Dieta seca barriga: é possível emagrecer até 5 kg em duas semanas

A dieta seca barriga une diversas técnicas já conhecidas para a perda de medidas, sem a necessidade de passar fome ou prejudicar a saúde com o déficit de nutrientes.

Dieta seca barriga: é possível emagrecer até 5 kg em duas semanas
Emagrecer sem passar fome é possível com a dieta seca barriga

Diversos são os métodos que prometem uma barriga lisinha, mas a dieta seca barriga une várias técnicas já conhecidas, que auxiliam numa queima de gorduras e perda de medidas por completo, sem a necessidade de passar fome ou prejudicar a saúde com o déficit de nutrientes. Basicamente com os propósitos de acelerar o metabolismo com certos tipos de alimentos, saciar e limitar o consumo dos carboidratos, a dieta seca barriga revela seus primeiros resultados rapidamente e, com a inserção da dieta em uma rotina, manter os resultados será tarefa fácil. 

Como funciona a dieta seca barriga

Seguindo as dicas a seguir e realizando um consumo de 1.500 a 2.000 calorias ao dia, a perda de peso será evidente e, daí em diante, é necessário apenas mantê-la até o resultado desejado.

Esteja saciado

dietasecabarriga


Manter-se saciado é a chave para não ingerir mais do que precisa. Seguindo o mesmo propósito de não ir ao mercado quando está com fome, ingerir pequenas quantidades de fibras ou gorduras boas, como o abacate ou castanhas, por exemplo, ao longo do dia podem auxiliar na perda de peso. De uma maneira geral, o consumo de frutas é dica fundamental para uma dieta seca barriga. Devido à alta presença de fibras, elas ajudam no bom funcionamento do intestino, além de saciar e diminuir a absorção de gordura pelo organismo. 

Alimentos que provocam saciedade: Opte por alimentos que, além de saciar, sejam ricos em fibras solúveis como o maracujá, a maçã, ameixa, berinjela e sementes como a chia e a linhaça. Outros exemplos de fibras estão presentes no aipo, brócolis, repolho e salsinha. Combinar alimentos com aveia é outra dica valiosa. O farelo de aveia absorve mais de 20 vezes o seu volume de água e, logo que ele atinge o estômago, incha e ocupa o suficiente para criar espaço, dar saciedade e incentivar a perda calórica.

Acelere o Metabolismo

dietasecabarriga


Outro truque muito utilizado em uma dieta seca barriga é investir em alimentos que acelerem o metabolismo. Substituir o óleo convencional pelo óleo de coco em suas refeições, além das vantagens evidentes, o óleo de coco é um forte aliado do metabolismo acelerado. Temperar seus alimentos com pimentas, mostardas e páprica (naturais, ok? Nada de produto industrializado) também é um truque interessante pois estes ingredientes elevam a temperatura corporal, disparando o metabolismo em cerca de 8% nas horas seguintes a seu consumo. 

Com a dica do óleo de coco e dos temperos, vamos ao intermediário destes dois aliados: a proteína magra. Com a tendência de ser um pouco mais calórica, a proteína magra tem suas calorias consumidas em cerca de um terço durante a digestão. Diante do maior gasto de energia para digeri-las, o metabolismo também é aumentado. Alimentos com função termogênica: pimentas, canela, chás verde e de hibisco, gengibre, alimentos com ômega 3 como peixes e oleaginosas e sim, água gelada. 

Reduza o Carboidrato

dietasecabarriga


Inimigo declarado de qualquer dieta, o carboidrato deve ser consumido com muita, mas muita cautela. O carboidrato simples, como são chamados os pães, cereais, arroz branco, macarrão e refrigerantes por exemplo, são alimentos com o mínimo de valor nutricional. Ricos em quantidade de açúcar refinado, estes alimentos não precisam de muito tempo para ser digerido pelo organismo e, por isso, são rapidamente absorvidos, produzindo mais cedo uma sensação de fome.

Lembre-se que o excesso de carboidrato no organismo é transformado em gordura. Portanto, evite a ingestão de carboidratos de alto índice glicêmico (os simples), principalmente à noite. Este ingrediente é fonte de energia, então, se você está prestes a ir dormir – ou seja, não vai gastar energia – ele ficará “estocado” no organismo. O sinal é verde para os chamados carboidratos complexos como os cereais integrais, lentilhas, grão de bico, batata doce, cenoura e amendoim. Estes alimentos tem uma digestão mais lenta, provocando a sensação de saciedade por mais tempo e, por serem menos doces, contribuem para o sucesso da dieta.

FIQUE EM BOA FORMA
Precisa de uma forcinha para manter a saúde do corpo e a forma física? Veja as dicas do E-konomista.

Facilite a Digestão

Para conquistar uma barriga chapada, evitar os efeitos de inchaço e gases são fundamentais. Como solução, opte por alimentos de fácil digestão e livres de gases como por exemplo frutas, verduras e grãos integrais. Aliar o consumo de fibras à ingestão regular de água é regra para que o intestino funcione corretamente. Alguns alimentos que podem causar inchaço são: bebidas gaseificadas, frituras, pão, queijo, embutidos, enlatado de carne vermelha e certas leguminosas, como feijão.

Beba Água

Não existe dieta que funcione sem o consumo de água. Em média, um indivíduo deve ingerir cerca de 2 litros de água por dia. Quantidade que pode ser aumentada ou reduzida diante das necessidades diárias, como a prática de exercícios, por exemplo. Para os que não tem o costuma de ingerir tanta quantidade de água, acostumar o organismo com chás (verde, menta e hibisco, por exemplo) é um bom começo. Aproveite e veja quais são os 8 chás que você deve beber com cautela

Além da ingestão livre de água, diminuir o consumo de alimentos que causem retenção de líquidos é outro ponto importante. Se está em busca de um abdômen chapado, diminuir o sódio de sua alimentação deve auxiliar na redução do inchaço total do corpo. A substância está presente em alimentos como embutidos, sal em excesso e alimentos processados. Lembrando que os alimentos industrializados contam ainda com um agravante: os conservantes e corantes. Estes, criam um processo inflamatório no organismo e, com a célula inflamada, a perda de gordura pode ser afetada pelo seu mau funcionamento. Confira as dicas do E-konomista para definir o abdômen rápido.

Exercite-se

dietasecabarriga


Por último e de modo algum menos importante estão os exercícios físicos. Assim como a água, eles são indispensáveis para o sucesso da dieta. Para os que não estão familiarizados com atividades físicas, iniciar a dieta aliada com caminhadas diárias pode ser uma combinação perfeita. Assim, conforme a adaptação do seu corpo com a nova rotina, será possível traçar novas metas em distâncias ou intensidade. 

Por regra, para uma dieta seca barriga eficaz, os exercícios de alta intensidade, que exerçam um trabalho cardiovascular eficiente são os mais recomendados. Corridas, danças, lutas e treinos funcionais costumam ter a melhor resposta. Portanto, escolha a atividade que mais tem a ver com você e alie a nova rotina alimentar à uma atividade que lhe dê prazer.

Obs.: Este conteúdo tem caráter informativo e não substitui a ajuda médica. Para mais informações procure um profissional.

Fique em forma com saúde. Quer saber como?


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar