5 dicas para fazer seu CV em inglês e conquistar os gringos

Se o próximo passo para dar um upgrade na sua carreira é conseguir um emprego no exterior fique atento para não cometer erros na hora de escrever seu CV em inglês.

5 dicas para fazer seu CV em inglês e conquistar os gringos
Alguns cuidados básicos fazem toda diferença para montar um CV em inglês

Para conseguir um emprego no exterior é preciso, antes de mais nada, fazer um bom CV em inglês, que poderá garantir uma entrevista na empresa desejada. De forma geral, o currículo para emprego no exterior deve conter suas experiências, formações e habilitações. Lembre-se que a descrição do seu perfil é muito importante e não deverá conter nenhum ponto fraco ou informação negativa. Inclua apenas palavras positivas e frases convincentes.

5 dicas para um bom CV em inglês

1. Escrever um currículo adequado

Um bom currículo em inglês não deve ter mais que uma página. É preciso se informar sobre a empresa e sobre o perfil do candidato que estão à procura. O currículo deve ser personalizado e conter apenas aquelas qualificações que são de interesse para a vaga.

2. Histórico profissional em ordem cronológica decrescente

Comece pela experiência mais recente. Não se esqueça de incluir o nome da empresa, o período de trabalho e uma breve descrição do cargo ocupado e das realizações mais importantes. Atenção, não confunda com responsabilidades! Os empregadores querem conhecer as suas capacidades.

Se estiver a procura do primeiro emprego, inclua toda as experiências relevantes, independente de terem sido remuneradas ou não.

Faça um empréstimo online em 3 minutos!

3. Histórico escolar

Descreva, de forma simples e objetiva, quais foram as insitituições de ensino que você estudou e quais foram os cursos e níveis académicos. Não se esqueça da primeira dica e coloque apenas aquelas qualificações que são de interesse para a vaga a qual está se candidatando. 

4. Utilizar verbos de ação

Esses verbos, como vivenciar, sentir, desenvolver, criar, inovar, demonstram ações específicas, além de motivação e objetividade.

5. Atenção à gramática

Não utilize softwares de tradução automática, pois é bem possível que ocorram erros básicos que irão te excluir como candidato à vaga. Faça uma leitura cautelosa e, se ainda houver dúvidas, peça ao amigo que faça uma segunda revisão. Um erro de digitação pode classificar seu CV em inglês como desatencioso.

Currículo europeu

Se está a procura de emprego no exterior e em países europeus, a dica é utilizar o Europass , modelo que apresenta as competências e qualificações do candidato de forma clara e compreensível em toda Europa. Este site já separa as categorias e é preciso apenas preenche-las, de acordo com as indicações.

Currículo norte-americano

Neste caso, valoriza-se muito a formação académica e as especializações. Os recrutadores americanos consideram importante a experiência profissional. Portanto, descreva todos os projetos que participou e os empregos em que trabalhou.

Informações pessoais como idade, estado civíl, religião ou foto não são importantes. Isto devido a política anti descriminação, que é bastante rígida. Um CV em inglês com essas informações são descartados para evitar problemas com a lei.

Os erros mais comuns 

  • Excessos: seja objetivo
  • Linguagem: formal, clara e impessoal
  • Ordem da informação: cronologica decrescente
  • Detalhes pessoais: não inclua
  • Tipo e tamanho da letra: não enfeite o texto, Times New Roman, 12 é ideal
  • Informações: verifique se estão atualizadas

Sites com modelos de currículos em inglês 

Carta de apresentação

A carta de apresentação é tão importante quanto o currículo na hora de conseguir um emprego no exterior, pois explicará as razões da candidatura e o interesse pela vaga. O site Modelo Curriculum expõe dois exemplos de cartas de apresentação.

Confira os 3 passos básicos para uma carta de sucesso:

1. Seja objetivo: para além dos dados pessoais é preciso incluir o cargo ao qual se tem interesse. Escreva frases curtas e que demonstrem profissionalismo.

2. Exponha seus talentos: convença o empregador que você é o candidato ideal através de suas habilidades e experiências profissionais.

3. Erros gramaticais e de digitação: confira se a carta está bem escrita e peça que alguém a leie, pois é possível que algum erro passe desapercebido por estar acostumado com a mesma leitura.

Ganhe um tablet para aprender inglês onde quiser.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar