Como financiar IPVA atrasado

Financiar IPVA atrasado é possível, mas gera multas. Veja como proceder para parcelar este imposto e não aumentar sua dívida.

Como financiar IPVA atrasado
Apesar de gerar multas, é possível financiar IPVA atrasado.

O Imposto sobre Veículos Automotores (IPVA) é cobrado à todos os proprietários uma vez por ano  - entre Janeiro e Março. Seu valor pode ser parcelado ou pago à vista, com desconto. O motorista que anda com o carro sem os impostos pagos, corre o risco de receber multa e ter o veículo apreendido.

Financiar IPVA atrasado pode ser a única solução quando não se consegue pagar as parcelas dentro do prazo. Saiba quais os procedimentos para regularizar a situação do veículo. 

Como financiar IPVA atrasado

Para regularizar o IPVA vencido o proprietário do carro terá de pagar multa de 20% sobre o valor original do imposto e até 1% por cada mês de atraso. Para financiar IPVA atrasado é preciso, primeiramente, acessar o site do Detran do seu estado e consultar as pendências do veículos. Em seguida: 

1. Informe o número da placa e do Renavam do veículo no site da Secretaria da Fazenda, na página voltada ao IPVA;  

2. Com os dados preenchidos, solicite a emissão de uma nova guia de pagamento;

3. A nova guia será emitida com os juros e correções monetárias atualizadas. Com ela em mãos, basta fazer o pagamento num banco ou casa lotérica.

Se pretende financiar IPVA atrasado que não seja do ano corrente, pode ser necessário contatar o Ministério da Fazenda para solicitar a renegocição. Alguns estados disponibilizam esta opção no site.

Veja também: Saiba como calcular o valor do IPVA 
 

Vantagens de pagar dentro do prazo

Confira as vantagens de pagar à vista ou parcelado
  • Parcela única: É concedido um desconto de 5% para quem paga o IPVA de uma só vez em Janeiro.
  • IPVA parcelado em três vezes: Se cumprir o prazo do parcelamento, entre Janeiro e Março, não terá de pagar juros.


Multas e Juros aplicados no IPVA atrasado

  • Ao atrasar o pagamento, será cobrada multa por cada dia de atraso. As taxas variam conforme o Estado;
  • Mais de 60 dias de atraso correspondem a 20% a mais no valor do seu IPVA. No caso de um carro cujo o imposto é de R$1000, ao atrasar o pagamento por dois meses, terá de pagar o total de R$1.200,00; 
  • Ao ser parado numa Blitz, o Código Brasileiro de Trânsito determina que o motorista que não estiver com os documentos em dia perderá sete pontos na CNH, além de ser multado; 
  • É preciso pagar o IPVA para conseguir fazer o licenciamento. Com o carro não-licenciado, o motorista corre o risco de ter o veículo apreendido. Além disso, terá de quitar o IPVA, pagar os juros e multas cabíveis e ainda pagar pelos dias em que o carro ficar parado no pátio do Detran
Veja também: Pagar IPVA à vista é melhor opção para finanças pessoais

Gostou? Compartilhe!
Poliana Oliveira Poliana Oliveira

Nasceu em Brasília, cresceu em Goiânia e vive há oito anos em Portugal. Formada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Trabalha na área de Marketing Digital. Adora cães, cinema, dança e viagens.

Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar