5 coisas que você nunca deve escrever ao se candidatar a um emprego

Evite as gafes e garanta o emprego dos sonhos. Saiba quais são os maiores erros para nunca escrever em um e-mail ou currículo.

5 coisas que você nunca deve escrever ao se candidatar a um emprego
Algumas gafes podem, inclusive, desclassificar o candidato automaticamente

O momento de se candidatar a uma vaga de emprego certamente é sinônimo de tensão e ansiedade para quem está em busca de uma recolocação no mercado de trabalho e, principalmente, para seu primeiro emprego. Seja pelas questões emocionais ou a falta de experiência, uma série de deslizes na confecção do currículo ou ao redigir um e-mail podem parecer graves aos olhos do recrutador, reduzindo e até mesmo eliminando suas chances ao cargo.

Como enviar currículo por email: dicas do que escrever

O que você nunca deve escrever em uma candidatura de emprego

Cometer erros no momento em que se candidata a uma vaga pode privar o candidato de ter sequer a oportunidade de passar por uma entrevista. Por esse motivo, fique atento aos erros mais comuns e graves cometidos por quem está em busca de uma vaga de trabalho na listagem a seguir.

1. Muitas informações

É comum entre os candidatos o desejo de transparecer conhecimento e experiência e, buscando isso - da forma errada -, colocam todas as informações possíveis em um currículo.

Os profissionais que irão avaliar o candidato estão em busca de habilidades específicas, então de nada adianta encher o currículo de informações que provavelmente não serão úteis a determinadas vagas. Lembre-se que um recrutador possivelmente irá avaliar dezenas, às vezes centenas de currículos, o que pode fazer com que muitas informações pouco relevantes à vaga tornem o documento desinteressante.

Isso é ainda mais representativo em currículos de profissionais que tenham muitos anos de experiência, excedendo até mesmo três páginas de conteúdo. Nestes casos é preciso ter uma atenção especial em “enxugar” as informações, tornando-as concisas e coerentes. Por exemplo, se possui alguma formação de nível superior, a data e a instituição na qual cursou os ensinos médio ou fundamental são irrelevantes; experiências profissionais muito antigas, com mais de 15 ou 20 anos provavelmente não serão tão interessantes aos olhos do recrutador.

MELHORE
O SEU
CV COM 
UM CURSO
SUPERIOR
Comece já!

2. Erros ortográficos

Este é sem dúvida um dos erros mais graves e surpreendentemente um dos mais comuns, presentes tanto na confecção de um currículo quanto ao redigir um e-mail de candidatura.

Erros gramaticais causam realmente uma má impressão a quem está selecionando um candidato e, ao contrário do que se imagina, mesmo para vagas onde as exigências escolares são mais baixas, tais deslizes em uma candidatura são interpretados como falta de atenção e desleixo por parte do candidato.

3. Não seguir as orientações da vaga

No anseio em conquistar uma vaga, os disparos de e-mails começam e, com eles, a falta de atenção às exigências e condições para determinado cargo, resultando em situações como informações incompletas na candidatura, falta da apresentação de determinados documentos e até mesmo o envio do currículo para o local errado.

O último item acontece muito com quem busca vagas em sites de emprego ou mesmo as que são anunciadas através de redes sociais. Nestes casos, o candidato, em seu excesso de agilidade, acaba por mandar a candidatura para o e-mail da empresa ao invés do fornecido pela recrutadora, como pedido no anúncio, por exemplo.

4. Vagas totalmente inadequadas

Muitos candidatos, na esperança de criar uma espécie de “ponte” para a vaga que realmente deseja ou em uma vã tacada de sorte, se candidatam a vagas para as quais não tem nenhum enquadramento profissional, seja em experiência ou conhecimentos técnicos.

Arriscar-se em uma candidatura para a qual não é qualificado significará apenas no gasto desnecessário de tempo, tanto para quem procura quanto para quem avalia. Muitas vezes, futuras possibilidades de ingressar na empresa acabam sendo descartadas diante de situações como essa.

5. Por que deve ser contratado?

Essa é uma questão recorrente tanto em entrevistas de emprego como na própria candidatura inicial e ainda assim gera muitas contradições, pois algumas empresas ainda fazem a pergunta no processo de seleção.

Se a vaga em questão exige a resposta do porquê devem contrata-lo, um dos melhores momentos para dissertar com muita precisão com a finalidade de convencer seu recrutador é inserindo palavras-chave e muita objetividade em sua carta de apresentação. Seja conciso, claro e profissional ao descrever suas competências e conquistas, deixando para apresentar seus valores de maneira mais completa durante a entrevista.

Fale inglês e tenha mais sucesso na sua carreira. Faça um teste e melhore o seu nível.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar