8 dicas de como se virar em países em que você não fala a língua

Vai viajar para um país que você não sabe nada do idioma? Confira dicas de como se virar bem e conseguir comunicar com os nativos, mesmo sem saber o idioma local.

8 dicas de como se virar em países em que você não fala a língua
Saiba como se virar na comunicação sem palavras em países estrangeiros

GANHE O MUNDO FALANDO INGlÊSfaça um teste e descubra o seu nível

Na maioria dos países que são destinos turísticos, a população costuma falar pelo menos o básico do inglês, portanto conseguem entender e orientar os turistas quanto à perguntas simples, como: “Como chegar a tal ponto turístico?”, “Onde eu encontro um restaurante barato?”ou “Onde é o banheiro mais próximo?”. Mas há países em que o inglês não é entendido nem falado pela população local – e devemos incluir o Brasil nessa lista – portanto, o jeito é se preparar para tentar entender e ser entendido através de algumas palavras da língua local, da linguagem corporal e também abusar do auxílio da tecnologia. 

Idioma desconhecido: aprendendo a se virar em viagens ao exterior

Vai viajar para um país onde o inglês (e o português) são línguas estranhas? Com essas dicas de como se virar em países que não falam um idioma igual ao seu ficará mais simples comunicar com os locais e aproveitar o máximo da sua viagem. Confira nosso artigo e aprenda a se virar com a língua!

1. Aprenda palavras básicas da língua nativa

Aprender palavras básicas da língua do seu destino vai facilitar e muito a sua comunicação com os nativos. Por mais que você não saiba falar o idioma, ao aprender palavras básicas você irá gerar empatia com a população local pela sua tentativa de falar a língua deles e demonstra interesse pela cultura local. Você vai se surpreender como um “Obrigado”, “Por Favor” e “Com licença” ditos na língua estrangeira irá te abrir portas.

Quais palavras eu devo aprender?  As imprescindíveis são: Por favor, com licença, obrigado, de nada, me desculpe, bom dia, boa tarde e boa noite, olá e adeus. Se a sua facilidade em decorar palavras for boa e você quiser ir mais além, indicamos também: que horas são?, prazer em te conhecer, tenha uma boa semana, seja bem vindo.

2. Utilize a linguagem corporal

comosevirar


Se você não consegue se expressar com palavras, se expresse com gestos. Vale mímica, vale apontar, vale o que for possível fazer para ser compreendido com a linguagem corporal. Você tem mesmo que perder a vergonha, abordar alguém na rua que lhe pareça um nativo e contar com a boa vontade dele de entender a sua encenação. Sempre agradeça a ajuda, mesmo que a pessoa não consiga te entender. Como agradecer sem palavras? Uma boa forma é unir as palmas das mãos com os dedos para cima (como um gesto de namastê) e curvar um pouco o tronco, como fazem os japoneses. É um sinal de respeito entendido em todo o mundo como pacífico e simpático.

ECONOMIZE NA SUA PRÓXIMA VIAGEM
Receba as dicas, ofertas e informações no seu email e viaje mais barato.

3. Planeje com antecedência a sua chegada do aeroporto até a hospedagem

Após uma viagem de avião, com a burocracia dos aeroportos e a espera pela mala, os viajantes não costumam estar no seu melhor para buscar ajuda em outra língua, com mimicas e gestos. Então, o melhor a se fazer é: faça um planejamento. Procure saber qual é a melhor forma de se conduzir, o melhor meio de transporte, como comprar o bilhete (nos aeroportos, é mais provavel que consiga em inglês, mas garanta-se com pelo menos o básico da língua local), em que parte do aeroporto você irá apanhar a condução, tudo bem explicadinho. Na internet, sempre há pessoas com boa vontade para ajudar, não deixe para quebrar a cabeça na hora.

4. Use um aplicativo tradutor

comosevirar


Os aplicativos de tradução simultâneo são verdadeiros lifesavers (salvadores de vidas). O mais famoso, mais moderno e mais útil é o Google Tradutor App. Se você precisa traduzir um texto escrito – como o cardápio de um restaurante, uma placa de trânsito, as indicações de um metrô, por exemplo – basta apontar o celular com o aplicativo aberto que, com a câmera ele irá identificar as palavras e traduzir instatâneamente. Você não precisa tirar uma foto, nem digitar o texto. É rápido, eficiente e quebra o maior ganho.

Mas se você quer conversar com alguém que não fala nenhum idioma semelhante ao seu, o Google Tradutor também pode te ajudar. Você abre o aplicativo, seleciona os dois idiomas que vocês irão falar, e pronto, fala próximo do microfone e o aplicativo traduz rapidamente e diz no idioma do seu amigo, em voz alta, o que você disse no seu idioma. É quase mágica!

5. Tenha consigo um mapa de papel na língua local

Muita gente acha que os mapas de papel já não são tão úteis porque temos mapas nos celulares. Mas nós somos contra isso. Sabe por que? Porque os celulares acabam a bateria, dão bug, o mapa desaparece, você pode perder o celular, ser roubado, enfim, uma infinidade de coisas podem acontecer se você carregar o mapa só no celular. Ao andar pelas ruas com um mapa na língua local, você pode parar um nativo na rua, dizer um Olá no idioma dele e apontar para o lugar onde você quer ir. Escrito na língua deles, fica muito mais fácil dele te ajudar. Se você só tem um mapa pequenininho no seu celular escrito no seu idioma, as coisas ficam mais complicadas.

Tenha ofertas de pacotes de viagem e reservas de hospedagem de última hora na palma da mão. Baixe o app grátis e fique de olho nas oportunidades!

 

6. Use a câmera do seu celular para guardar a sua rota

Se você costuma se perder em viagens e está numa cidade que é um bocado confusa, você pode usar a câmera do seu celular para fazer a sua rota. Você vai andando e tirando foto das placas com os nomes das ruas e de lugares de referência (cafés, restaurantes, lojas, etc).Assim, na hora de voltar fica mais fácil você reconhecer os lugares! Ao chegar no hotel, apague as fotos para ter espaço para fazer novas no dia seguinte.

7. Carregue um caderninho e uma caneta

comosevirar


Suponhamos que o seu celular descarregou, você precisa de alguma coisa e sua linguagem corporal não está funcionando. O que fazer? Sentar e chorar? Não, desenhe! Vale aqui também brincar de imagem e ação. Mesmo se você não for um grande desenhista, vendo a imagem fica mais fácil de um nativo te ajudar! Há caderninhos e canetas de bolso bem pequenos que podem ser carregados na bolsa, ou mesmo no bolso.

8. Sorria sempre

Abordar alguém em um país estrangeiro, principalmente para pedir ajuda, requer um sorriso. Na grande maioria dos lugares, um sorriso é sempre bem vindo. Seja educado, seja simpático, use um sorriso e as pessoas terão prazer em te ajudar e em fazer amizade com você, mesmo que vocês não falem a mesma língua.

Desenrole a língua! Aprenda inglês rápido e definitivamente.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar