Técnica Pomodoro: método promete aumentar a produtividade

Que tal trabalhar menos horas por semana e de forma mais produtiva? Saiba como, utilizando a técnica Pomodoro de gerenciamento de tempo.

Técnica Pomodoro: método promete aumentar a produtividade
Veja como estudar e trabalhar melhor com a Técnica Pomodoro

Você conhece a técnica Pomodoro? É um método de gerenciamento de  tempo para aumentar a produtividade e a qualidade do seu estudo e trabalho. Saiba como esse método pode te beneficiar fazendo com que você trabalhe ou estude melhor, gastando menos tempo para isso.

O que é a técnica Pomodoro?

 A técnica Pomodoro foi desenvolvida pelo italiano Francesco Cirillo na década de 80 com o intuito de melhorar a produtividade de seus estudos durante a faculdade. Ao perceber que sua concentração ficava difusa com as interrupções que ele próprio ou outras pessoas faziam, e que elas atrapalhavam sua concentração, ele resolveu criar um método de estudo que funcionou muito bem e se tornou famoso em todo o mundo.

A técnica tem esse nome por causa daqueles timers (contadores de tempo) típicos de culinária em formato de tomate que se usa muito na cozinha italiana. Cada pomodoro (que significa tomate em italiano) dura 25 minutos e ele utilizou esse tempo para dividir as tarefas do dia em pequenos blocos de extrema concentração, alternados com períodos de relaxamento.

A técnica, que inicialmente foi desenvolvida para melhor os estudos na faculdade, é hoje considerada eficaz para todo tipo de estudo e também de trabalho, visto que a maioria das pessoas trabalha melhor com pequenas pausas e períodos de concentração intensivos.

Os objetivos da técnica Pomodoro são:

  • Aumentar sua concentração
  • Aumentar sua produtividade
  • Diminuir as interrupções
  • Perceber quanto tempo você demora em cada tarefa
  • Aliviar sua ansiedade
  • Ganhar mais tempo para você

Como funciona a técnica Pomodoro?

Para fazer a técnica Pomodoro você vai precisar de:

  • 1 contador de tempo – como aqui no Brasil esses timers não são tão comuns, pode-se usar o cronômero ou alarme do seu celular, ou ainda aplicativos que te ajudam a gerir o tempo (há indicações de aplicativo no fim do artigo)
  • 1 caderno – ou uma folha em branco
  • 1 caneta
  • Seu material de trabalho ou estudo

Passo-a-passo para aplicar a técnica Pomodoro

tecnicapomodoro


1º Crie uma lista de tarefas para o dia

Ser organizado é muito importante na técnica Pomodoro. Você deve, no início do seu dia, criar uma lista de tarefas que você precisa realizar.  Você pode utilizar o papel e a caneta para fazer uma lista manual ( o que nós recomendamos), como pode fazer uma lista virtual no Excel, no Word, no celular ou como você achar melhor. O importante é ter a lista em mãos perto de você. É importante também, deixar um espacinho entre uma atividade e outra, caso surja alguma atividade não planejada que você precisa cumprir.

2º Execute as tarefas

Primeiro Pomodoro: Escolha uma tarefa da lista, arme o alarme (ou o aplicativo)  para daqui 25 minutos e mãos à obra. Nesse período de 25 minutos você deve ter atenção total àquilo que está executando. Foco e determinação, nada de dar uma olhadinha no Facebook ou responder uma mensagem no Whatsapp. As suas interrupções vão atrapalhar a sua concentração, e as distrações externas também. Faça a sua tarefa da melhor maneira possível, sem se distrair. Quando o alarme soar, hora de descansar. Mesmo se você não tiver terminado a tarefa e mesmo que falte muito pouco para acabar, é hora de dar uma pausa. Você irá continuar essa atividade no próximo pomodoro.

Primeiro intervalo: Você vai fazer um intervalo de 5 minutos de descanso, que também deve ser programado para o relógio te avisar quando esse intervalo acabar. Aqui o indicado é que você se levante, dê uma volta, dê uma alongada, tome um café, beba água, vá ao banheiro ou faça outras atividades. Se for muito irresistível, dê aquela checada do celular e nas redes sociais, mas cuidado com o tempo.

Segundo Pomodoro: Funciona da mesma maneira. Você pode aqui terminar a primeira tarefa que começou ou começar uma nova, tudo seguindo as mesmas regras de não interrupção e total foco para aumentar a sua produtividade. Não se esqueça de armar o seu relógio para não ultrapassar o tempo de 25 minutos.

Segundo intervalo: Hora de relaxar de novo. Mais 5 minutos de descanso. É importante realçar que mesmo que você tenha vontade de dar um pulo no banheiro ou fazer uma ligação urgente durante o Pomodoro, tente não fazer, a não ser que seja mesmo inadiável. É melhor fazer todas as atividades que não façam parte da tarefa dentro dos seus 5 minutos de intervalo.

Terceiro e Quarto Pomodoro e intervalo longo: Funcionam exatamente da mesma maneira, com o intervalo de 5 minutos no meio. A diferença é que, após 4 pomodoros completos o intervalo deverá ser mais extenso: entre 15 e 30 minutos, como você preferir (ou a urgência do seu trabalho exigir).  Depois do seu período de relaxamento mais longo, volte ao primeiro Pomodoro e recomece a técnica.

3º Vá riscando as tarefas já cumpridas

É importante que você vá atualizando a sua lista mostrando a si mesmo quais tarefas você já cumpriu. É extremamente prazeroso riscar as tarefas – por isso a lista em papel é melhor! Você acaba de riscar todas as tarefas da lista e sente o prazer de dever cumprido e ainda percebe o quanto você otimizou o seu tempo

Esse vídeo mostra passo a passo como fazer a técnica de forma bem didática: 
 


O que é considerado como uma interrupção na Técnica Pomodoro?

Uma olhadinha no celular ou um bom dia a um colega é uma interrupção? Segundo Francesco Cirillo você deve gerenciar as interrupções. Existem dois tipos de interrupção: as internas e as externas:

Interrupções internas

São aquelas causadas por nós mesmos. Aquela vontade de conferir o celular, uma pausa para brincar com o cachorro, a lembrança de que tinha que ligar para um colega com urgência, aquela “viajada na maionese” que nós fazemos de vez em quando. Essas são as interrupções que nós podemos e devemos administrar. Se você, no meio de um Pomodoro, lembrou-se que precisa ligar para um amigo, anote no meio das atividades do dia na sua lista – como uma atividade não planejada – e execute em outro pomodoro ou durante o intervalo. Não interrompa aquilo em que você estava focado para fazer isso.

Interrupções externas

Essas são mais difíceis de controlar. São as interrupções que outras pessoas fazem durante o seu Pomodoro. É claro que você não pode cortar qualquer pessoa que venha falar com você, pois o que ela precisa pode ser importante. Mas deixe claro às pessoas ao redor que você está utilizando essa técnica para trabalhar/estudar melhor e que em X minutos poderá atendê-lo no seu intervalo, se não for tão urgente. Dar um bom dia a um colega é importante, você precisa manter os seus laços sociais, mas procure não perder foco com uma continuação de conversa como: “Bom dia, tudo bem? Como foi o fim de semana?”. Basta isso para acabar com toda a concentração e um Pomodoro completo.

Segundo o Francesco Cirillo, a maioria das interrupções podem ser deixadas para depois, porque dificilmente alguma coisa é tão urgente que não pode esperar um pomodoro terminar.

Regras para que o Pomodo funcione bem

Para que a técnica seja eficaz, Francesco Cirillo criou algumas regras:

  • Apenas uma tarefa deve ser realizada em cada Pomodoro.
  • Um Pomodoro não deve ter menos de 25 minutos. Se você terminar antes, deve revisar a tarefa.
  • Um Pomodoro não deve ter mais de 25 minutos. Mesmo que você sinta que falta apenas alguns minutos para o término da tarefa, ainda assim deve realizar a pausa e terminar a tarefa no próximo pomodoro.
  • Um Pomodoro interrompido deve ser anulado, independente do momento em que foi interrompido. Por exemplo, se aos 8 minutos do seu Pomodoro você precisou atender a uma ligação urgente, termine a ligação e recomeçe o Pomodoro (25 minutos) todo de novo.

Perceba os resultados

A maioria das pessoas que utilizam essa técnica conseguem bons resultados, porque são capazes de perceber, entre outras coisas:

1. Quanto tempo precisa para realizar cada tarefa
2. Perceber quais são as suas maiores distrações e saber como evitá-las
3. Descobre que consegue fazer as mesmas atividades de sempre em muito menos tempo

Apps para ajudar a praticar a Técnica Pomodoro

tecnicapomodoro


Existem aplicativos que facilitam a vida de quem quer utilizar essa técnica e não precisa ficar toda hora marcando no relógio o tempo dos pomodoros e intervalos. São práticos, fáceis de utilizar e gratuitos:

Para IOS: Pomodoro Time
Para Android: Pomodoro Simples

Nem tudo são flores

Por mais que a técnica Pomodoro seja muito interessante, nem todas as pessoas se adaptam bem à ela. Veja por que:

  • Nem todas as atividades são bem realizadas em 25 minutos. Muitas pessoas fazem adaptações aos Pomodoros para mais ou menos tempo dependendo do quanto tempo elas conseguem ficar focadas para realizar uma tarefa.
  • Nem todo mundo consegue descansar bem em 5 minutos. As vezes, se a tarefa foi muito exaustiva, 5 minutos não são o suficiente para relaxar. Como o método é muito rígido, algumas pessoas não se adaptam.
  • O interromper uma tarefa porque soou o alarme do fim do Pomodoro também incomoda algumas pessoas que acabam burlando essa regra e ficando alguns minutinhos a mais (quando falta pouco para terminar a tarefa) ou alguns minutinhos a menos (quando termina a tarefa antes dos fim dos 25 minutos).
  • Para atividades que exijam um esforço criativo maior, como fazer uma redação, esse método pode não funcionar. A “inspiração” nem sempre aparece na hora que a gente quer, muito menos quando o tempo é limitado a 25 minutos. Estender esse prazo pode dar mais certo, uma vez que as próprias bancas dos vestibulares recomendam reservar no mínimo 1 hora para a produção do texto.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar