Como funciona o crédito rotativo do cartão?

Quer saber como funciona o crédito rotativo? Conheça as vantagens e desvantagens de parcelar a fatura do cartão de crédito, mesmo acrescidos juros e multa.

Como funciona o crédito rotativo do cartão?
Saiba as vantagens e desvantagens de usar o crédito rotativo do cartão.

Para quem não pode pagar o valor total da fatura do cartão de crédito, o crédito rotativo do cartão de crédito pode ser uma boa saída. Funciona da seguinte forma, a pessoa paga o valo mínimo da fatura, ou um valor a cima disso e o restante dela é automaticamente financiado e lançado para o próximo mês, com juros. Esse procedimento de financiar a fatura é, normalmente, melhor do que pagar multa e juros de mora.

O que é o crédito rotativo?

O crédito rotativo é uma linha de crédito já aberta para uma determinada pessoa física ou jurídica com limite pré-estabelecido e que pode ser utilizado automaticamente por quem toma esse crédito, de acordo com suas necessidades. Ele pode ser considerado como um “empréstimo emergencial”, um pouco parecido como o cheque especial.

Para obter esse crédito rotativo é realizada uma análise prévia de crédito, para saber se quem vai pegar esse valor tem condições financeiras de pagar os limites que utilizar. Além disso, o tomador do valor pode utilizar ou retirar fundos até um limite de crédito pré-aprovado.

Melhor dia de compra com cartão de crédito

Como funciona o crédito rotativo

O crédito disponível diminui na medida em que o cliente utilizar esse crédito, e ele aumenta, na medida em que é feito o pagamento do que já foi utilizado. Ou seja, o limite de crédito é recuperado com o pagamento dos juros + extras do principal. No crédito rotativo, o cliente paga encargos e impostos somente pelos recursos usados e pelo tempo que os utilizou.

Para ter acesso ao crédito rotativo, como já dito, será feita uma análise de crédito, o banco irá determinar os limites do cartão do cliente, incluindo o crédito rotativo. É preciso também ter um cartão de crédito e estar com o valor da anuidade em dia.

Desvantagens do crédito rotativo

Quando o cliente efetua o pagamento apenas do mínimo do cartão, ele pagará as taxas de juros mais altas do mercado, e no mês seguinte serão cobrados mais juros e encargos acumulados. Por isso, a dívida pode até não ser tão grande, mas irá aumentar muito com o decorrer do tempo e acúmulo de gastos no cartão.

Outro ponto é que, no geral, os brasileiros não têm uma boa educação financeira e para utilizar o crédito rotativo é necessário ter uma consciência dos juros e de que terá que ser um bom pagador para não aumentar ainda mais a dívida da fatura parcelada.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Elisabete Machado Elisabete Machado

Brasileira, natural de São Paulo, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-graduada em Fundamentos da Cultura e das Artes pela Universidade Estadual Paulista. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa.

Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar