Como investir na bolsa de valores: veja o passo a passo

Veja passo a passo como investir na bolsa de valores. Saiba que não existe valor mínimo para investir, mas o serviço da corretora influencia no valor investido.

Como investir na bolsa de valores: veja o passo a passo
Veja como investir na bolsa de valores com pouco dinheiro

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

Quem já se perguntou como investir na bolsa de valores e chegou à conclusão de que era muito complicado, precisa saber que investir é mais simples do que parece. Na realidade, o investidor pode contar com a ajuda especializada de profissionais que atuam nessa área. No Brasil, as ações são negociadas na Bovespa e com acesso à internet é possível investir na bolsa de valores sem sair de casa, apenas com o uso de ferramentas como o Home Broker - disponibilizada pelas corretoras.

Como economizar no seu dia a dia

Como investir na bolsa de valores


1. Defina um objetivo

A primeira coisa a pensar é no que pretende obter com o dinheiro do investimento. Se será uma casa, um carro novo ou uma viagem e quanto precisará ter para realizar o objetivo pretendido. Pense em quanto tempo será preciso para que o investimento dê o retorno esperado, ou seja, quanto tempo tem para que o dinheiro renda.

2. Decidir como investir

Se ainda não sabe como investir na bolsa de valores, veja como funciona cada modalidade de investimento: 

  • Compra direta de ações - A pessoa escolhe as ações que pretende comprar e comunica a decisão à corretora. As ações são como se fossem "pedaços" de uma grande empresa, então na prática, quem compra ações torna-se sócio dela.
  • Fundos de Índices(ETFs) - São fundos de investimento em índice com cotas negociadas em bolsa ou mercado de balcão organizado.
  • Clubes de Investimento - Funcionam com a união de um grupo de pessoas que querem investir. Nessa modalidade de investimento, os ganhos e perdas são dividos proporcionalmente entre os membros, considerando o valor investido por cada um.
  • Fundo de Investimento em Ações - Através de uma Corretora ou um banco, o investidor compra cotas de fundo de ações utilizando os recursos de um fundo de investimento destinado a este fim.

Como fazer um consórcio de serviços e os mais comuns

3. Encontre a melhor corretora

QUER INICIAR O SEU PRÓPRIO NEGÓCIO?
Cadastre-se e receba as melhores dicas, informações e oportunidades para investir no negócio próprio.

Primeiro é preciso entender como investir na bolsa de valores com a ajuda de uma corretora, e o  papel que ela desempenha. A corretora ajuda na escolha das ações, considerando o objetivo financeiro.

Também é quem dá o suporte necessário que o investidor precisa, isso inclui o fornecimento de serviços facilitadores como o home broker (investimento via internet). Além disso, a corretora faz recomendações de ações, avisa sobre novos produtos no mercado e informa sobre o recebimento de dividendo e outros bônus.

Na hora de escolher uma corretora ideal, o melhor é contactar algumas corretoras e perguntar sobre os serviços oferecidos e os custos de serviço. No site da Bovespa é possível fazer uma busca por contactos de corretoras.

4. Abrir a conta

Para dar início aos investimentos, primeiro será preciso abrir uma conta para contratar a Corretora. Para isso, basta fazer um cadastro semelhante à abertura de uma conta em banco. Será necessário apresentar a cópia do CPF, RG e comprovante de residência. Alem disso é preciso preencher e assinar o termo de adesão e contrato de intermediação e a Ficha cadastral.

5. Conheça as taxas

Taxa de corretagem: a Bovespa define essa taxa como o valor cobrado pelas corretoras pelo acesso ao mercado. Dependendo da corretora, pode ser uma porcentagem da operação realizada ou um valor fixo.

Taxa de custódia: é o valor cobrado pela guarda das ações pela Bolsa e pelos serviços prestados pela Corretora. Esse valor é cobrado mensalmente e varia de acordo com a corretora, sendo algumas oferecem gratuitamente.

Como traçar metas financeiras de acordo com os seus planos

6. Escolha as suas ações

Converse com a corretora para obter aconselhamento, pois elas contam com especialistas que acompanham e analisam as empresas e o mercado. Elas podem recomendar quais ações comprar, bem como a quantidade e o momento certo para investir.

É importante conhecer a empresa em que pretende investir, comprando ações. Para isso procure conhecer suas estratégias e perspectivas de crescimento no setor onde atua. O site da Bovespa disponibiliza um "formulário de referência" em que é possível consultar a saúde financeira da empresa onde pretende investir.

Dá pra investir na bolsa de valores com pouco dinheiro

Não há um valor mínimo determinado para começar a investir na bolsa. Portanto, é possível comprar ações com pouco dinheiro. O valor para começar a investir varia conforme o preço das ações que deseja comprar e também das taxas cobradas pela corretora escolhida.

Uma boa opção para quem está começando e pretende investir pouco dinheiro, é participar de um Clube de investimento. Assim, os riscos são minimizados uma vez que tanto os ganhos quanto as perdas são dividas proporcionalmente entre os membros.

É importante saber que, normalmente, o Imposto de Renda sobre ganhos com ações é de 15%. Sendo que, são isentos os ganhos provenientes de investimentos que vendam menos do que R$ 20.000,00 num determinado mês.

Encontre a conta bancária ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Poliana Oliveira Poliana Oliveira

Nasceu em Brasília, cresceu em Goiânia e vive há oito anos em Portugal. Formada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Trabalha na área de Marketing Digital. Adora cães, cinema, dança e viagens.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar