12 coisas que nos faziam perder tempo e dinheiro ao usar o computador na década de 90

Conheça 12 coisas que eram diferentes nos computadores encontrados na década de 90 e que nos faziam perder mais tempo ao usá-lo.

12 coisas que nos faziam perder tempo e dinheiro ao usar o computador na década de 90
Atividades e elementos que eram mais complicados no passado

Quem viveu os anos 1990 sabe como muitas coisas eram diferentes! Atividades simples como navegar na internet tinha praticamente hora marcada, isso porque o dinheiro gasto no acesso de determinados horários era bem mais barato.

E como relembrar é viver, o E-konomista separou 12 coisas que nos faziam perder tempo e dinheiro ao usar o computador na década de 90. Confira!

Os dramas da década de 90

Abaixo você confere os maiores dramas enfrentados por quem usava o computador durante a década de 90. Algumas situações parecem engraçadas hoje, mas na época eram motivos de muita dor de cabeça.

1. Horários de usar a internet

Imagine ficar acordado até meia-noite só para poder acessa a internet depois desse horário. Isso era muito comum, principalmente os adolescentes e jovens da época. O motivo? A conexão ficava mais barata na madrugada. E visto que os preços cobrados não eram baixos durante o dia, o sacrifício valia a pena. O mesmo valia para o fim de semana, cujos valores eram mais em conta que durante a semana.

2. Conexão lenta

Além de esperar o horário certo de entrar na internet, era preciso tem uma boa paciência para navegar nos seus sites favoritos. Isso porque a conexão oferecida era sempre bem lenta. E com todo mundo querendo usar ao mesmo tempo, tudo ficava ainda mais lento!

3. Tempo de download e upload dos arquivos

Se a conexão era lenta (e sempre caia, precisando reiniciá-la), imagine como era a velocidade de um simples download de arquivo. O mesmo vale para os uploads. Paciência era mais que necessário.

4. Ter que limpar o mouse

Hoje nós quase nem usamos o mouse, principalmente porque utilizamos muito os notebooks e dispositivos touch, como tablets e smartphones. Mas quando o mouse era o único meio de acessar e trabalhar no computador, era necessário também fazer uma manutenção regular do item, já que era comum ele parar de funcionar ou rolar com dificuldade por conta das impurezas presas em seu interior.

5. Quantidade de fios a serem ligados aos computadores

Como conectar todos aqueles fios e como eles não entravam em curto circuito, nós não sabemos direito, mas a quantidade de fios interligados e que faziam o computador funcionar era gigante – um para o mouse, outro para o teclado, mais um para as caixas de som, outro para o microfone, etc.

6. Quantidade de disquetes para gravar um programa

Se hoje conseguimos armazenar grandes quantidades de arquivos em um único pendrive, na década de 90 e dos disquetes o esquema era bem diferente. Muitas vezes, um único trabalho de escola precisava ser armazenado em mais de um disquete.

7. Lugar para guardar disquetes

E como os disquetes eram muito usados, era importante deixá-los todos guardados em um lugar seguro. Se na época dos cds era só colocá-los em um porta-cd, os disquetes sofriam por não ter um lugar fixo de armazenamento.

8. Itens para “montar” o computador

Placa de som, leitor de cd, caixas de som, impressora, softwares com programas de funcionamento… Praticamente tudo o que “forma” um computador precisava ser comprado à parte. Era como comprar um esqueleto e ir montando de acordo com o seu gosto, necessidade e, claro, dinheiro disponível.

9 . Mesa para computador

Por serem maiores que os modelos que usamos hoje, os computadores também necessitam de um bom espaço para ficar. As mesas não eram muito pequenas, muitas vezes ocupando um lugar específico na casa.

10. Modem

O modem era sempre comprado à parte e era necessário possuir uma linha telefônica para fazer a conexão. Isso porque, diferente de hoje, os modens não eram vinculados a pacotes de internet, linha telefônica e tevê a cabo. Eram um serviço completamente avulso.

11. Monitor de tubo

Assim como as tevês apresentam diferença entre seu atual design e o do passado, os monitores de computador seguem o mesmo exemplo. Nos anos 1990 eles eram no estilo tubo, bem diferentes do que os atuais modelos em LCD. Além da imagem e tamanho da tela, outra grande diferença era o espaço ocupado por um monitor, bem maior que o espaço usado hoje.

12. Pouca interatividade

Apesar de usarmos o computador, a interatividade conseguida na década de 90 ainda era muito limitada. Recursos como chats e bate-papo estavam no início. Também não haviam jogos multimídia ou que permitem a interação de diversos jogadores espalhados por diferentes lugares. Era tudo mais simples e limitado.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar