Como financiar uma casa: saiba o que é preciso

Saiba como financiar uma casa e os documentos necessários para correr a documentação.

Como financiar uma casa: saiba o que é preciso
Veja o que você precisa para financiar um imóvel próprio

Procurando saber como financiar uma casa? Esse é um daqueles assuntos para os quais temos muitas respostas. Confira o artigo que elaboramos para sanar as suas dúvidas a respeito do financiamento imobiliário e os critérios de avaliação de crédito comumente aplicados pelas instituições financeiras. O primeiro passo para atingir o sonho de ter o próprio imóvel é estar com as contas em dia e com a certeza de que terá um compromisso mensal que vai pesar no orçamento por certo tempo.

Como financiar uma casa em um banco: passo a passo

Poucas decisões são tão marcantes como financiar uma casa. Dependendo do período do contrato, é um compromisso mensal que pode durar vários anos – e passível de quitações antecipadas se o comprador tiver o valor total do restante do financiamento em mão.

Quando o comprador procura como financiar uma casa, é geralmente nos bancos que o contrato é feito. Os bancos analisam o crédito do cliente mediante a apresentação de documentos de comprovação de renda e estado civil e libera o crédito ao comprador e o valor integral do imóvel ao vendedor.

Leasing imobiliário: vantagens e desvantagens

Diversos bancos oferecem o serviço de financiamento. O que vai variar entre cada um deles são as taxas de juros praticadas, o valor máximo a ser financiado e a duração do contrato, que pode ser de até 360 meses. Depois de escolher uma instituição financeira, o passo seguinte é ir até uma agência do banco escolhido e verificar como financiar uma casa, entregando os documentos necessários para dar entrada no processo de avaliação de crédito.

Ser cliente do banco e mostrar-se um bom pagador é um critério levado muito em conta na avaliação do crédito e das taxas de juros. Por isso, se você sempre teve o nome limpo com aquela instituição, é válido pedir o crédito ao banco no qual tem conta e contar com condições melhores.

Documentos para avaliação de crédito

Os bancos podem pedir documentos adicionais, mas, em geral, têm uma lista padrão do que deve ser entregue no momento de solicitar o financiamento. Existem condições diferentes para cada tipo de cliente: solteiro, casado, em união estável, prestador de serviços etc. Confira abaixo quais são os documentos que o banco irá solicitar para avaliar o crédito:

  • Solteiros: cópias e originais do RG, CPF e cópias do holerite, comprovante de estado civil e Renda (e Imposto de Renda, quando for o caso).
  • Casados: cópias e originais do RG e CPF do casal, cópia dos holerites, comprovantes de renda e comprovante de estado civil.
  • Autônomos: os autônomos, que trabalham sob o regime PJ, devem comparecer ao banco munidos de RG, CPF, comprovante de estado civil e o comprovante de renda pode ser o contrato de prestação de serviços fornecido pela empresa contratante.
  • Trabalhadores rurais, ambulantes, cabeleireiros, freelances: os trabalhadores que não têm contrato de trabalho e recebem por comissão, ou os trabalhadores rurais, podem ter que entregar documentos específicos que ficarão a critério do gerente da agência do banco escolhido, após o preenchimento de uma ficha de interesse em como financiar uma casa.

Na avaliação de crédito, o banco irá analisar os documentos entregues e verificar a capacidade do comprador (ou dos compradores) de arcar com o valor das parcelas mensais. É importante destacar que o critério aplicado pela maioria das instituições é de que o valor do financiamento não supere 30% da renda bruta do comprador ou, no caso dos casais, da soma das duas rendas.

Avaliação do imóvel

Depois de correr a documentação e ter o crédito liberado, um engenheiro ou arquiteto enviado pelo banco vai fazer uma avaliação do imóvel para confirmar se o valor pedido confere com o crédito solicitado. Então, o banco elabora o contrato e as duas partes (comprador e vendedor) devem assinar o documento e registrá-lo no cartório. Em seguida, a agência bancária libera o financiamento do comprador e paga o valor integral a quem vendeu o imóvel.

Outras opções

Na aquisição de imóveis, o cliente pode optar por usar o seu Fundo de Garantia integral como entrada. Além disso, os financiamentos feitos sob o sistema Minha Casa, Minha Vida ou FSH não podem ter taxas de juros superiores a 12% ao ano. Outra forma de como financiar uma casa é diretamente com a construtora. Essa opção tem mais flexibilidade de negociação de taxas de juros por não ter o intermédio do banco, mas pode não ser tão segura para o comprador.

​Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar