Saiba como calcular o 13º salário

Veja como calcular o 13º salário de forma fácil. A gratificação natalina é um direito de todo trabalhador com carteira assinada. Faça as contas e veja quanto irá receber.

Saiba como calcular o 13º salário
Veja como calcular o 13º salário, passo a passo, e quando poderá recebê-lo

SUA VAGA
DE EMPREGO ESTÁ AQUI
consulte já

Com o fim do ano se aproximando, muita gente quer saber como calcular o 13º. A gratificação de Natal, mais conhecida como décimo terceiro salário, é um direito de todo trabalhador e consiste no pagamento de um valor extra no fim do ano. Aposentados, pensionistas do INSS, trabalhadores rurais e domésticos também têm direito a esta gratificação. Basta que o trabalhador tenha carteira assinada e esteja a trabalhar há mais de 15 dias. Vários fatores podem interferir nas contas finais – quantos meses trabalhou no ano, insalubridade, descontos de pensão alimentícia, percentual de desconto de Impostos, comissões, entre outras coisas. 

Como calcular o 13º salário de forma simples

O valor da gratificação corresponde a 1/12 (um doze avos) do salário por cada mês de trabalho. Portanto, se você trabalhou desde o início do ano o valor do 13º será o mesmo do seu salário  mensal. A fórmula é simples: Valor do salário, dividido por 12 (meses do ano),  o resultado é multiplicado pelos meses trabalhados e obtem-se o valor bruto do 13º salário.

  • Exemplo: Alguém que tenha trabalhado desde o princípio do ano, e que tenha um salário de R$ 1.500,00
          R$ 1.500,00 / 12 = R$ 125,00
          R$ 125,00 X 12 meses trabalhados = R$ 1.500,00 (valor bruto do 13º)
 
  • Considerando o mesmo salário, veja como calcular o 13º salário proporcional
          R$ 1.500,00 / 12 = R$ 125,00
          R$ 125,00 X 6 meses trabalhados = R$ 750,00 (valor bruto do 13º)


Para trabalhadores que recebem comissão será necessário fazer a média aritmética dos valores recebidos. As horas extras também entram na conta, mas não se calcula a média por valores e sim por tempo. Ou seja, basta somar todas as horas extras e dividir pelos meses trabalhados. 

Atenção! Se o trabalhador tiver mais do que 15 dias de faltas injustificadas num mês, não irá receber a fração (1/12) referente àquele mês.

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
O E-Konomista não brinca em serviço, e vai te ajudar a encontrar a oportunidade certa. Faça o cadastro gratuitamente e receba vagas no Brasil e no exterior.

Agora que já sabe como calcular o 13º salário, saiba quando é que o recebe

O pagamento do 13º salário pode ser pago integralmente, ou dividido em duas parcelas sendo que a primeira parcela deverá ser paga entre 1º de fevereiro e 30 de novembro. A segunda parcela terá de ser paga até 20 de dezembro e será sempre menor que a primeira, pois serão descontados os impostos.

O impostos de renda e do INSS incidem sobre o valor total bruto. Veja a tabela de descontos de Imposto de Renda para saber qual será a percentagem de desconto irá incidir no seu salário. Considerando o mesmo exemplo acima, o desconto do Imposto de renda seria zero, segundo a tabela. Já o desconto de INSS seria de 9% segundo a tabela da Previdência Social.

  • O valor líquido do nosso exemplo será calculado da seguinte forma
           R$ 1.500,00 x 9% = R$ 135,00 (valor que será descontado)
           R$ 1.500,00 – R$ 135,00 = R$ 1.365,00 


Portanto, no nosso exemplo, o valor líquido do 13º salário será R$ 1.365,00. Sendo que se for parcelado, será pago a metade do valor bruto na primeira parcela (R$ 750,00) e o restante na segunda parcela R$ 615,00). O funcionário pode pedir que a empresa pague a primeira parcela do 13º juntamente com as férias. Para isso o período de descanso deve ser entre Fevereiro e Novembro. 

O 13º salário é um direito do trabalhador, garantido por lei. O não cumprimento por parte da empresa implica multa de R$ 170,16 por empregado contratado. No entanto, a empresa não tem que pagar todos os funcionários no mesmo mês, desde que cumpra o prazo limite de pagamento.

Aprimore o seu inglês e dê um up na sua carreira. Faça um teste online.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Poliana Oliveira Poliana Oliveira

Nasceu em Brasília, cresceu em Goiânia e vive há oito anos em Portugal. Formada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Trabalha na área de Marketing Digital. Adora cães, cinema, dança e viagens.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar