Crédito para viajar: como funciona

Na tentativa de manter o turismo nacional em alta, o Ministério do Turismo investe em crédito para viajar. Saiba como funciona e se o empréstimo vale a pena.

Crédito para viajar: como funciona
Conheça o crédito para viajar e parcele suas viagens em até 48x

GANHE O MUNDO FALANDO INGLÊSfaça um teste e descubra o seu nível

Com os diversos empecilhos gerados pela crise financeira, os setores afetados sentem a necessidade de inovar. Sendo assim, na tentativa de manter o turismo nacional em alta, o Ministério do Turismo vêm buscando inserir crédito para viajar a disposição da população e diversos bancos já oferecem este serviço. Saiba como funciona.

Confira também como funciona o consórcio de serviços

Crédito para viajar: como solicitar?

Por iniciativa do Ministério do Turismo, o viajante passou a ter uma linha especial na Caixa Econômica Federal. Este investimento, principalmente no turismo nacional está relacionado aos últimos e próximos eventos que cercam o país: Copa do Mundo, Olimpíadas e, claro, a alta do dólar, que acabou por mudar o destino de muitos brasileiros que planejavam viagens ao exterior.

Além do estímulo a viagens pelo Brasil, a iniciativa visa incentivar os brasileiros a conhecerem o país e permitir que empresários invistam no ramo de turismo. No entanto, o crédito para viajar não se limita apenas ao território nacional. Veja alguns exemplos:

Crédito para viajar da Caixa Econômica Federal

Além do plano de Crédito Direto ao Consumidor (CDC) que já é encontrado em outras instituições financeiras, a Caixa oferece também os Cartões Turismo, com vantagens diferenciadas para cada finalidade. 

No sistema CDC, o cliente pode solicitar uma linha de crédito entre Crédito de R$ 300,00 a R$ 30.000,00, podendo pagar em até 24 vezes sob uma taxa de juros de 4,37% ao mês. O limite é pré-aprovado e as parcelas são debitadas diretamente na sua conta, no dia em que você recebe o salário ou benefício do INSS. Simule aqui

Já nas facilidades dos Cartões Turismo, as vantagens se tornam mais atrativas. Disponíveis nas modalidades Melhor Idade, Nacional, Internacional, Gold e Platinum, o cliente escolhe o perfil que se encaixa. No Cartão Turismo Nacional, por exemplo, é possível parcelar passagens aéreas e pacotes turísticos nacionais em até 48 vezes, pagar suas compras e demais despesas de viagem em até 40 dias sem juros e ainda aproveitar de um sistema rotativo de financiamento, no qual você pode pagar qualquer valor entre o mínimo e o total da fatura, ficando o restante para os meses seguintes.

O valor mínimo de limite do Cartão Turismo Nacional é de R$ 500. Para saber sobre as demais modalidades, acesse as informações no site da Caixa. 

Crediário Banco do Brasil

O crediário que o Banco do Brasil oferece segue moldes bastante parecidos com o oferecido pela Caixa. Nele, com o uso do cartão Ourocard, o cliente pode parcelar a compra de pacotes turísticos, passagens aéreas, hotéis, pousadas, chalés, aluguéis de automóveis, entre outros, em até 48 vezes, sendo o valor limite de R$ 10 mil.

ECONOMIZE NA SUA PRÓXIMA VIAGEM
Receba as dicas, ofertas e informações no seu email e viaje mais barato.

Neste sistema, você define o prazo que quer pagar e as prestações são debitadas mensalmente em sua conta corrente, na data escolhida, sem influenciar no limite do cartão de crédito. No entanto, o prazo escolhido afeta a taxa de juros, sendo elas as seguintes:

De 02 a 03 meses: 3,21% ao mês
De 04 a 12 meses: 3,60% ao mês
De 13 a 24 meses: 3,66% ao mês
De 25 a 48 meses: 3,70% ao mês

Em 2014, foi concedido cerca de R$ 1,14 milhão em créditos a correntistas, um gasto médio de cerca de R$ 3.400 por pessoa. Para fazer a simulação do seu crédito para viagem, clique aqui

Pacote de Viagem Bradesco

Disponível para viagens nacionais e internacionais, o Bradesco também oferece uma linha de crédito para viajar.

Na proposta do banco, o cliente pode financiar até 70% do valor da passagem ou pacote de viagem, permitindo um pagamento em até 48 meses (com débito automático em conta corrente), parcelas a partir de R$ 20. Já a taxa de juros, ainda é a maior entre os demais, com 5,98% ao mês, além da necessidade de efetuar uma entrada de 30% do valor total. 

Faça a simulação do seu financiamento clicando aqui.

Afinal, vale a pena utilizar crédito para viajar?

Muitas vezes, viajar não está somente atrelado ao descanso ou a dar-se ao luxo de algo. Quando se trata de viagem, o planejamento vai muito além do racional. Ele envolve sonhos e busca a primeira oportunidade para concretiza-lo. Porém, é importante avaliar sua condição financeira e questionar se este é o momento exato de fazer uma viagem, para que suas economias não se tornem um pesadelo quando retornar.

Faça o questionamento e lembre-se que os gastos para viajar não se prendem somente ao pacote da passagem aérea e hospedagem. Gastos adicionar devem ser colocados na ponta do lápis e também ponderados. Sendo assim, se a situação financeira não está favorável, reflita e opte por começar a liquidar as dívidas ou guardar uma quantia por mês para não arruinar a vida pós viagem.

Ganhe um tablet para aprender inglês online e conversar sem medo nas viagens internacionais.


Veja também: 

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar