Como ser uma pessoa sem dívidas

Toda pessoa sem dívidas compartilha alguns comportamentos comuns. Por isso, para se livrar delas é bom ficar atento e seguir os sete passos simples a seguir

Como ser uma pessoa sem dívidas
Siga sete passos para se livrar das dívidas

Viver sem dívidas é o sonho de dez entre dez brasileiros, independente da renda. Se você conhece alguém que se livrou das dívidas, repare. Quer se trate de um amigo, membro da família ou colega de trabalho, toda pessoa sem dívidas compartilha qualidades semelhantes com outras pessoas sem dívidas.

Existe um padrão de comportamento em pessoas que não vivem com dívidas. É provável que esse comportamento, caso seja copiado, também te torne uma pessoa sem dívida. E, por que não?!, mais feliz.

Confira 7 hábitos comuns de pessoas sem dívidas que você pode imitar.

1. Seja mais atento

Um hábito simples que pode modificar a forma como você lida com o dinheiro é simplesmente checar seus gastos. Sim. Com uma simples organização de suas contas, quanto dinheiro entra e quanto dinheiro sai e com o que é gasto, podem ajudar a sanear suas finanças. Pode ser libertador ver que no final do mês a simples conferência ajudou a economizar bastante dinheiro.

2. Finja que ganhe menos

Sim. Pode parecer bobo, mas se você fingir que ganhe menos pode ajudar a economizar e se tornar uma pessoa sem dívidas. Vamos supor que você ganhe R$ 2 mil por mês. Ao fazer sua vida girar em torno de R$ 1,7 mil por mês você é obrigado a cortar alguns gastos supérfluos. Aquela assinatura de TV a Cabo que você mal tem tempo de ver, por exemplo. Somente com isso, teria economizado em um ano R$ 3,6 mil. Pode usar para pagar dívidas ou uma viagem.

6 coisas que fazem você gastar mais no verão

3. Saiba para onde vai seu dinheiro

Uma pessoa sem dívidas é organizada com o próprio dinheiro. Um dos motivos é que ela sabe bem o quanto ganha e como gasta. No entanto, é preciso de mais. Ser detalhista. Sim, tente entender quanto de taxa você paga no seu banco, por exemplo. Se for abusivo, mude para outro com taxas melhores. Está usando muito cheque especial? Deixou o cartão no rotativo? Veja as taxas, faça as contas, talvez seja melhor acabar com alguns desses hábitos.

4. Diga não

Você pode obter muitas ofertas tentadoras durante a semana para almoçar com colegas de trabalho ou jantar com amigos. Não tenha medo de dizer não. As pessoas sem dívidas sabem que dizer não a despesas menores pode aumentar a economia. Isso não significa que você não pode se divertir. Encontre-se com amigos no parque para uma caminhada em vez de pagar uma academia da moda ajuda, por exemplo.

5. Economize

Bem, essa é óbvia e pode soar repetitiva. É justamente o que uma pessoa sem dívidas faz: pensa no futuro. Pensar no futuro envolve guardar dinheiro. O hábito número 2 já deu ideia de como fazer isso. Mas é preciso ser mais incisivo: retire um pouco, mesmo que seja mínimo do seu salário PARA VOCÊ. Isso quer dizer literalmente. Pegue uma parte do seu dinheiro e deposite na poupança ou em um fundo e esqueça lá.

6. Tenha objetivos

Você vai achar mais fácil guardar dinheiro e se livrar das dívidas se tiver um objetivo. O que você quer? Fazer uma viagem dos sonhos? Pagar a faculdade do filho? Ter uma aposentadoria boa? Pessoas sem dívidas estabelecem metas específicas para que elas saibam para que estão se esforçando. Isso ajuda a você a manter o foco. Seja específico, determine inclusive quando e onde quer viajar por exemplo.
6 metas financeiras de ano e como conseguir

7. Valorize experiências não coisas

O consumo dá satisfação, mas é passageira. A satisfação do consumo só é saciada com outra compra e isso vira uma bola de neve. Olhe para dentro de si e veja o que realmente importa para você. Hábitos simples podem ser prazerosos e a felicidade que vem deles mais plena. Um restaurante caro pode ser trocado por uma reunião com os amigos em casa, por exemplo.
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Eduardo Pinheiro Eduardo Pinheiro

É jornalista e historiador, natural de Goiânia. Tem interesse por jornalismo cultural, jornalismo digital, temas do cotidiano e assessoria de imprensa.

Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar