10 dicas de comportamento nas redes sociais para encontrar emprego

Os recrutadores estão cada vez mais de olho no comportamento dos candidatos nas redes sociais. Saiba o que você deve fazer para encontrar o trabalho ideal.

10 dicas de comportamento nas redes sociais para encontrar emprego
Saiba o que pode te favorecer ou prejudicar nas redes sociais

encontre o seu próximo emprego aquiconsulte já
Cada dia mais os processos seletivos de candidatos à vagas de emprego passam pela consulta das redes sociais. Assim, o perfil virtual pode influenciar positivamente ou negativamente o candidato dentro do processo seletivo. Pesquisa realizada pela Robert Half, empresa de recrutamento especializado, revelou que segundo 44% dos recrutadores brasileiros consideram que aspectos negativos nas redes sociais seriam suficientes para desclassificar um candidato no processo de seleção. Pensando nisso, o E-konomista fez uma lista com dicas de comportamento nas redes sociais para você se dar bem na busca por um emprego.


O que não fazer nas redes sociais

Existem algumas condutas que devem ser evitadas nas redes sociais para quem está concorrendo a uma vaga de emprego. Não queremos dizer que são comportamentos proibidos, você tem a liberdade de se expressar como quiser na rede, as dicas alertam sobre as condutas que são vistas pelos recrutadores de empregos.


1. Não fale mal de pessoas ou empresas

Esse é um dos pontos mais procurados pelos recrutadores: se você fala mal das empresas que trabalhou anteriormente. A má publicidade nas redes sociais se espalha rapidamente e qualquer empresa quer evitar que seus funcionários ou ex-funcionários a difamem virtualmente. Falar mal do ex-chefe, de colegas de trabalho e até pessoas não relacionadas a seu emprego é visto com maus olhos, então a melhor saída e resistir à tentação e não postar esse tipo de comentário nas redes.


2. Cuidado com a ortografia e a gramática

Aquela história de que na internet pode-se escrever errado é mentira. Utilizar linguagem informal e abreviações típicas da intenet faz parte da interação virtual, mas escrever palavras com erros ortográficos e frases com erro de gramática podem “queimar o seu filme” na hora de concorrer a uma vaga de emprego.


3. Evite com opiniões radicais

Opiniões radicais principalmente aquelas que exponham algum tipo de preconceito, xingamentos e declarações desnecessárias com certeza pegam muito mal. Defender temas como: campanhas a favor do aborto, a favor da queda da maioridade penal, a favor da pena de morte, a favor da liberação das drogas, etc, podem ser complicadores na sua busca por uma vaga de emprego. Fuja das polêmicas, por mais que você goste de fazer parte delas, elas podem fazer mal à sua imagem.


4. Cuidado com as fotos

Fotos de família, viagem, passeio com amigos e conjuges não irão te prejudicar. É bom tomar cuidado com fotos sensuais, agressivas ou que revelem abuso de álcool ou alguma conduta que a empresa pode julgar inapropriada para seus funcionários.


5. Cuidado com a mentira

Muita gente coloca informações falsas em seus currículos e deixa transparecer a mentira nas redes sociais. Cuidado, além de não ser recomendado mentir nos currículos, entrar em contradição pode ser ainda pior para sua imagem.


6. Fique atento aos seus comentários e páginas que curte

Tudo que fazemos nas redes pode ser julgado por um recrutador. Se possui ligação com temas que são preconceituosos, racistas ou que falem mal de trabalho, é melhor se desligar, pois pode ser um fator decisivo para um desempate no processo seletivo. Os comentários nas fotos dos amigos também são analisados. Tente não ser uma pessoa negativa nas redes, não divulgue imagens e comentários de ódio, evitar isso pode contar pontos a seu favor.


O que fazer nas redes sociais

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
O E-Konomista não brinca em serviço, e vai te ajudar a encontrar a oportunidade certa. Faça o cadastro gratuitamente e receba vagas no Brasil e no exterior.

Por outro lado, a rede social pode ser uma aliada e funcionar a seu favor no processo seletivo. Selecionamos atitudes que agradam os recrutadores de candidatos à vagas, que trazem uma boa imagem e podem ser decisivas na hora da contratação.


1. Preserve-se

Postar tudo o que se faz a todo momento nas redes sociais não pega bem. Por outro lado, fotos postadas esporadicamente com a família, em viagens, com os amigos, fotos que mostrem hábitos saudáveis e mensagens positivas são sempre sempre bem vistas.


2. Tenha um perfil profissional

Se você está procurando um emprego é muito indicado que tenha um perfil em redes sociais profissionais, como o LinkedIn. Lá os recrutadores encontraram as informações relevantes sobre a sua vida profissional e não terão que vasculhar sua vida pessoal em redes como Facebook e Twitter a procura de informações sobre você. E muito importante: nas redes profissionais, mantenha-se profissional. Não publique sobre sua vida pessoal, mantenha um tom formal. Publique informações que te agrade e não prejudique a sua imagem.


3. Seja pró-ativo

Procure divulgar o que você é, de forma positiva. Gosta de vinhos? Publique sites que vendem online. Gosta de viajar? Publique fotos de viagens e sites com dicas. Gostou de uma notícia vinda de um jornal online? Compartilhe com seus amigos. Seja um compartilhador de assuntos proveitosos e positivos. Será bom para seus amigos e também um pontinho a favor na sua busca de empregos.


4. Só adicione seus superiores quando requisitado

Algumas pessoas desejam manter o relacionamento estritamente profissional. Adicionar os colegas na rede sociallogo na primeira semana de trabalho pode soar como “forçar a amizade”. A postura mais adequada é aguardar o convite do superior. Caso seja adicionado, o conselho é que o profissional aceite a solicitação.

Não deixe de se cadastrar no E-konomista e receba gratuitamente vagas, oportunidades e dicas sobre emprego! 
 
Estudar inglês vai dar um up na sua carreira. Aprenda rápido!
   

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar