6 dicas para lidar com a demissão

A sua demissão não precisa significar o fim do mundo, confira algumas dicas para manter o controle profissional e seguir em frente:

6 dicas para lidar com a demissão
Não adianta desesperar, a demissão pode acontecer e você precisa lidar com a situação

qual seu nível de inglês?faça um teste online e descubra


A demissão é aquele momento que desestabiliza sua autoestima profissional. Ninguém espera mas, cedo ou tarde, pode acabar acontecendo com você. A demissão até pode ser quase tão dolorida quanto o fim de um relacionamento, mas assim como este, não precisa ser o fim do mundo nem o fim da sua vida. Antes de pensar em largar tudo e virar hippie, confira essa lista com as melhores formas de lidar com a temida demissão:

 



A demissão não é o fim do mundo  demissao

 

RECEBA MAIS IDEIAS DE NEGÓCIOS
Faça o cadastro no site do E-konomista e receba gratuitamente no seu email quais são as principais tendências do mercado empreendedor no Brasil. Uma ótima oportunidade para o negócio próprio! 

1. Fique bem atento à parte burocrática

Uma demissão quase sempre é uma notícia ruim e inesperada. Por mais que na hora que aconteça, sua única vontade seja ficar em um quarto escuro e nunca mais falar sobre aquilo, é importante prestar atenção às partes chatas, como o direito ao recebimento de benefícios, bem como o pagamento dos mesmos por parte da empresa.

 

2. Autocontrole

Pode parecer fácil falar, mas em momentos de crise o importante mesmo é manter a calma. Sim, o seu chão foi tirado de você, e que você tem contas para pagar e ainda tem o cartão de crédito e todo o resto. Isso, infelizmente, é um problema de quase todas as pessoas no mundo, então nem tente jogar isso na conversa quando estiver ouvindo o texto padrão das empresas ao dispensar alguém. Ouviu o “você está sendo desligado(a) da empresa tal”? Fique firme e retome o controle da sua vida. Ficar triste é uma coisa, entrar em desespero é outra completamente diferente.

 

3. Dê um olhada no seu currículo

É complicado de admitir mas, às vezes, a demissão acontece porque os conhecimentos do profissional ficaram estagnados. É normal o ser humano se acomodar, e quando consegue uma relativa estabilidade na carreira, não se compromete a melhorar a lista de habilidades, como aprender um outro idioma, fazer uma pós ou algo do tipo. Lembre-se da máxima de que não somos indispensáveis em nenhuma empresa, assim como nenhuma empresa é indispensável para nós. Já que a demissão aconteceu, veja onde você pode se atualizar no seu campo de atuação e aproveite o tempo livre para ingressar em algum curso. Não existe maneira mais produtiva de ocupar o tempo livre que agora você dispõe.


 

Dê um upgrade no seu currículo com inglês. Faça um teste online e gratuito para descobrir o seu nível.



4. Olhos atentos às despesas

Um erro muito comum nessa etapa é o gasto desenfreado do dinheiro recebido da indenização e seguro desemprego. Não se esqueça que o seu salário, pelo menos o daquela empresa específica, acabou, e sempre que há um corte na receita, deve haver um corte nas despesas. Analise quanto custa a sua vida, veja o que pode ser cortado, pelo menos por enquanto, e tente deixar o dinheiro recebido no banco, para “segurar as pontas” até um novo emprego aparecer. Fazer isso logo no começo é a melhor saída para evitar cortes bruscos e uma conta bancária no vermelho.



Descubra: 7 maneiras de ganhar dinheiro desempregado

 

5. Análise pessoal

Essa é a parte mais ligada ao autoconhecimento. Essa demissão pode servir como um período de reflexão sobre os rumos da sua carreira e a vontade de permanecer na mesma. Está feliz com o sua área de atuação? É isso que você quer continuar fazendo? Nada te impede de realizar uma mudança, desde que com a organização necessária. Se for esse o caso, organize as despesas (segundo a dica número 4) e se qualifique para, de repente, largar o direito e virar veterinário.

 

6. Procurar outro

Bola para frente. Não tem jeito, já foi e agora a saída é procurar uma nova colocação no mercado de trabalho. Mesmo que tenha seguido a dica número 3 e esteja matriculado em algum curso, isso não deve te impedir de procurar emprego. Use as redes sociais próprias para isso, atualiza seu currículo, fique atento à anúncios online, dê o seu melhor nas entrevistas e tente manter a calma. Você já passou por isso antes, lembra? Uma demissão pode ser um choque, mas não deve ser o fim de nada além do seu tempo naquela empresa. Mantenha o foco, se organize e parta para outra.

 

Receba as principais vagas de emprego no país e no mundo. Cadastre-se no E-konomista 



Veja também: 
 

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar