Concurso do INSS: como se preparar

Com inscrições abertas até o dia 22 de fevereiro, o concurso do INSS de 2016 oferece 950 vagas e salários que ultrapassam os R$ 7 mil. Veja como se preparar.

Concurso do INSS: como se preparar
Veja como estudar e qual é o salário pago para concurso do INSS.

REALIZE O SONHO DO ENSINO SUPERIOR saiba mais

Com inscrições abertas até o dia 22 de fevereiro, o concurso do INSS de 2016 está oferecendo 950 vagas e salários que ultrapassam os R$ 7 mil.

Organizado pela Cespe/Unb, o concurso pede além do edital para um bom desempenho do candidato, pois é necessário domínio do conteúdo e atenção às exigências da banca examinadora para aumentar suas chances de uma boa classificação. Veja como se preparar.

5 técnicas de estudo que garantem um melhor desempenho

Como se preparar para um concurso do INSS?

Ao todo são 950 vagas distribuídas por todo o território nacional, sendo 800 para o cargo de Técnico do Seguro Social (a nível de ensino médio) e 150 a nível superior para Analistas do Seguro Social (com formação em serviço social).

A abrangência das vagas está em mais de 600 municípios brasileiros situados nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Paraná, Bahia, Paraíba, Ceará, Pernambuco, Sergipe, Maranhão, Alagoas, Piauí, Goiás, Roraima, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Amapá, Amazonas, Pará, Tocantins, Rondônia, Acre e Distrito Federal. Por isso, ainda que a quantidade de vagas pareça acolhedora, a disputa pelos cargos é acirradíssima. Sendo assim, como realizar o preparo ideal para a prova?

O primeiro passo (e primeiro erro dos que não obtêm sucesso nos concursos) é ler atentamente o edital. A lista de matérias cobradas têm um tamanho razoável, o que demanda um preparo a médio prazo antes mesmo da divulgação do conteúdo. Sendo assim, reúna conteúdos de qualidade, provas anteriores e não negligencie matérias que pareçam superficiais, como questões de informática.

FIQUE POR DENTRO
Cadastre-se para receber todas as novidades e informações publicadas no site. É gratuito!

A avaliação será feita por meio de uma prova objetiva de 120 questões, sendo 50 de conhecimentos básico e 70 específicos para os dois cargos, sem a presença de redação. As provas estão previstas para o dia 15 de maio de 2016, com duração de 3 horas e 30 minutos para todos os níveis e candidaturas.

O preparo com os conteúdos

Tratando-se de especializações e formações diferentes, as matérias exigidas para cada cargo também diferem. Para os cargos de nível superior serão cobradas as disciplinas de língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, direito constitucional, direito administrativo, legislação previdenciária, legislação da assistência social do trabalhador e da pessoa com deficiência e serviço social; já para as vagas de técnico do seguro social, serão aplicadas as disciplinas de ética no serviço público, regime jurídico único, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo, língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática e seguridade social.

Em sua preparação para o concurso do INSS, busque materiais atualizados e de qualidade, os quais exploram bem o conteúdo divulgado. Teste seus conhecimentos com provas de concursos anteriores e forme uma boa base em direito constitucional e administrativo, acompanhada de um estudo regular de língua portuguesa. Matérias como informática e administração não devem ser deixadas de lado, ainda que seus conhecimentos prévios lhe permitam diminuir a intensidade do estudo nestas disciplinas. O mesmo é válido para a disciplina de ética no serviço público, pois a disciplina não é de grande extensão e pode garantir ótimo aproveitamento no exame como um todo se estiver a par do conteúdo.

Onde estudar?

Para o concurso do INSS existe uma infinidade de cursos preparatórios e até mesmo grupos de estudo voltados especificamente para este exame, onde candidatos enviam suas dúvidas e demais usuários auxiliam nas respostas. Um bom exemplo está no grupo de estudos do site Elo Concursos, o qual também oferece cursos preparatórios pagos para os interessados. Mais uma opção para os candidatos são as modalidades do Aprova Concurso, com possibilidade de um intensivão.

Na IOB Concursos também existem cursos específicos para cada um dos cargos, podendo ainda o aluno adquirir o combo para analista e técnico.

No geral, a grande maioria dos concurseiros que passaram nas provas do INSS recomendam fortemente o curso preparatório. Sua importância se dá não somente por aplicar as questões mais frequentes abordadas nas provas, mas também auxilia o candidato a se familiarizar com a abordagem da banca. Com base ainda na opinião de atuais funcionários do INSS, a banca da Cespe (a qual organizará o concurso este ano) é difícil e com uma racionalização dos exercícios muito mais peculiar e específica, muitas vezes embutindo várias disciplinas em uma só questão.

As técnicas de memorização mais eficientes

Quanto ganha?

Neste ano, o concurso do INSS reajustou os ganhos, oferecendo salários de R$ 4.886,87 para os cargos de nível médio e de R$ 7.496,09 para os analistas de formação superior em uma jornada de 40 horas semanais.

Entre os benefícios do cargo também podemos destacar o auxílio-alimentação de R$ 458, com reajuste de R$ 85 se comparado ao auxílio no concurso anterior. Outros valores oferecidos também sofreram aumentos: o valor médio de assistência à saúde foi de R$ 117,78 para R$ 145 e o auxílio-creche subiu de R$ 73 para R$ 321. Com estes e outros acréscimos, as remunerações chegarão aos valores de R$ 5.436,27 para técnicos e a R$ 8.081,42 para analistas. Vale lembrar que tais valores não incluem o reajuste no GDASS (Gratificação de Desempenho de Atividade do Seguro Social), pois a porcentagem não foi revelada.

Mais informações

Para realizar a inscrição os candidatos devem acessar o site da empresa organizadora, até às 23h59 do dia 22 de fevereiro de 2016 (horário oficial de Brasília). As taxas cobradas pela participação custam R$ 65 e R$ 80, dependendo do cargo escolhido, e o pagamento deve ser efetuado por meio da Guia de Recolhimento da União (GRU).

Saiba como fazer uma faculdade de qualidade com baixas mensalidades!
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar