5 dicas para trabalhar em casa na sua área

As melhores dicas para trabalhar em casa e não perder mais tempo no trajeto para o trabalho todo santo dia.

5 dicas para trabalhar em casa na sua área
Porque ninguém merece perder tempo nos transportes

Principalmente nas grandes cidades, a perda de tempo no deslocamento de ida e volta do trabalho desmotiva e tira parte do tempo que poderia ser passado mais perto da família, dos amigos e até estudando. Dá vontade de chutar o balde, jogar a toalha... Antes disso, dê uma olhada nas dicas para trabalhar em casa que preparamos e livre-se desse caos assim que possível.

Teletrabalho, o tal home office, vale mesmo a pena?

Dicas para trabalhar em casa: qual é a sua praia?

Antes de ver as dicas para trabalhar em casa abaixo, você deve saber qual é a sua profissão. Recursos humanos, por exemplo, é uma área que infelizmente tem que fazer parte do dia-a-dia de uma empresa, no escritório. Assim como o financeiro, pois os computadores das empresas têm dados que não podem circular para fora do servidor interno. O mesmo acontece com funcionários de infraestrutura e TI, que também têm que estar lá para corrigir eventuais panes ou usar sistemas liberados apenas para aquele servidor.

Mas não precisa arrancar os cabelos e achar que a vida é injusta se você se encaixa em uma dessas áreas. Mesmo quem não pode fazer home office pela empresa ainda tem a saída de trabalhar por conta própria. Confira abaixo algumas dicas para trabalhar em casa e comece a fazer por isso desde já.

1. Inscreva-se num site de freelas

Se você ainda não tem um emprego fixo ou se quer uma boa dica para trabalhar em casa, um bom começo é procurar sites de freelance. Confira a lista de sites de freelance abaixo por categoria e veja se algum deles se encaixa na sua área. Boa sorte!

Pro Lancer: trabalhos em casa e em diversas profissões. Arquitetos podem receber propostas de clientes pessoa física para projetos residenciais; diretores de arte e designers encontram briefings para criação de comunicação visual; programadores encontram trabalhos com facilidade. São diversas opções.

Trampos.co: profissionais das áreas de comunicação e TI podem navegar pela aba freelancer do site e encontrar algumas oportunidades de trabalho freela. Mas cuidado: às vezes os contratos exigem um CNPJ ou alocação no endereço da empresa.

Outros sites:

2. Abra uma franquia home based

Abrir uma franquia com escritório em casa é uma opção que promete um retorno rápido sobre o investimento, que já é baixo, e a possibilidade de trabalhar em diversas áreas contando com o apoio e o nome da franquia para atingir os seus resultados. O site da Associação Brasileira de Franchising  mostra algumas franquias em que dá para investir até R$ 25 mil e trabalhar em casa.

ENCONTRE A OPORTUNIDADE
QUE VOCÊ
PRECISA

3. Procure vagas em empresas que estimulam o home office

Se está começando a carreira e conciliar o trabalho com a faculdade seria fácil se os transportes não estivessem no meio dessa equação, pondere procurar vagas em empresas que aceitam o trabalho home based. É mais fácil conseguir essas oportunidades no início, quando se é estagiário do que encontrá-las em aberto, pois geralmente são preenchidas por indicação ou processos internos. Algumas empresas que permitem o trabalho em casa são: Microsoft, Procter & Gamble, Ticket, 3M, Philips, LocaWeb, AES Brasil, Avaya e Softtek.

4. Monte um e-commerce

Sem gastar muito, você pode abrir um e-commerce não necessariamente na área em que trabalha, mas com um produtos que você saiba escolher e que deem um bom retorno na venda. Criar um e-commerce é burocrático, pois agora é exigido um CNPJ só para registrar o domínio, que não pode ser MEI. É preciso abrir como microempresa e ter um contador pago mensalmente para cuidar das receitas e impostos a pagar. Feito isso, é só encontrar um host para a página e um domínio disponível, pagando cerca de R$ 64 por ano e um servidor para o site, com modelo de e-commerce já pronto. Alguns modelos de e-commerce prontos não passam de R$ 33 por mês.

5. Chame o seu chefe para ter “aquela conversa”

Se ir e voltar do trabalho está te desgastando demais e você acredita que o deslocamento não justifica, por não precisar ter contato diário com a empresa, converse com o seu chefe a respeito de uma posição em home office. Argumente que a empresa economiza mantendo funcionários em casa e a produtividade aumenta, além do nível de satisfação com o trabalho. Se ninguém precisa te ligar na empresa, você passa muito tempo em reuniões ou o seu trabalho não depende das relações com os colegas, é hora de pensar em pedir uma mudança de local de trabalho para o conforto do lar.

Baixe o aplicativo para ver as vagas de emprego do dia no seu smartphone


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar