Depressão no trabalho: veja os sinais aos quais deve ficar atento

Saiba mais sobre a depressão no trabalho, suas causas e os sintomas apresentados por quem deve procurar ajuda profissional para vencer a doença.

Depressão no trabalho: veja os sinais aos quais deve ficar atento
Confira as causas e sintomas da doença

A depressão no trabalho é mais comum do que muitas pessoas imaginam. Um ambiente hostil, estresse profissional ou situações de assédio moral são alguns dos fatores que podem desencadear um quadro de depressão e ansiedade no indivíduo.

De acordo com o Ministério da Previdência Social, São Paulo é o estado que apresenta mais afastamentos de funcionários diagnosticados com depressão e psicológico abalado. Ela é a segunda doença que mais afasta os trabalhadores de seus postos e para a OMS (Organização Mundial da Saúde) até o ano de 2020 essa será a doença que mais incapacita para o trabalho.

Mas quando o próprio ambiente de trabalho é a causa principal da depressão, se torna ainda mais difícil conseguir vencer o problema e criar forças para voltar para o emprego. A procura por ajuda médica e tratamento especializado é fundamental para conseguir superar a depressão no trabalho.

Sinais da depressão no trabalho

É importante ficar de olho nos principais sinais desenvolvidos por quem tem depressão no trabalho. A produtividade é claramente afetada e o funcionário sente-se constantemente desmotivado.

MELHORE
O SEU
CV COM 
UM CURSO
SUPERIOR
Comece já!

Atenção para qualquer um desses sintomas:

  • Baixo astral ou tristeza frequentes.

  • Perda de interesse nas atividades profissionais e atividades do dia a dia.

  • Insônia ou problemas para dormir.

  • Mudança de peso e apetite (para mais ou para menos).

  • Perda da concentração.

  • Medo ou ansiedade sem motivos aparentes.

  • Problemas de memória com esquecimentos recorrentes.

  • Baixa autoestima e perda da autoconfiança.

  • Cansaço e fadiga constantes, mesmo sem fazer um grande esforço.

Esses sinais são apresentados de forma gradativa, ou seja, cada um deles vai surgindo aos poucos e piorando com o passar do tempo. Por isso é importante procurar um especialista assim que um ou outro sintoma for percebido.

As causas mais comuns para o surgimento da depressão no trabalho são longas jornadas de expediente, estresse, desvalorização do profissional, assédio moral ou sexual, discriminação, grande competitividade e a pressão para atingir metas e resultados.

Apesar da situação insustentável, muitos trabalhadores não têm coragem de pedir um afastamento para tratar a doença, seja por medo de perder o emprego ou por vergonha de admitir a depressão. Prolongar essa situação sem o devido acompanhamento médico pode piorar o quadro da doença.

Além de depressão, outras doenças, como a síndrome do pânico, podem surgir devido ao ambiente de trabalho negativo.

Está na profissão errada? Confira como dar uma reviravolta na sua carreira

Tratamento

Quanto mais cedo é feito o diagnóstico da depressão no trabalho, melhor. Para isso é preciso avaliar o seu ambiente de trabalho e o que ele causa em você. Se algum dos sintomas acima forem percebido, já é hora de procurar uma avaliação médica.

O tratamento para a depressão pode associar a psicoterapia e o uso de medicamentos. Só o médico poderá encaminhar a melhor combinação para cada caso.

Não espere a depressão no trabalho ir embora sozinha. Procure ajuda.

Fale inglês e tenha mais sucesso na sua carreira. Faça um teste e melhore o seu nível.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar