Saiba qual é o custo de vida no Rio de Janeiro

Está pensando em se mudar? Veja qual é o custo de vida no Rio de Janeiro, uma das cidades mais caras do país, mas que pode compensar em oportunidades.

Saiba qual é o custo de vida no Rio de Janeiro
Entre as mais caras do país, a cidade maravilhosa ainda é palco de grandes oportunidades.

Quem vive na “cidade maravilhosa” sabe que nem tudo são flores, principalmente quando constatamos que o custo de vida no Rio de Janeiro está entre os 10 mais caros do país. A cidade é com certeza um dos maiores cartões postais, portadora de cenários belíssimos e um clima que agrada uma legião de turistas.

Em um levantamento feito sobre o ano de 2014, somente em turistas estrangeiros, o Rio de Janeiro recebeu mais de 1,5 milhões de visitantes, mas mesmo com todo esse fluxo turístico a cidade não deixa de sofrer algumas consequências da crise econômica brasileira e das altas na inflação.

Qual o custo de vida no Rio de Janeiro?

O custo de vida no Rio de Janeiro sofreu aumentos consideráveis nos últimos anos, cenário esse que pode se alterar mais ainda com a chega das Olimpíadas. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as áreas que obtiveram maior aumento até o final de 2015 foram alimentação - principalmente as que acontecem fora do domicilio -, com um índice de 7,84%; encargos e manutenção com 7,99%; moradia 14,24% e combustíveis e energia com quase 30%.

Veja quanto custa ter uma casa em condomínio em SP

Além disso, a cidade trabalha com uma legislação mais rígida em termos de ICMS e piso regional, onde um maior número de segmentos sujeitos a substituição tributária também puxam o custo de vida no Rio de Janeiro mais para cima. Os dados a seguir foram obtidos a partir de empresas como a Custo de Vida, que se baseia em dados fornecidos por colaboradores.

Moradia

O metro quadrado do Rio de Janeiro é certamente um dos pontos que mais que pesa no bolso do carioca. Segundo o índice FipeZap ele está em aproximadamente R$ 10.530, o que acaba refletindo em um custo de aluguel que não foge à regra. Um apartamento no estilo kitnet em regiões centrais da capital pode ser encontrado pelo custo médio de R$ 1.900, já um apartamento de 3 quartos na mesma localidade chega a R$ 5mil. O mesmo imóvel de 3 dormitórios, situado em regiões mais afastadas tem seu valor médio reduzido a R$ 1.900.

Alimentação

A alimentação do carioca também custa um pouco acima da média do brasileiro em geral onde, segundo estimativas, para uma pessoa o gasto não deve ser inferior a R$ 600 ao mês na capital fluminense.

De acordo com a Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (Assert), enquanto a média nacional das refeições fora do domicilio é de R$ 27,36 o prato, no Rio de Janeiro esse valor passa para R$ 33,66.

Transporte

O transporte tem ocupado mais espaço no bolso do carioca e, com combustíveis como a gasolina variando entre R$ 3,34 e R$ 4, segundo a ANP, muitos são os cidadãos que optam pelo transporte público. Neste caso, o valor do ticket de ônibus está em R$ 3,80 e a passagem do metrô, R$ 3,70. Para uma corrida de táxi, a tarifa normal cobra a média de R$ 8 por quilômetro.

Educação e Saúde

O custo com educação não está entre os mais caros, ficando abaixo de São Paulo, por exemplo. No Rio de Janeiro a mensalidade de uma escola de ensino fundamental da rede privada apresenta média de R$ 771, enquanto uma faculdade (curso de Administração) sai por R$ 1.030 ao mês.

Também compatível com outros grandes estados brasileiros, o custo de um plano de saúde individual na capital do Rio de Janeiro oscilam entre R$ 200 e R$ 300 ao mês.

Lazer

Se divertir na cidade, o que nunca foi considerado barato, pode ser ainda mais caso que a grande maioria das cidades no país. No Rio, um ingresso para uma peça de teatro pode custar mais de R$ 65 sem maiores dificuldades; fãs de um cinema todos os finais de semana também precisam repensar o hobby, já que um ingresso para filmes regulares (não 3D) estão em R$ 25.

Para quem quer se manter em forma e não abre mão de uma academia, o plano mensal fica em torno de R$ 100, mesmo valor encontrado para os ingressos de shows nacionais.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar