Como registrar um funcionário na sua empresa

Veja o passo a passo de como registrar um funcionário e comece já a contratar.

 Como registrar um funcionário na sua empresa
Você pode fazer sozinho ou pedir ao seu contador

Se você está quebrando a cabeça para saber como registrar um funcionário, é hora de relaxar. Pesquisamos informações do site do SEBRAE e do portal MEI sobre as melhores práticas no assunto e como devem ser feitos os procedimentos para a contratação. Veja um passo a passo de como registrar um funcionário na sua empresa e comece já a contratar sem medo de errar.

Como registrar um funcionário: passo a passo

Depois de saber como registrar um funcionário, é só pegar a prática com o hábito. Você vai ver que nem é tão difícil assim. Visite o site Calculador e conheça uma ferramenta que inclui todos os impostos e previsões geradas pela contratação de um funcionário, simulando inclusive sobre valores de benefícios. Usamos a calculadora do site e vamos fazer uma suposição para ilustrar o custo total que o funcionário terá para você, além do salário:

Suponhamos que o seu funcionário receberá R$ 1.000 brutos, sem benefícios adicionais. Quanto você pagará em impostos e provisões?

Veja como registrar uma empregada doméstica

Provisão do 13º: reserva da empresa que equivale a 1/12 do salário do empregado, destinada a pagamento de décimo terceiro salário. No exemplo dado, serão R$ 83,33 por mês;

Provisão de férias: mais uma reserva que equivale a 1/12 avos do salário. Mais R$ 83,33;

Provisão 1/3 de férias: porcentagem além do salário que é oferecida ao empregado quando este usufrui das férias anuais. R$ 27,78.

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

INSS: para efeitos de segurança social, incidem 20% de taxas sobre o salário do empregado, que devem ser pagos pelo empregador. No nosso exemplo, equivale a R$ 200.

Provisão INSS (13º e férias): R$ 15,56;

TOTAL (salário + provisões e impostos) = 1.000 + 903,33 = R$ 1.903,33.

O contrato de trabalho

O empregador deverá, primeiro, redigir um contrato de trabalho que respeite as leis trabalhistas do país. O funcionário não poderá trabalhar mais do que 44 horas semanais e deverá ter direito a pelo menos um dia de folga durante a semana. No contrato, você mencionará os direitos e deveres do seu funcionário, sempre de acordo com a lei vigente no Brasil.

Como gerir pessoas no início do seu negócio

Outra coisa para se ter em mente se quer saber como registrar um funcionário na sua empresa é o horário de trabalho, que deve constar no contrato, ainda que as horas sejam flexíveis. O pagamento nunca deve ser inferior a um salário mínimo para contratações CLT. Categorias que têm um piso salarial definido pelo estado também devem ser respeitadas. Veja modelos de contrato de trabalho na internet e tenha uma ideia aproximada de como eles costumam funcionar, para redigir o seu. Se preferir, deixe isso a critério do contador da sua empresa.

Documentos do funcionário

CTPS: Depois de ter o contrato assinado com o funcionário é hora de pedir a CTPS dele. Você não pode ficar mais do que 48h de posse da Carteira de Trabalho de um funcionário, por isso evite ultrapassar o prazo. Anote na CTPS a data de admissão, a remuneração e as condições especiais, se houver.

Sempre que houver qualquer alteração no cargo, aumentos ou quando o funcionário tirar férias e se sofrer um acidente de trabalho, é obrigação do empregador solicitar a Carteira de Trabalho para registrar todos e quaisquer eventos do tipo.

Certificado Militar: para trabalhadores do sexo masculino, maiores de 18 anos;

Certidão de Nascimento/Casamento e declaração de dependentes: para conferência de dados e verificação de dependentes do empregado, quando este declarar dependentes no seu Imposto de Renda ou para efeitos de benefícios, como assistência médica e odontológica;

Exame admissional: obrigatório para todos os empregados e empregadores, devendo ser pago pela empresa. Esse exame atesta que o trabalhador estava apto a realizar o serviço no momento em que foi admitido;

Requisição ou rejeição do VT: é de obrigação do empregador oferecer o benefício de vale-transporte ao empregado, do qual são descontados 6% do salário (em São Paulo) em caso de pedido de VT. O valor pode ser pago com cartão de transportes, em passe ou em dinheiro;

Outros documentos: RG, CPF, PIS, Certificado de Antecedentes Criminais, Título de Eleitor, comprovante de residência e de escolaridade, foto 3x4.

Encontre a conta bancária ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar