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Elisabete Machado Elisabete Machado

Brasileira, natural de São Paulo, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-graduada em Fundamentos da Cultura e das Artes pela Universidade Estadual Paulista. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar