5 coisas que você só descobre depois de comprar o primeiro carro

Comprar o primeiro carro vem como um brinquedo novo, mas a empolgação vai passando e algumas coisas deixam de ser tão legais assim.

5 coisas que você só descobre depois de comprar o primeiro carro
Comprar o primeiro carro pode vir com tarefas não tão bem planejadas

Comprar o primeiro carro. Quem nunca sonhou com isso? Sejam eles antigos, esportivos ou apenas para o dia a dia, comprar o primeiro carro vem como um brinquedo novo, mas com o tempo a empolgação vai passando e algumas situações fazem com que isso não seja mais tão legal quanto antes.
 

Só depois de comprar o primeiro carro...

...É que algumas pessoas param e pensam sobre o quanto custa manter por mês um veículo.  Com o primeiro carro, aparecem muitas responsabilidades (que além de dinheiro, custam tempo) que não devem ser esquecidas, caso contrário, o prejuízo pode tornar-se um problema financeiro maior, como a manutenção programada, trocas de óleos, filtros, etc, ou mesmo lavar o carro e ter um espaço a mais na garagem. Conheça quais são as 5 coisas que você só aprende depois de comprar o primeiro carro.

1. Os gastos vão muito além de parcelas e combustível

Quando as economias finalmente te permitem comprar o primeiro carro, pensar em despesas além das parcelas assumidas e o combustível para usufruir dele raramente passam pela cabeça. Mas, uma vez que as chaves estão em suas mãos, impostos, manutenções, seguros e demais imprevistos começam a surgir e você se dá conta que os gastos com o carro novo vão muito além do contabilizado.
 

2. Lavar o carro não é uma tarefa tão legal quanto parecia

“Ah, quando eu comprar meu carro, vou mante-lo impecável”. Sim, talvez até o primeiro ou segundo mês. Quando o uso começa a ser constante, passageiros entram e saem, árvores e terra começam a deixar suas marcas por ele, todo aquele prazer em passar horas lustrando o veículo se torna uma tarefa digna de procrastinação. “Deixa sujar mais um pouco que depois lavo tudo de uma vez”.
 

3. Aceleradas por aí não são tão divertidas assim

Arrancadas na estrada e gracinhas acelerando no semáforo são atitudes que, normalmente, os mais jovens querem repetir quando puderem comprar o primeiro carro. Porém, fazer isso, principalmente quando o dinheiro sai do seu próprio bolso, acarreta em gastos desnecessários de combustível, pneus, embreagem, entre muitos outros que, garanto, você não quer ter.


4. Ficar preso no trânsito te faz repensar algumas escolhas

Outro tópico também pouco considerado ao comprar o primeiro carro é o tempo que irá gastar parado no trânsito, principalmente se morar num grande centro urbano. Nestes casos, opte por um veículo com ar condicionado e bancos confortáveis, pois irá passar grande parte do seu dia dentro dele.
 

5. Preguiça só de pensar em dirigir

Ir ao mercado, dar um pulo na farmácia, uma carona ou até mesmo para ir se divertir. Com o tempo, a tarefa “dirigir” pode até se tornar uma obrigação, caso você se descubra uma pessoa que definitivamente não tem paciência pra isso. Após o frenesi de comprar o primeiro carro, frequentemente você irá procurar alguém que vá nestes lugares para você ou aproveitar caronas de amigos e familiares para realizar algumas tarefas. 

Nos dias de hoje, ter um carro parece essencial, mas não significa que você não possa nunca deixar o carro na garagem e buscar outra alternativa de transporte. 


Veja também: 

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar