Asiáticos quase não usam desodorantes

Entenda o fenômeno porque é quase impossível encontrar (e usar) desodorantes na Ásia.

Asiáticos quase não usam desodorantes
Grande parte da etnia não sofre com odores da transpiração

Pesquisas e estudos realizados sobre hábitos de consumo asiático, especialmente na China, concluíram que desodorantes são muito pouco utilizados no país e quem viaja para lá tem grandes chances dr simplesmente não encontrar o produto a venda.

Brasileiros que vivem ou visitam com frequência a Ásia afirmam que isso realmente acontece e que, na verdade, utilizam desodorantes por hábito pois na realidade nunca sentiram necessidade. As pesquisas concluem que a adesão do produto é realmente baixa em Pequim (e isso se repete em todo país) pois usar desodorantes nunca foi uma necessidade básica por lá, portanto são poucos os que o consomem regularmente.

Por que asiáticos não usam desodorantes?

Estudos avançados sobre a genética asiática chegaram à conclusão de que eles não exalam odores ao transpirar, o que torna "desnecessário" o uso de desodorantes.

Algumas etnias possuem uma diferenciação na proteína ABCC11 nas axilas e isso faz com que as bactérias que produzem o mau cheiro não sejam atraídas e, portanto, não se reproduzam. O pesquisador da Universidade de Ghent, na Bélgica, Chris Callewaert, afirma a BBC Brasil que "Quando as pessoas são AA homozigotas, elas produzem muito menos suor apócrino (precursores do odor do corpo) e são, assim, muito menos propensas a desenvolver odor no corpo. Não importa se o microbioma está presente, porque os precursores do mau odor não estão presentes".

Há uma pequena porcentagem de ingleses, ibéricos e africanos identificados com essa mesma mutação genética - algo que varia de 2℅ a 4℅ da população - mas já foi constatado que entre coreanos e chineses da etnia Han o fenômeno chega a 100℅ da população.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Tabata Franco Tabata Franco

Paulistana, formada em Comunicação e Multimeios e em Produção de Áudio e Vídeo. Transita por produções e projetos nas áreas de cinema/vídeo, fotografia, redação e artes em geral. Comunicativa, ama a palavra, se encanta pelas linguagens.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar