Consórcio de carros vale a pena?

O consórcio de carro vale a pena para quem não tem pressa para ter o carro em mãos, para quem já possui um carro e quer trocar ou para quem realmente não tem condições de arcar com os juros do financiamento de veículos.

Consórcio de carros vale a pena?
Investir no consórcio de carro é vantajoso ou é melhor apostar no financiamento?

O mercado de consórcio de carros já é uma tradição. A cada ano, milhares de pessoas aderem a este tipo de modalidade de crédito para fugir das altas taxas de financiamento na hora de comprar carro. Mas, é preciso saber se o consórcio de carros vale a pena para você, pois nem todo mundo tem perfil para ser um consorciado. 

Entrar em um consórcio de carros vale a pena para quem não tem pressa e pode esperar algum tempo até ser sorteado, ou para quem tem uma reserva financeira para dar um lance e tentar ser contemplado nos primeiros meses do consórcio. O consórcio de carros também é uma opção vantajosa para quem quer comprar o segundo carro da família, trocar de carro, ou para quem realmente não tem condições de encarar um financiamento e não tem disciplina financeira para fazer uma poupança.
 
QUER COMPRAR UM CARRO?
 
Antes de fechar negócio é muito importante encontrar a solução financeira que melhor se adapta às suas condições. Faça uma simulação de consórcio e veja se essa modalidade de crédito se encaixa no seu orçamento.
 

Quando o consórcio de carros vale a pena?

Antes de entrar num consórcio de carros, é importante entender que não se trata de um investimento dito, mas sim de uma espécie de poupança coletiva que contempla de tempos em tempos um dos membros, chamados de cotistas, com um determinado bem, neste caso um carro. As pessoas são contempladas por meio de sorteios, que podem ser semanais, mensais, etc., ou por meio de lances.

O consórcio de carros vale a pena para quem não tem disciplina para poupar sozinho. Economizar dinheiro não é uma tarefa simples, pois sempre surgem tentações que fazem com que o dinheiro da sua carteira suma. Assim, você fica sem renda para investir na compra do carro, se essa é a sua prioridade. Pensando dessa maneira, o consórcio funciona como a melhor forma de autodisciplina, visto que gera a sensação de compromisso financeiro. A parcela deve ser paga todo o mês.

A flexibilização no pagamento é outro ponto que faz o consórcio de carros ser vantajoso. Afinal, se sobrou dinheiro no fiml do mês, você pode pagar com antecedência algumas parcelas, o que é uma boa dica para praticar em tempos em que a economia está estável e a inflação permanece baixa. No caso de atrasar as parcelas do pagamento e não haver dinheiro para dar continuidade ao consórcio há a alternativa de passar as cotas para outra pessoa. Se você desistir do consórcio do carro, será necessário pagar uma multa, mas a administradora devolverá o valor pago até o momento.
 
Em comparação com o financiamento, o consórcio de carros vale a pena, pois não há juros. No entanto, é preciso saber que são acrescidos ao valor do carro as taxas de administração, fundo de reserva, e seguro da financeira que administra as cotas. Ainda assim, enquanto num financiamento o valor final do carro geralmente quase dobra, num consórcio tem acréscimo de cerca de 20% do valor total.

Saiba mais sobre consórcio de carros.
Antes de entrar num consórcio de carro, é fundamental conhecer como funciona o sistema de consórcios. O mais importante é saber que é possível ser sorteado tanto na primeira parcela como na última. Ou seja, se você entra num consórcio de 60 meses, é possível que só venha a receber o seu carro depois de terminar de pagá-lo.

Além disso, se a parcela não for paga e o cotista ainda não tiver sido sorteado, o nome não vai para órgãos como SPC e Serasa. No entanto, de qualquer modo, é preciso se informar para saber o que acontece caso o consorciado resolva desistir do consórcio de carro.

Gostou? Compartilhe!
Carolina Benevides Carolina Benevides

Jornalista brasileira, Carolina Santarosa é formada pela Universidade de Fortaleza desde 2011. Atualmente cursa o 2º ano do Mestrado em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto. A profissional já trabalhou no marketing da Red Bull, foi Assessora de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza e do North Shopping Fortaleza. Fez intercâmbio acadêmico nos Estados Unidos e atualmente mora no Porto (Portugal).

Na Web: