Está na profissão errada? Confira como dar uma reviravolta na carreira

Você chegou ao limite e tem certeza que está na profissão errada. É preciso muita calma e autoconhecimento para seguir um outro rumo e encontrar a realização no trabalho.

Está na profissão errada? Confira como dar uma reviravolta na carreira
Insatisfação constante com o trabalho pode ser sinal de que está na profissão errada.

Só de pensar que amanhã é dia de trabalho, você começa a ficar nervoso. O desânimo está sempre presente, seus resultados começam a cair e você já chega na empresa pensando em voltar para casa. Estes são sinais de que você pode estar na profissão errada.

Se este é o seu caso, saiba que não está sozinho. Há quem viva anos fazendo o que não gosta e não tem coragem de mudar. Seja por conveniência, medo, receio da idade, perda de estabilidade e até falta de apoio da família, muita gente continua na profissão errada mesmo a sentir-se infeliz com o trabalho.

O conformismo pode não ser a melhor opção e é possível sim, mesmo depois de muito tempo de carreira, mudar de profissão. O processo deve ser feito cuidadosamente, com preparo e baseado na certeza de que a sua felicidade está em outro campo. Lembrando que não adianta apenas as opiniões de terceiros! Sair da profissão errada é uma decisão única e exclusivamente sua.

Preparando a reviravolta

1. O primeiro passo e mais importante de todos é descobrir se está mesmo na profissão errada. Será apenas o ambiente? Ou questões financeiras? Será que deveria ir para uma outra área ou estou apenas no setor errado? O futuro candidato à mudança deve conhecer-se profundamente, identificar as suas vulnerabilidades e perceber a identificação com o que está a fazer. Nesse processo, o nosso teste para saber se escolheu a carreira certa pode ajudar. 

2. Depois de tomada a decisão, é fundamental continuar com os pés firmes no chão. Pode estar a seguir um sonho, mas trace objetivos e tenha segurança.

3. O processo de iniciar em uma nova profissão é geralmente muito instável financeiramente falando. Por isso, é bom ter reservas para sustentar-se durante esse período e fazer investimentos em si mesmo nesse período, como cursos e workshops.

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

4. Além de interesse na mudança, é preciso ter aptidão para a nova profissão. Caso invista em algo para o qual não tem qualquer vocação ou talento, as chances de frustração são enormes.

5. Converse com profissionais da área para qual você deseja migrar. Nada melhor do que ouvir depoimentos reais de quem vive do que você pretende viver.

6. Escolha algo que realmente te faz feliz. Não adianta mudar para uma outra profissão pelo salário maior, por exemplo, e continuar desejando acordar doente para não ir trabalhar no dia seguinte.

Você não está sozinho

Como já foi mencionado, muita gente continua na profissão errado mesmo sabendo que não é bem aquilo que quer fazer. Por outro lado, há quem dê um basta a essa espiral de infelicidade e procure um novo caminho mesmo tendo que recomeçar do zero. Com coragem, determinação e preparo, migrar para uma nova carreira não é só possível como viável.

  • Roberta Celi tinha 30 anos e era advogada

Tinha o cargo dos sonhos de muita gente. Bem sucedida, mas não feliz, afundava-se ainda mais no trabalho e aos poucos deixou de ter vida social. Um dia, largou tudo de mão e foi estudar na Inglaterra. Teve que pedir ajuda financeira aos pais, mas não desistiu de abandonar a carreira. Voltou decidida a ir pro outro caminho e descobriu que sentia-se realizada como professora de inglês.

  • Alessandra Yoshida achou que sempre queria ser jornalista

E foi. Trabalhou muito na área, desempenhou funções diferentes, realizou um sonho de criança. Mas um dia também descobriu que estava na profissão errada. Pediu demissão e decidiu traçar o seu destino de outra forma. Encontrou a realização profissional como change manager e hoje auxilia outras pessoas a mudarem de carreira também.

Viajar para mudar

Uma viagem ao exterior pode ser transformadora de carreiras, tenha certeza disso. Uma simples temporada de estudos pode render bons frutos, como foi o caso da Roberta. O curso de inglês feito na Inglaterra foi fundamental para a reconversão profissional que veio depois. Já pensou nisso? Investir em um tempo fora pode te fazer voltar com o fôlego renovado.

Voltar...ou não voltar. Mudar de país definitivamente pode ser uma oportunidade para repensar também a carreira. Se está na profissão errada, que tal recomeçar do zero além das fronteiras? Mas atenção, o processo de preparação continua a ser fundamental. Antes de tudo, deve lembrar que todas as suas decisões têm consequências e terá de arcar com elas, seja aqui ou ali.

Encontre a conta bancária ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar