Como funciona a conta poupança

Entenda como funciona a conta poupança e se vale a pena investir as suas economias nessa modalidade.

Como funciona a conta poupança
Um pequeno guia para ficar expert em conta poupança

No fim do mês? Sobra alguma quantia do seu salário? Se a resposta for sim, ótima notícia para uma época de incertezas. O consumidor que pensa em poupar uma quantia por mês, seja para planos futuros ou para resgates emergenciais, precisa saber como funciona a conta poupança. Deixar a sobra de dinheiro na conta corrente não é uma solução inteligente, porque não rende e não cobre a inflação. Mas será que a poupança fica muito à frente nesse assunto?

A resposta é sim. Mesmo que não renda valores astronômicos, a conta poupança ainda vai render, em 2015, pouco mais do que a inflação medida pelo IPCA. O consumidor só vai precisar ficar com um pé atrás em relação ao investimento, quando a caderneta não for capaz de suprir a alta dos preços. Veja como funciona a conta poupança e quais as vantagens – ou não – desse tipo de investimento.

Conheça os cartões de crédito com anuidades mais baratas do Brasil

Como funciona a conta poupança: as taxas

A poupança de todos os bancos opera com uma taxa padrão de TR + 0,5%. A TR é a taxa referencial, que gira em torno dos 0,16 praticamente todos os meses. No total, o rendimento médio da poupança é de aproximadamente 0,61% ao mês.

Em casos especiais, quando a taxa Selic estiver abaixo dos 8,5% ao ano, a poupança paga 70% da Selic, para os depósitos feitos a partir de 4 de maio de 2012. O fenômeno nunca aconteceu e a Selic se mantém nos 14,25%a.a. em 2015. Caso isso um dia venha a acontecer, a poupança poderá ser um dos investimentos mais rentáveis para o consumidor.

Como abrir uma conta poupança

Atualmente, quando o cliente pede a abertura de uma conta corrente, a maioria dos bancos integra uma conta poupança ao mesmo CPF, sendo possível acessá-la pelo mesmo login na internet. Por isso, se você já tem uma conta corrente aberta a partir de 2011, procure saber com o seu banco – acessando a sua conta via internet ou entrando em contato via telefone – se a sua conta corrente já tem a poupança integrada. Se sim, é possível começar a fazer os depósitos desde já. Caso contrário, para abrir uma conta poupança você precisa ir até uma agência bancária do seu banco de preferência munido de:

  • Documento de identificação com foto
  • CPF
  • Comprovante de residência (conta de água ou luz, preferencialmente)

O cliente tem direito a abrir uma conta só para a esta finalidade, se desejar, sem a necessidade de abrir uma conta corrente. Esse tipo de conta dá direito a um cartão de débito, e não concede limites de crédito ou cheque especial nem empréstimos.

Veja como pagar menos pela anuidade do cartão de crédito

Liquidez da conta poupança

Para que o banco pague a TR + 0,5% ao mês, o cliente deve deixar o dinheiro na poupança até que faça “aniversário”, como é chamado pelos bancos o período superior a 30 dias desde a colocação do dinheiro na caderneta. Se o cliente retirar o dinheiro, por exemplo, no vigésimo nono dia, a poupança não irá pagar os juros proporcionais – e não pagará nada. Por isso, tenha sempre em mente que o dinheiro que foi depositado na poupança deve ficar lá por pelo menos 30 dias antes de ser retirado para que você receba a correção mensal.

Sempre que fizer um resgate da conta poupança, o dinheiro retirado será a partir do último aporte, para garantir que o cliente não tire dinheiro que já fez aniversário desnecessariamente. Caso o cliente queira que os saques sejam feitos a partir dos primeiros aportes, deve contatar a instituição bancária e fazer o pedido.

Vale a pena ter uma conta poupança?

Depois de entender como funciona a conta poupança, vamos explicar o conceito de inflação usando como base a taxa medida pelo IPCA, feita pelo IBGE. IPCA é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo. Os pesquisadores consultam mais de 28 mil estabelecimentos e medem a variação nos produtos e serviços básicos adquiridos pelas famílias com renda entre 1 e 40 salários mínimos. Então, um aumento nos preços dos produtos e serviços básicos vai exigir que o consumidor pague mais por um produto, mesmo ganhando o mesmo. Com base nessas variações, é medida a taxa de inflação.

 O  IBGE estima que terminaremos o ano de 2015 com uma inflação de 5,58%no período. Considerando que a poupança paga aproximadamente 6% ao ano, é fácil concluir que, mesmo que a poupança renda juros ao consumidor, talvez não compense o investimento para ter um ganho de menos de 0,5% ao longo do ano.

O dinheiro que foi investido na conta poupança vai valer menos mês a mês, e a poupança precisa ser atrativa o suficiente para cobrir a inflação. Trocando em miúdos, a poupança é vantajosa para quem não quer que o dinheiro perca valor, mas também não espera uma renda extra proveniente da caderneta.

Saiba quais são os serviços bancários gratuitos que todo cliente tem direito

Vantagens da conta poupança

Quem não quer se arriscar ou não tem o valor suficiente para fazer aportes em outros tipos de investimentos, e ainda assim não quer deixar um valor parado na conta corrente, pode optar pela poupança, mas sem esperança de que obterá algum rendimento extra com isso. Como já explicado, ao final de um ano o dinheiro terá rendido quase tanto quanto a inflação.

No entanto, o que é bom na conta poupança é a liquidez: o cliente pode movimentar o dinheiro sempre que desejar, tendo em mente que, se resgatar um valor antes do trigésimo dia não receberá as correções. Outra vantagem é a isenção de imposto de renda, o que difere a poupança de outros investimentos. Quem declara IR, tem um dinheiro parado que não é suficiente para um investimento ou quer apenas valorizá-lo de acordo com a inflação, pode apostar na poupança e ficar tranquilo.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar