Como negociar um carro: 7 dicas infalíveis para baixar o preço

O momento de comprar um carro pode dar muito certo ou muito errado, dependendo do seu poder de negociação. Veja como negociar um carro e pagar mais barato.

Como negociar um carro: 7 dicas infalíveis para baixar o preço
Saiba como negociar um carro na hora da compra e pagar mais barato

Acesse a internet pelo celular com um plano de internet móvel.




Adquirir um veículo, envolve muita pesquisa e na hora de comprar é preciso saber como negociar um carro para ajustar ao orçamento. Quem não quer ter dores de cabeça, cerca-se de cuidados e faz tudo da melhor forma para que não haja arrependimentos. Afinal, o veículo é um bem durável, um investimento para os próximos anos e ninguém adquire um pensando em ter prejuízos, certo?

 

Um bom consumidor sabe que, apesar de parecerem inflexíveis, os vendedores geralmente rendem-se a uma negociação. Na hora de comprar um carro, é preciso saber como ser ativo no processo e não apenas aceitar as condições impostas. Mantenha posição, mostre-se interessado, mas também exigente e “marque o seu território”. Saber negociar é também aumentar as chances de economizar na compra.

 

Agende já o seu test drive
Quer comprar um carro e não quer errar? Agende um test drive em custo e sem compromisso.

Dicas de como negociar um carro

Nem sempre dá para conseguir um desconto muito bom na hora de comprar um carro, mas não custa nada tentar. Antes de levar para casa o primeiro possante que encontrar pela frente, confira dicas de como negociar um carro. Não se deixe levar pela lábia do vendedor e mostre que você também pode ser muito bom de papo.

 

1- A pressa é inimiga da negociação

Exceto em casos de urgência, geralmente a pressa não é nada benéfica. Reserve tempo e muita paciência para o processo e informe-se sobre como negociar um carro antes de comprar. Depois de receber uma primeira oferta, analise-a, compare valores. Sim, pode sempre aparecer algo melhor e não, você não precisa ficar eternamente esperando. Mas, quando o assunto é adquirir veículos, o “amor à primeira vista” pode ser uma tremenda pegadinha.


Carros mais velozes do mundo

 
 

2- Seja decidido

Existem tantas opções de carros, modelos, versões, que roda com um combustível, com os dois. Obviamente tudo isso tem um preço, que pode ser atraente ou não. Por mais variado e surpreendente que seja o mercado, é importante saber o que quer e ter decidido antes de chegar ao vendedor. A função dele é fazer com que você compre aquilo que for financeiramente mais interessante para a loja. Ir a uma concessionária sem objetivos claros é como ir ao supermercado sem lista: há uma chance enorme de levarmos algo que não era bem o que queríamos.


Os carros mais econômicos do Brasil

 
 

3- Negocie a versão completa

Se pretende comprar um carro com acessórios, o melhor é incluí-los logo na negociação. Dependendo da capacidade de barganha do comprador e do modo de pagamento, ele pode conseguir até alguns extras, como o alarme, por exemplo. Mesmo que não leve de brinde, um belo desconto nesses opcionais é possível. Essa acaba por ser uma opção vantajosa para quem pensa no futuro. Na hora da revenda, o que vale é o preço pelo qual o carro foi comprado. Ou seja, se o veículo foi adquirido totalmente “limpo” e os acessórios incluídos depois, esse investimento posterior não influenciará no valor de mercado.

 
 

4- A forma de pagamento faz diferença

Isso parece um pouco óbvio, mas essa é a regra de ouro de como negociar um carro: quem paga à vista tem muito mais chances de conseguir um bom desconto. Esse consumidor está no direito de barganhar ao máximo, sem extremismos, claro, mas está comprovado que a redução pode chegar a até 15% do valor original. Para compras à prazo, financiamentos, por exemplo, as possibilidades nesse sentido são bem mais reduzidas.


Os 5 carros menos poluentes

 
 

5- Atenção às versões

É normal que, com um mercado tão dinâmico, um mesmo veículo tenha uma versão a cada ano praticamente. Quem pensa em comprar um carro zero, mas não se importa de ter um modelo menos atual, digamos assim, pode ter mais sucesso ao negociar versões anteriores. Mesmo que o preço não esteja muito diferente, argumente com o vendedor sobre a depreciação do veículo.


Os carros mais bonitos do século

 
 

6- Usando a concorrência a seu favor

As concessionárias fazem os seus preços com base no que é praticado no mercado. Por isso, precisam sempre de estarem atentas ao que as rivais estão anunciando. Tire proveito dessa rivalidade na hora de negociar o seu possante. Peça orçamentos nas lojas que tem em vista, sempre com as mesmas características: opcionais, número de parcelas (se for o caso), entrada, etc. Use-os como arma na hora de fazer a barganha. Se o concorrente pode oferecer aquelas condições, por que este vendedor também não pode?

 
 
 

7- Vá no tempo certo

Se você reparar bem, geralmente as promoções nas concessionárias aparecem no início do mês. Essa acaba por ser uma época mais difícil de barganhar, uma vez que os descontos já estão supostamente em alta. Prefira abordar os vendedores no fim do mês, pois a chance de uma negociação mais favorável é maior.

 
Já pensou em poupar fazendo um consórcio de carros? Veja como é fácil.
 

Leia também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar