Conta de luz ficará mais barata a partir de Fevereiro

Pretende-se criar um novo patamar de valores para a “bandeira vermelha”, que é a mais alta dentre as tarifas que determinam os reais custos para gerar energia.

Conta de luz ficará mais barata a partir de Fevereiro
Veja quanto passará a custar o consumo de energia a partir do próximo mês

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

Desde 2015 que as contas de luz dos brasileiros passaram a integrar nas descrições o Sistema de Bandeiras Tarifárias, que indicam se a energia custa mais ou menos, em função das condições para gerá-la. Nos últimos meses, o que mais se comentou e viu nas contas foi a Bandeira Vermelha, a mais cara. Essas medidas foram tomadas em consequência aos baixos níveis de água nos reservatórios de todo o Brasil. O que obrigou às empresas reguladoras e aos consumidores aumentarem os valores e reduzir o consumo mensal de energia elétrica.

O que vai mudar

Foi aprovado pela Agência Nacional de energia Elétrica (Aneel), mudanças no sistema de Bandeiras Tarifárias, que consequentemente tornará as contas de luz dos brasileiros mais baratas a partir de fevereiro de 2016. A proposta é de uma redução de 40% do valor na bandeira intermediária (amarela) e 33% na mais cara entre elas (vermelha).

No que diz respeito aos valores:

FIQUE DE OLHO NAS SUAS FINANÇAS
Encontre a melhor solução de conta bancária com o custo benefício perfeito para as suas finanças. Confira!
  • A Bandeira Amarela passará de R$ 2,50 (0,025 para cada kWh) para R$ 1,50 (0,015 para cada kWh).

Para que a bandeira amarela seja “ativada” na sua conta de luz o consumo mensal quando o custo de geração de energia for entre R$ 211,28 e R$ 422,56, ambos considerando consumo por megawatt-hora (MWh).

  • A Bandeira Vermelha – 1º Patamar: passará de R$ 4,50 (0,045 para cada kWh) para R$ 3,00 (0,03 para cada kWh).

O mesmo acontece com relação ao consumo mensal e a relação de custo para geração de energia. Neste caso, os valores são entre R$ 422,56 e R$ 610,00 também sobre o consumo por megawatt-hora (MWh).

  • A Bandeira Vermelha – 2º Patamar: continuará no valor atual de de R$ 4,50 (0,045 para cada kWh).

Neste caso será aplicada àquelas contas de luz que tiverem o valor igual ou superior a R$ 610,00 e inferior a R$ 1.170,00 por megawatt-hora (MWh).

Bandeiras Tarifárias

De acordo com o site da Aneel – Agência Nacional de energia Elétrica, os custos das Bandeiras Tarifárias em 2015 para geração de energia foram:

Bandeira Verde: condições favoráveis e sem nenhum acrescimo.

Bandeira Amarela: condições menos favoráveis e a tarifa sofre um acréscimo de R$ 0,025 para cada kWh (quilowatt-hora) consumidos.

Bandeira Vermelha: condições desfavoráveis e a tarifa sobre um acréscimo de R$ 0,045 para cada kWh (quilowatt-hora) consumidos.

Vale ressaltar que, há a probabilidade de que todo o sistema de cobrança seja alterado, porém, a confirmação oficial só será feita no dia 30/01/2016 pela própria Aneel.

Encontre a conta corrente ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar