Os prejuízos que o consumo de suplementos alimentares pode trazer ao corpo

O consumo de suplementos alimentares está na moda. É muito comum pessoas começarem a tomá-los sem prescrição médica. Veja quais os prejuízos eles podem trazer à saúde

Os prejuízos que o consumo de suplementos alimentares pode trazer ao corpo
Saiba como o consumo de suplementos alimentares pode fazer mal à saúde

Em busca de um corpo bonito e tonificado, muitas pessoas tornaram-se adeptas do consumo de suplementos alimentares. O que nem todo mundo sabe, é que esses suplementos precisam ser tomados com orientação médica porque contêm ingredientes que, se tomados nas quantidades erradas, podem ser extremamente prejudiciais à saúde.


Quando o consumo de suplementos foi indicação do amigo da academia

consumirsuplementos


Após entrar na academia e tentar seguir uma dieta mais saudável, algumas pessoas acabam optando pelo consumo de suplementos, porque eles favorecem o ganho de massa muscular e estimulam a prática do exercício. No entanto, não se pode querer tomar um suplemento por indicação de um amigo ou conhecido. “Uma amiga tomou e o corpo dela está todo tonificado, vou tomar a mesma dosagem” – esse é um risco muito grande e comum.

Ao ver o resultado que o produto causou no corpo dos outros, a primeira reação é querer fazer o mesmo. Mas os cuidados precisam ser tomados, pois sem o acompanhamento médico, o consumo de suplementos pode ser tóxico, principalmente para o fígado, causando disfunções metabólicas, danos cardiovasculares, alterações do sistema nervoso e, em alguns casos, pode até levar até a morte.

O consumo de suplemtos são prejudiciais não só em alta dosagem

Além do risco da superdosagem, esses produtos por si só – mesmo sob orientação médica – podem ser perigosos. Segundo o diretor de Controle e Monitoramento Sanitário da Anvisa, José Agenor Álvares, “esses suplementos contêm substâncias proibidas  para uso em alimentos como: estimulantes, hormônios ou outras drogas consideradas como doping pela Agência Mundial Antidoping”. Ele alerta ainda que cerca de 33% dos suplementos comercializados são contaminados com substâncias proibidas, e isso pode acarretar problemas à saúde como câncer, distúrbios hormonais e psicológicos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou sobre os efeitos adversos associados ao consumo da substância dimethylamylamine (DMAA), presente em alguns suplementos alimentares. Essa substância está presente em muitos desses produtos, que visam o emagrecimento e o aumento do rendimento atlético. Essa substância, que já é proibida na Austrália e na Nova Zelândia, pode causar dependência, falência do fígado, insuficiência renal e alterações cardíacas.

FIQUE EM BOA FORMA
Precisa de uma forcinha para manter a saúde do corpo e a forma física? Veja as dicas do E-konomista.

Prejuízos causados pelo consumo de suplementos

Veja qual é a função de cada um dos suplementos mais comuns – e que mais estão na moda – e os prejuízos que o uso indiscriminado dessas substâncias podem causar no corpo.

  • Aminoácidos – são indicados para atletas, pois eles precisam repor rapidamente as proteínas já que o seu gasto calórico é muito elevado. Ao consumir essa substância em excesso, a pessoa pode desenvolver problemas intestinais, hepáticos e renais.
 
  • Termogênicos – são suplementos muito procurado por quem quer emagrecer, pois aceleram o metabolismo. Só deve ser consumido sob prescrição médica, pois nem todo mundo pode utilizá-lo, já que causam taquicardia e insônia.
 
  • Glutamina – são suplementos chamados de pós-treino, pois são indicados para diminuir o stress muscular e preparar o corpo para o próximo treinamento com maior velocidade. Em dosagem errada pode causar cirrose, problemas nos rins e síndrome de Reye.
 
  • Creatina – esse nutriente é encontrado em produtos de origem animal, especialmente na carne vermelha, e é consumido para melhorar o rendimento no treino e diminuir o período de recuperação entre um treino e outro. Os médicos recomendam cautela ao ingerir essa substância, pois causa um falso efeito de ganho de massa muscular: o que ela realmente faz é aumentar a quantidade de água que existe dentro das células, dando a sensação de inchaço.
 
  • BCAA – esse suplemento é utilizado por aqueles que treinam pesado e precisam ter disposição no dia seguinte e não podem lidar com as dores do pós-treino. Quando ingeridos de cinco a vinte gramas diários, o suplemento não apresenta prejuízos ao corpo. Mas ingerido em excesso pode causar desgaste gastrointestinal.
 
  • Hiperproteicos – os hiperproteicos são substâncias derivadas da proteina do leite, soja ou ovo e o mais famoso é o Precisam. Esse tipo de suplemento deve ser tomado com cautela, pois o excesso pode acarretar disfunções hepáticas, inibir a síntese protéica endógena e sobrecarregar as funções do fígado.
 
  • Óleo de cártamo – substâncias à base de óleo de cártamo são desaconselhadas pelos médicos, pois o consumo de suplementos com essa origem pode favorecer distúrbios do trato gastrointestinal, diabetes do tipo 2, inflamação e risco de doenças cardiovasculares.


Recomendação

Os suplementos alimentares podem ser aliados de uma dieta saudável e favorecer o ganho de massa magra, mas precisam ser tomados com cautela e imprescindivelmente sob orientação médica. Somente o seu médico pode fazer uma avaliação completa da sua saúde para saber qual o suplemento mais indicado para o seu caso, e qual deles não irá trazer nenhum prejuízo à saúde. É preciso também seguir com rigor a dosagem recomendada por ele. Dessa forma, o consumo de suplementos alimentares pode ser um aliado na busca de um corpo bonito e saudável.

Obs.: Este conteúdo tem caráter informativo e não substitui a ajuda médica. Para mais informações procure um profissional.

Fique em forma com saúde. Quer saber como?


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar