Consulta ao lote restituições do IR 2016 será liberada hoje

Receita Federal libera para consulta o penúltimo lote regular de restituição. Se você estava à espera, veja como proceder.

Consulta ao lote restituições do IR 2016 será liberada hoje
A restituição fica disponível no banco pelo menos por um ano

Nesta quarta-feira (16 de novembro), a Receita Federal liberou a consulta ao penúltimo lote regular de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2016. Além disso, serão liberadas as restituições dos exercícios de 2008 a 2015 de declarações que deixaram a malha fina. Os cerca de 2,25 milhões de contribuintes irão receber o dinheiro no dia 16 de novembro. De acordo com a Receita, o valor total de restituições chega a R$ 2,75 bilhões.

O contribuinte deve acessar o site da Receita na internet ou entrar em contato pelo Receitafone, pelo número 146, para saber se teve a declaração liberada. O Fisco disponibiliza também um aplicativo para smartphones e tablets que facilita a consulta às declarações e à situação cadastral no CPF.

O último lote de restituição do IR está programado para dezembro. Em seguida, já em 2017, serão liberados lotes residuais. Para verificar o extrato da declaração, o contribuinte deve consultar a página da Receita, serviço e-CAC. Nesse endereço é possível saber se há algum erro de dados identificado pelo processamento. Caso isso aconteça, o contribuinte deve fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

Se o crédito da restituição do imposto de renda não for creditado, o contribuinte poderá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento, no telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para pessoas com deficiência auditiva). Neste serviço ele pode agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

A restituição fica disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, pode requerê-la pela Internet, por meio do Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Foto: Reprodução Impostoderenda.org

Veja também:

Os erros financeiros que você comete aos 20 anos
7 razões que justificam você não conseguir juntar dinheiro
Dicas eficazes para se livrar das dívidas
Como aumentar o limite do cartão de crédito

Gostou? Compartilhe!
Michelle Monte Mor Michelle Monte Mor

Formada em Comunicação Social e em Mídias Digitais. Escreve sobre o setor automotivo desde 2004. Não larga o smartphone e vive conectada às redes sociais. Adora viajar e dirigir.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar