Onde comprar carros baratos

Leilões, feirões e locadoras vendem bons carros com preços mais baixos. Em São Paulo, os preços também são mais acessíveis que em outros estados brasileiros. Veja onde comprar carros baratos.

Onde comprar carros baratos
É possível comprar carros baratos e bons em leilões, feirões e locadoras.

Quem quer comprar um carro novo ou usado e pagar o melhor preço por ele tem opções que podem dar um bom desconto em relação às concessionárias. Mas atenção: é preciso ter cuidado e pesquisar bastante antes. Para facilitar a sua busca e mostrar os prós e contras de cada lugar de revenda, mostramos as opções para comprar carros baratos.

FAÇA UMA SIMULAÇÃO
Precisa de crédito para comprar o seu carro? Faça uma somulação de financiamento ou de consórcio e veja qual é a melhor solução para você.

Comprar carro em feirões

Os feirões de carros tem se tornado muito populares pois oferecem facilidade na compra e venda de veículos além dos preços muito abaixo da tabela. Por isso, esta é uma boa alternativa para comprar carros baratos. Veja algumas dicas para aproiveitar as vantagens:
  • Se o feirão está sendo promovido por grandes marcas é possivel comprar o seu carro zero ou usado com 100% de financiamento e com preços abaixo da tabela. É comum bancos fazerem parcerias com empresas que fazem leilões e oferecerem taxas de juros mais baixas que financiamentos normais, além de facilitarem o pagamento e aquisição de seguro;

 

  • Se o feirão não é oferecido por uma montadora ou concessionária, é preciso verificar se a organização é de confiança. Ele tem que estar regulamentado e oferecer o serviço dentro da lei. Vale pesquisar sobre a procedência da empresa que está promovendo o feirão para se certificar de que não terá problemas futuros;

 

  • Outra vantagem dos feirões é que nesse tipo de evento é comum que o primeiro IPVA seja grátis;

 

  • Dica importante: se for a um feirão com o ideia de fechar negócio na hora, leve um mecânico de sua confiança para que ele avalie o estado do veículo. Normalmente são vários dias de feirão, então em um dia vá, olhe anote as características do carro e procure saber tudo sobre ele. Reveja as taxas de juros, faça simulações de financiamento de diversos bancos, avalie e reavalie. Só assim terá a segurança de estar fazendo o melhor negócio e pagando o melhor preço.

Comprar carro em leilões

O maior atrativo dos carros que vão a leilão é o preço. Um carro de leilão custa em média 30% menos que em uma concessionária. Mas é preciso estar atento às reais condições do carro e seus antecedentes. Fique de olho:
  • O preço é tão baixo para compensar o risco que a pessoa corre. O carro é vendido no estado em que se encontra e não há garantia. O carro pode ter problemas mecânicos, e nesse caso os reparos são por conta do comprador. Custos com documentação e eventual transporte (como guincho), também não estão incluídos. É preciso ler com atenção o descritivo da venda no edital do leilão para não comprar um carro que tenha dívidas e multas não quitadas.

 

  • É indicado também que o comprador compareça na vistoria física, feita pouco antes do leilão, para ver o estado do veículo.

 

  • Há pechinchas como modelos superesportivos apreendidos pela polícia. Quem não se importa com o antecedente do carro (que pode ter sido usado em crimes, tráfico e outras atividades ilícitas não explicitadas) pode ter descontos muito altos. Mas é preciso também ter cuidado com o estado do carro.

 

  • Há carros de todo jeito nos leilões, é preciso garimpar aqueles que realmente valem a pena. O carro muito batido, ou atingido numa enchente, por exemplo, é mau negócio, mas há carros que sofreram danos pequenos no caminhão-cegonha, no transporte entre o fabricante e o concessionário. A seguradora paga ao fabricante, mas o carro está quase novo, esses sim são um bom negócio.


Ainda não sabe que marca ou modelo de carro comprar? Que tal agendar um test drive?


Comprar carros de locadoras

Muitas locadoras revendem veículos para renovar frotas e podem ser uma opção mais acessível do que as concessionárias para quem busca um automóvel usado. Como elas compram grandes quantidades de carro direto da montadora, conseguem bons descontos e repassam-nos aos consumidores na revenda.
  • Os descontos oferecidos em carros de locadora podem variar de 5% a 16,8% quando comparados com preços anunciados por concessionárias no site Webmotors.  Os automóveis têm, em média,  18 meses de uso e entre 30 e 50 mil quilômetros rodados.

 

  • Os carros passam por revisões em concessionárias e costumam oferecer a mesma garantia que a concessionária, de 90 dias.

 

  • Apesar do preço ser atraente, o consumidor não pode ser exigente quanto ao modelo e a cor do carro. Os modelos mais comuns de se encontrar são Gol e Pálio, e não dá pra escolher se o carro é completo ou básico. As cores também são as padrões e mais comuns. 

 Comprar carros em São Paulo

O preço dos carros novos em São Paulo é o menor do Brasil e pode justificar o deslocamento até a cidade para a compra. Um carro 0 km custa até 5,2% mais em outros estados quando comparado aos preços do mercado paulista. Já os carros usados mais baratos estão no Centro-Oeste e os mais caros, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.
  • O principal fator para que São Paulo tenha um carro mais barato é a grande concorrência entre as concessionárias. O consumidor paulistano pode pesquisar o preço de um mesmo veículo em várias lojas antes de fechar o negócio. Portanto é possível negociar com o vendedor até que ele aceite um melhor preço. Além disso, por ser o maior centro de negócios do país, São Paulo abriga muitas empresas que compram carros no atacado e conseguem preços melhores – jogando o preço médio para baixo.

 

  • Quem quer comprar carros novos, os estado mais baratos são, nessa ordem: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Os mais caros são Pará e Amazonas, devido ao frete. 

 

  • Já quem quer comprar usado tem que ter atenção, pois  o preço dos veículos usados varia de acordo com condições culturais, das estradas e até climáticas de cada região. Os carros que rodam no Centro-Oeste, Norte e Nordeste perdem valor por causa das condições das estradas e devido às altas temperaturas, por isso são mais baratos mas sofrem mais, e são mais desvalorizados.  Ja os carros usados mais caros encontram-se na região Sul porque as estradas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná são melhores que a média brasileira. Os carros estão menos expostos ao sol, que estraga a pintura, por isso o preço. 

Mantenha-se informado sobre as últimas novidades do mercado de automóveis. Acompanhe os artigos e dicas do E-konomista.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar