Como comprar carro novo passo a passo

Saiba que condições você deverá atender para comprar carro novo sem maiores sustos, levando em consideração renda, forma de pagamento e outros custos.

Como comprar carro novo passo a passo
Explicamos o que você precisa saber para adquirir um veículo

Sua meta ou próximo objetivo pessoal é comprar carro novo? Tem as condições necessárias, mas ainda não está seguro sobre o que fazer?

Esse artigo foi feito pensando em você, que não quer mais andar a pé, mas também quer comprar seu veículo com mais segurança.

Melhores condições para comprar um carro novo

Como comprar carro novo

Para comprar carro novo, antes de mais nada, você vai precisar escolher a forma de pagamento apropriada. Caso você ainda não tenha o valor para quitar o carro integralmente, vai precisar recorrer a uma das formas de pagamento a prazo.

Antes de falar sobre cada uma delas, vamos a que é a mais recomendável por 10 entre 10 especialistas em finanças: o pagamento à vista.

À vista

Modalidade de pagamento mais prática, rápida e, principalmente, econômica, quando se paga à vista você evita o custo extra de juros, encargos e outros tributos que incidem quando se parcela o valor do carro. Não menos importante, em algumas concessionárias, quem paga à vista ganha desconto.

No entanto, pesa contra o pagamento à vista o fato do preço de um carro não ser viável em curto e médio prazo para quem vive de salário. Se você tem disciplina, controla seus gastos e sabe que carro quer comprar, poupe mensalmente até conseguir a soma total para aquisição do seu veículo. 

Sem entrada

Caso você ainda não tenha os recursos para pagar seu carro à vista e não tem reservas acumuladas, talvez o pagamento a prazo sem entrada seja uma opção interessante. Isso porque será possível adquirir o carro num prazo mais curto, sem a necessidade de um valor inicial mais alto, pago a título de entrada.

Em compensação, os juros cobrados serão maiores, uma vez que o capital financiado será maior. Também pesa o fato de que sua renda mensal deverá ser maior, dependendo de quantas parcelas você optar por pagar.

Financiado

Quem escolhe comprar carro novo financiado pode usufruir do veículo assim que a compra é feita. Normalmente, com uma entrada de 10% do valor do carro, é possível conseguir parcelas mais suaves, embora os juros do financiamento não sejam os menores do mercado.

Da mesma forma que o pagamento financiado sem entrada, você deverá ter renda compatível com o valor da parcela, que geralmente não pode ultrapassar os 30% da renda mensal. Calcule a quantidade de parcelas de maneira a garantir juros menores e o comprometimento mínimo de seu salário.

Consórcio

O consórcio é a forma mais econômica de comprar carro novo a prazo, já que não são cobrados juros, mas sim uma taxa de administração em cima do valor total do carro.

Na verdade, essa taxa poderia até ser considerada como cobrança de juros, mas convenciona-se chamar dessa forma porque o percentual é geralmente menor do que os juros tradicionais. Confira um guia completo para se informar sobre o consórcio de carros.

A desvantagem do consórcio é que nessa forma de pagamento não é possível sair com o carro da concessionária. O veículo só será entregue após a quitação de todas as parcelas, ou mediante o pagamento de um “lance”, valor um pouco maior que, se aceito, servirá como aval para a retirada do veículo antes do seu pagamento total.

Uma terceira forma de antecipar a entrega do carro é por sorteio, em que o vencedor é contemplado com a entrega do veículo financiado ou com outros tipos de premiação.

Veja quais são os carros mais baratos para comprar por consórcio

Qual carro comprar

Carros novos para comprar

Na hora de decidir qual carro comprar, você deverá considerar os diversos fatores necessários para garantir uma compra segura.

Se sua intenção é comprar um carro popular zero quilômetro, saiba que os carros dessa categoria de entrada (os mais básicos) custam entre R$ 31.290 (preço do Chery QQ) e R$ 39.990, valor do Nissan March 1.0 Conforto.

Esses valores podem subir, caso você decida por um modelo mais bem equipado ou com garantia estendida.

Quanto posso pagar

Igualmente importante é saber quanto você poderá pagar para comprar carro novo. Se é difícil para você guardar dinheiro até conseguir o valor para pagar à vista, o ideal é se planejar para arcar com custos de financiamento, manutenção, seguro, combustíveis, estacionamento e reparos.

Em nossos cálculos, por exemplo, para manter um Chevrolet Onix sem sustos, você precisará de pelo menos R$ 4.783,82 mensais. Veja quanto custa manter um carro por mês.

Perfil do carro

O perfil do carro escolhido influencia diretamente no preço final e no custo de sua manutenção. Se for um carro popular, você não deverá ter maiores gastos com manutenção e reparos, assim como as revisões.

No entanto, se você optar por um carro mais bem equipado deverá estar ciente de que o custo para mantê-lo será maior, embora, claro, você possa contar com todos os benefícios que um veículo mais completo ofereça.

Se você tem família grande, vai precisar de carros maiores e mais espaçosos, com porta malas de maior capacidade com, no mínimo, 450 litros. Um Toyota Corolla, por exemplo, sai hoje a R$ 68.740.

Mas se seu perfil é mais aventureiro, quem sabe um SUV atenda melhor às suas expectativas. Nessa categoria, um Honda HR-V (R$ 79.990) é um ótimo modelo, já que apresenta excelente custo benefício e é o carro com a menor depreciação do Brasil.

Garantias e revisões

Normalmente, a garantia oferecida pelas montadoras é de 3 anos a partir da data da compra. Já em relação às revisões, os valores cobrados a cada 10 mil km variam bastante de uma montadora para a outra.

Se somados os valores, quando se chegar a 60 mil km você poderá gastar mais de R$ 3 mil só com revisões.

Seguro auto

Não se pode comprar carro novo sem antes fazer o seguro contra roubos e furtos. Se for um Volkswagen Gol, por exemplo, você estará comprando um dos carros mais roubados do Brasil, por isso não vale a pena deixar de contratar um seguro, usando como argumento a economia gerada com isso.

O preço de um seguro varia em função do perfil do segurado. Quem mora em áreas de grande incidência de roubos pagará mais caro do que quem mora em regiões com pouca criminalidade. No Rio de Janeiro, por exemplo, o seguro de um VW Gol pode ultrapassar a casa dos R$ 6 mil. Veja quais são os carros menos roubados do país.

Gostou? Compartilhe!
Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar