Esse é o principal motivo de demissão por justa causa no Brasil

Empresas abrem muitas oportunidades, mas, na contramão, aumenta o índice de demissão por justa causa no Brasil. Saiba a maior razão de tantos desligamentos.

Esse é o principal motivo de demissão por justa causa no Brasil
Demissão por justa causa no Brasil aumentou nos últimos anos

qual seu nível de inglês?faça um teste online e descubra









O maior pesadelo de um trabalhador é ser mandado embora e não ter qualquer direito garantido. Recentemente, quem sofre demissão por justa causa no Brasil perdeu até a possibilidade de receber as férias proporcionais. Se você quer passar bem longe dessa realidade desanimadora, saiba por que as empresas mais demitem dessa forma no país.

 

A PROCURA DE UM BOM EMPREGO?
Cadastre-se no E-konomista e receba em primeira mão as oportunidades de vagas de emprego publicadas no site. Todas as informações e dicas de emprego direto no seu email.

“Você está demitido!”

No ano passado, a consultoria de Recursos Humanos Robert Ralf fez um levantamento com os empregadores para descobrir as principais razões de desligamentos. Os resultados mostraram que em 34% dos casos foram motivados por baixa produtividade, o que é mais do que suficiente para sustentar uma demissão por justa causa no Brasil. Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, a exigência por resultados aumenta e um bom número de contratados não consegue corresponder. 

As outras situações mais citadas na pesquisa também são razões para demissão por justa causa no Brasil: falta de adequação à cultura da empresa (mencionada por 26% dos entrevistados), relacionamento complicado com a equipe (16%), atrasos e faltas (12%) e dificuldades na relação com o superior (10%). Cada um desses motivos parece bastante pessoal, mas a verdade é que acabam por influenciar no conjunto. Uma equipe não funciona corretamente se um dos seus membros dá tanto trabalho. 

Vale lembrar que nem toda demissão é por justa causa. O empregador pode alegar que sim, mas se não justificar ou esclarecer o motivo do seu desligamento, fique de olho. É um direito do funcionário saber por que foi desligado da empresa, mesmo que o seu comportamento tenha sido completamente inadequado 


Longe do fantasma da demissão 

Como pode-se constatar, o maior motivo de demissão por justa causa no Brasil não tem a ver com atos criminosos ou falta de competências. Às vezes a baixa produtividade é resultado de fatores emocionais ou do encadeamento de diversas situações. É fundamental saber gerir as emoções e adaptá-las ao ambiente de trabalho.

Esqueça a crença de quem a demissão por justa causa está relacionada a roubos ou assédios. Além da produtividade afetada, coisas bem mais simples podem motivar o seu desligamento. Ver pornografia no trabalho, por exemplo, pode ser considerado um comportamento inadequado. Até acessar o Facebook, sem que isso tenha ligação com as suas funções, pode ser uma razão para entrar nas estatísticas do desemprego. 

Ir trabalhar de ressaca e falar muitos palavrões também figuram entre razões para uma demissão por justa causa. Por mais que a sua empresa pareça descontraída e que o seu chefe ignore os seus “modos”, cometer esses pecados do universo corporativo é ter a certeza que está colocando o seu emprego na corda bamba.
 

Aprenda inglês online e garanta a sua vaga no mercado de trabalho.

Veja também: 
 

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar