Como estudar para concurso: os métodos mais eficientes

Se está entre os candidatos que procuram metodologias para se saírem bem, fique de olho nas dicas de como estudar para concurso público e realize seu sonho.

Como estudar para concurso: os métodos mais eficientes
Veja como estudar para concurso público de maneira simples e muito eficaz

Cada vez mais aumenta a frequência de pessoas que abrem mão do vestibular para se dedicarem aos concursos públicos. Os chamados concurseiros estão sempre atrás das melhores oportunidades para alcançar o tão sonhado emprego estável, com altos salários e todo o benefício que o cargo poderá oferecer. Se está entre os candidatos que procuram metodologias para se saírem bem, fique de olho nas dicas de como estudar para concurso público.

Como estudar para concurso

Cuidar da saúde física e mental, focar-se em um concurso de cada vez e criar um ciclo de estudos: desligue o celular, saia da frente da TV e veja como estudar para concurso público pode ser simples.

Crie métodos de estudo

Antes de começar a estudar, o primeiro passo é criar o seu próprio método de estudos. Afinal, ninguém melhor do que você mesmo para saber quais horários e metodologias terão melhores resultados.

Confira o edital e separe todo o material que será usado para estudar o conteúdo. A seguir, coloque na agenda todos os horários do seu dia que já estão ocupados com algum compromisso: trabalho, faculdade, curso, entre outros. Feito isso, aponte também datas como finais de semana e feriados, pois a chance de imprevistos aparecerem nestes períodos é grande.

FIQUE POR DENTRO
Cadastre-se para receber todas as novidades e informações publicadas no site. É gratuito!

Por fim, você pode adotar a divisão dos estudos como for mais interessante, desde que todas as matérias sejam vistas a cada semana ou, no máximo, a cada quinzena. As divisões podem ser efetuadas por grau de dificuldade ou prioridade, sempre respeitando intervalos de hora em hora ou hora e meia para descanso. Lembre-se de dedicar mais horas para as matérias que tem menos conhecimento.

O ideal é não exceder 4 horas diárias de estudo. Quando passamos muito tempo estudando o mesmo assunto ou matéria, o nosso cérebro entra em uma fadiga mental que muitas vezes não percebemos, mas afetam o aprendizado. Esse é um dos maiores erros dos candidatos que desejam resultados rápidos. No entanto, o prazo varia de pessoa pra pessoa e, enquanto algumas necessitam reduzir o quadro de horários diários, outras podem se sentir mais motivadas a continuar estudando, o que pode ser feito sem problema algum.

As técnicas de memorização mais eficientes

Tome nota e avalie o seu progresso

Como estudar para concurso é uma tarefa desgastante e que exige organização, é importante direcionar todo seu material para a organização das notas. Mesmo assim, esqueça o computador. Compre um caderno e use-o para a produção de resumos feitos à mão, uma vez que escrever melhora a capacidade de memorização.

Depois que o candidato já tem alguma noção do conteúdo da disciplina, é possível sublinhar as informações mais importantes e, a partir daí, preparar fichas-resumo, ou seja, uma espécie de resumo do resumo contendo apenas palavras-chave, quadros e esquemas que permitam ao candidato lembrar com facilidade a teoria estudada.

Outro ponto importante sobre as fichas é a utilização das cores. Crie um esquema de cores para cada assunto ou tópico que você precisa memorizar, pois seu cérebro memoriza com muito mais facilidade quando vê cores. Usar letras grandes também estimulam a memorização e agilizam as revisões.

A seguir, comece a realizar simulados ou exercícios constantemente para cada matéria em seu plano de estudos. Quando terminar, volte do início e aumente a dificuldade, o que pode ser feito aumentando o número de questões, pode exemplo. Esse ciclo de repetições irá favorecer a memorização do conteúdo.

Mantenha-se interessado e disposto

Ainda que passar em um concurso público já seja motivacional o suficiente, o concurseiro tem uma vida por trás dos estudos, preocupações e contas a pagar. Ou seja, os planos nem sempre saem como queriam e o desgaste físico e mental chegam antes mesmo de começar a estudar.

Para casos como estes, ter metas estabelecidas e, principalmente, um plano de estudos facilita no cumprimento das tarefas. Uma vez que elas já estão definidas fica mais difícil procrastinar. Além das metas referente aos conteúdos, disciplinar sua rotina também pode ajudar a manter-se mais focado e motivado. Tenha uma boa noite de sono, acorde na hora combinada e faça apenas o que for preciso para iniciar os estudos (alimentação, banho, troca de roupa). Para quem ainda não criou o ritmo, ligar computador ou TV antes do estudo é um risco enorme. O mesmo se aplica para quem estuda à noite, após o trabalho.

Desafie-se. Crie dinamismos, esquemas de aprendizado e motive-se, acreditando que as horas gastas serão o seu passaporte para a realização de um sonho profissional e que tudo valerá muito a pena lá na frente.

Os maiores erros cometidos pelos concurseiros

Alguns candidatos, seja por afobação ou negligência acabam cometendo alguns erros podem comprometer o bom desempenho nas provas. Veja como estudar para concurso público da maneira errada pode colocar o sonho água abaixo.

Exageros

Estudar para mais de um concurso ao mesmo tempo, de vertentes opostas e com horas ilimitadas por dia são os maiores erros dos concurseiros mais imediatistas. No fim, todo o esforço acaba sendo em vão, uma vez que não será possível fixar o conteúdo de nenhum dos exames por completo. Ultrapassar os limites do corpo e da mente pode causar desânimo e aquela sensação de estudar muito e não saber nada

Estudar na véspera

Uma vez que todo o plano de estudos foi seguido à risca e o conteúdo está na ponta da língua, a véspera dos concursos públicos são momentos para relaxar. Recorrer aos livros e resumos antes da prova podem gerar stress e não agregar nenhum conhecimento adicional.

Neste período, troque os livros por momentos de lazer, como uma ida ao cinema.

Negligência com o conteúdo

Outro erro bastante cometido pelos concurseiros é não dar atenção ao conteúdo. Ignorar o edital, pegar conteúdo emprestado de outras pessoas ou com qualidade duvidosa também influenciam no mal desempenho do candidato em uma prova.

Uma vez que todo o edital está em suas mãos e já sabe-se quais os conteúdos a serem estudados, é possível encontrar excelentes portais com material gratuito para estudo ou questões de concursos passados. Alguns exemplos são o Jurisway, o Questões de Concurso, PCI Concursos, OK Concursos e o Resultado Concursos. Bons estudos!

Aprenda inglês com quem sabe de verdade e seja professor.
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar