Onde comer bem e barato de segunda a sexta em São Paulo

Dá para variar do turco ao polonês e do francês ao indiano durante a semana e comer bem e barato em São Paulo. 

Onde comer bem e barato de segunda a sexta em São Paulo
Gastronomias de toda parte do mundo por preços acessíveis

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

Procurar um restaurante em São Paulo, em meio a mais de 33.000 estabelecimentos está longe de ser difícil. Mas, às vezes, somos limitados pelo leque enorme de opções consoante ao orçamento. Por aqui, tudo o que se torna conhecido e popular costuma ficar caro, mas alguns não abrem mão da simplicidade e cobram um preço justo pelo que servem. Quer saber onde comer bem e barato em São Paulo? Escolha já um restaurante e almoce pagando pouco em um ambiente diferente, de bistrôs a comida indiana.

Comer bem em São Paulo pagando pouco: dá, sim

Selecionamos algumas preciosidades para comer bem e barato na cidade. Algumas mais tradicionais e outras mais moderninhas, com diversas culinárias para provar durante a semana. Se você trabalha próximo à região da Paulista, terá fácil acesso à maioria desses restaurantes. São conhecidos, requintados e dá até para fazer uma reunião com um cliente por ali. Abaixo, confira as opções para comer bem e barato em essepê.

1. On Va Manger 

De culinária francesa, o buffet completo do bistrô sai por R$ 39,50 e o (com entrada e prato principal do dia), preço muito difícil de encontrar para comer bem e barato em um bistrô em São Paulo e especialmente na Bela Vista. Também dá para optar pelo menu à la carte. Além de refeições com apresentação exemplar, ambiente acolhedor e muito bem decorado, o estabelecimento do chef Jean-Chrsitophe Burlaud oferece, como entrada, salada com croutons de vinagrete com cebola roxa e a sopa do dia. Como prato principal, a sugestão é o filé mignon de porco, a ponta de agulha ou a quiche. Depois de aproveitar a refeição, vale dar uma olhada na variedade de sobremesas.

2. Maria Escaleira 

O restaurante fica na Mourato Coelho, em Pinheiros. Serve, tipicamente, culinária do leste europeu. O goulash apresenta a versão húngara (R$ 35,50) e a versão polonesa (R$ 36,50). Se você for capaz de pronunciar esse nome, vale também pedir a sopa barszcz (R$ 20,50). O restaurante foi aberto pelo chef polonês Andrzej Wica e pela sua esposa, a paulistana Vanessa Machado e os pratos têm jeitão de casa sem grandes apresentações.

3. Sujinho 

A mais tradicional hamburgueria paulistana já ampliou a sua rede, mas falaremos exclusivamente da unidade matriz, na República. O que tornou a casa famosa foi a bisteca de contrafilé (R$ 37,50). A porção de fritas sai por R$ 14,95 para completar. O prato de picanha (R$ 72,50 para dois) é mais caro, mas também é uma boa pedida.

4. Monte Líbano 

O Monte Líbano é uma preciosidade que se esconde em meio à 25 de Março, num primeiro andar próximo à loja Camicado. Comandado por Alice Maatouk e a filha Regina, o restaurante serve as tradicionais esfihas assadas na hora. Diariamente, dá para optar entre um prato à la carte ou pelo rodízio tradicional (R$ 61,90) ou vip (R$ 69,90) de delícias árabes. Uma esfiha fechada recheada com carne, cebola e tomate sai por R$ 5,50. Quem optar pelo à la carte já vai ficar satisfeito com o trio de pastas (R$ 33,50) acompanhado de meia-porção de arroz de cordeiro (R$ 22,50). Opção para comer bem e barato no almoço do trabalho ou em meio às compras na 25.

5. Achapa 

FIQUE DE OLHO NAS SUAS FINANÇAS
Encontre a melhor solução de conta bancária com o custo benefício perfeito para as suas finanças. Confira!

Hamburgueria localizada na Aclimação. Indicada para quem trabalha na região do Paraíso e quer fugir das padarias, do Mc Donald’s e dos restaurantes japoneses que rondam a região.

A Achapa é uma hamburgueria inaugurada em 1967. O mais pedido é o servido cheese burger (R$ 23), acompanhado de fritas. Também dá para montar o próprio lanche, escolhendo os ingredientes. Também tem outras três unidades espalhadas entre Cambuci, Paulista e Itaim Bibi.

6. Buffet Flowers Garden 

O restaurante é um achado e fica em uma travessinha da Aclimação, quase escondidinho dentro do Tênis Clube Paulista, próximo ao metrô Paraíso. O buffet Flowers Garden faz o gênero “coma o quanto puder”, por um preço fixo de R$ 26 sem incluir bebidas. Inclui um buffet de massas, saladas e acompanhamentos típico. Além da tradicional feijoada das quartas-feiras, o cliente também pode tirar proveito do temaki à vontade, algo que não se encontra por esse preço em SP.

7. Bar do Mané 

O bar do mané fica na Rua da Cantareira, no Mercadão. É famoso pelo seu sanduíche de mortadela muito bem recheado, que custa R$ 17. Já é difícil conseguir segurar e comer este sanduba, mas há quem prefira adicionar outros ingredientes à receita e fazê-lo ainda maior, então o preço sobe para os R$ 20. Além de conhecer o Bar do Mané, que está aberto desde 1933, aproveite também para dar um passeio no Mercadão.

8. Esquina Grill do Fuad 

Localizado na região central de São Paulo, em Santa Cecília, muito antes de o local se tornar um polo gastronômico, a Esquina Grill do Fuad serve, especialmente, carne. Dá para pedir a fraldinha, que vem bem macia e dá para 3 pessoas (R$ 58,90), muito bem temperada com alho e ervas. Como aperitivo ou guarnição, a porção de bolinho de mandioca (R$ 21,90). Uma dica: prefira ficar do lado de fora, na calçada, pois o interior do bar tem muita fumaça que vem dos preparos das refeições.

9. Kebaberia 

O kebab – também conhecido como churrasco grego - é servido no pão sírio com carne ou vegetais. Esse é o prato turco que dá nome à casa, localizada no Itaim Bibi. O restaurante reinventa a receita, que fica cada vez mais adaptada ao nosso paladar. Como tradicional, o cliente poderá encontrar o kebab servido em pão sírio (pitta) com carnes e vegetais. O lanche é bem servido e custa R$ 19,90.

10. Gopala Madhava 

Uma opção barata que segue uma dieta lacto-vegeratiana com culinária indiana. Todos os dias, o cliente pode escolher entre dois pratos diferentes com direito a suco. Supervisionada pela chef e ex-monja Madhava Lila, a equipe serve às segundas-feiras apetitosas almôndegas de couve flor, com quibe assado com creme de ricota e risoto de legumes indiano. Mas vale a dica: o estabelecimento só aceita cartões de débito aos sábados e não aceita cartões de crédito em nenhum dia da semana. Os pratos variam de R$ 30 a R$ 35.

11. Mocotó 

É um restaurante nordestino tradicionalíssimo que fica na Vila Medeiros. Quem trabalha ou está de passagem por ali durante a semana pode pedir o feijão-de-corda no caldo com linguiça e bacon (R$ 19,90). O atolado de bode, com carne de caneiro e mandiocas é uma das especialidades da casa (R$ 46,90). Os pratos são muito bem servidos. Quem não come muito nem pouco pode até dividir um prato individual. Para fechar, peça o pudim de tapioca como sobremesa (R$ 13,90).

Encontre a conta corrente ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar