Comprar carro zero compensa?

Comprar carro zero compensa? seja por causa das taxas ou pela desvalorização, entenda porque nem sempre comprar um carro novo vale a pena.

Comprar carro zero compensa?
Está em dúvida entre um carro novo ou usado? Veja se comprar carro zero compensa.

Há quem diga que a segunda paixão do brasileiro, depois do futebol, é carro. Por isso, trocar de possante sempre demanda uma demorada análise de mercado e modelos. No ano passado, foram comercializadas 3.328.716 unidades de automóveis novos, de acordo com a Federação Nacional de Veículos Automotores (Fenabrave). Com isso, fica a pergunta: comprar carro zero compensa?

A resposta depende de alguns fatores. Mas certo é que o carro zero não é preferência nacional e há quem opte por usados ou seminovos. No último ano, o mercado de veículos seminovos registrou altas seguidas – nos últimos dois meses houve crescimento de 4% nas vendas de usados. Mas se você pensa em comprar um carro, deve se questionar sobre alguns pontos.
 


Quando comprar carro zero compensa

Se você está em dúvida se comprar um casso zero compensa, leve em conta alguns quesitos importantes, que podem orientá-lo numa decisão mais acertado para o seu perfil. Geralmente, comprar um carro zero compensa se você...

1- Quer ser o primeiro dono

Com os zeros, você tem o benefício de dirigir um carro que nunca ninguém tocou, por isso é muito difícil ter trabalho com problemas técnicos e mecânicos nos primeiros anos de uso. Se acontecer alguma falha, pode contar com a garantia de fábrica do veículo, que é o maior ponto positivo em relação aos usados.


2- Quer compra facilitada

As montadoras oferecem melhores condições de financiamento e taxas de juros mais baixas para você sair dirigindo aquele carro novinho direto da loja.


3- Não faz questão do preço mais baixo

Ele é muitas vezes o fator determinante na compra de um veículo. O seminovo sai na frente neste quesito pois acaba oferecendo um pacote atrativo, com equipamentos que levariam o modelo zerinho à valores muito além do que seu bolso poderia aguentar.


4- Não faz questão do test drive

Nem sempre é possível fazer um test drive no carro usado (apesar ed ser um direito do consumidor). Ao comprar um carro usado você pode, como se diz na linguagem popular, levar “gato por lebre”. O dono da loja fala maravilhas sobre o veículo, mas depois de uma semana de uso você percebe avarias que o deixam de cabelo em pé. Por isso, sempre faca uma avaliação antes de fechar negócio.


5- Não espera muitos adicionais

Um usado top de linha com ar-condicionado digital, sistema de entretenimento, airbags para passageiros, controle de estabilidade, sistema de estacionamento, mais uma infinidade de itens, muitas vezes, é o mesmo o preço de um “pelado” na concessionária.


6- Tem consciência da depreciação

Saiba que aquele carro novinho com cheiro de plástico já perdeu valor ao sair da loja. Estima-se que um carro desvalorize cerca de 15% nos seus primeiros anos.
 

7- Pretende fazer um finaciamento

 Se você quer comprar um carro zero ou usado, o finacnciamento de veículos também pode ser uma escolha certa dependendo da taxa de juros. É preciso escolher o finaciamento e fazer uma simulação junto à entidade finaceira. 
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Na Web: