As 5 melhores cidades pequenas para viver no mundo

Com a vida estressante dos grandes centros, a mudança para as cidades pequenas tem sido uma opção para muitas pessoas em busca de sossego. Conheça 5 opções que vão te deixar com vontade.

As 5 melhores cidades pequenas para viver no mundo
Cidades oferecem qualidade de vida, segurança e bons salários

encontre o seu próximo emprego aquiconsulte já

Muitas pessoas estão abandonando as capitais e os grandes centros urbanos e se mudando para as cidades pequenas em busca de qualidade de vida. Quem quer ter um dia a dia mais tranquilo e significativamente mais barato, tem escolhido o interior para morar. Mas por que isso acontece? Veja uma lista abaixo dos motivos e das cidades pequenas para viver bem!

Por que vale a pena

  • Maior qualidade de vida: menos poluição, menos (ou nenhum) trânsito com engarrafamento, maior proximidade com os vizinhos e familiares (sentimento de comunidade), mais silêncio, mais calma no dia a dia.
  • Menor custo de vida: as cidades pequenas normalmente oferecem um custo de vida inferior ao dos grandes centros. 
  • Melhores salários: muitas cidades pequenas carecem de profissionais e portanto pagam maiores salários que nas tão concorridas capitais, que possuem uma oferta enorme de profissionais disputando as mesmas vagas. E mesmo que o salário não seja mais alto, ele vale mais pois o custo de vida é menor.
  • Segurança: de maneira geral, as cidades pequenas são mais tranquilas, mais seguras e pacatas. Se você está cansado da loucura do dia a dia, de andar com medo de assaltos, roubos, furtos, sequestros e todos os perigos da cidade grande, as cidades pequenas podem resolver a sua insegurança.

As melhores cidades pequenas

Conheça 5 cidades pequenas consideradas ideais para se viver e vencedoras de rankings  “Best cities to live in” em 5 países diferentes.

1. Alameda – California (USA)

 cidades pequenas California


Alameda é uma pequena cidade situada em Alameda Conty, California. Com 74,023 mil habitantes, a  cidade possui renda média elevada e bons indicadores de qualidade de vida.  A renda média familiar é de cerca de $77,249 dólares, o equivalente a 252.23 mil reais ao ano. É uma cidade com multiplicidade de raças, sendo 50% branco, negros  7%, 32% da Ásia e 1% do nativo americano ou nativo havaiano. 11% se identificam como outra raça ou etnia. 

A qualidade da educação é considerada superior e a cidade tem aptidão para negócios. Outro destaque é na saúde, o acesso a hospitais, médicos e profissionais de saúde de qualidade são parte da rotina saudável dos habitantes dessa pacata cidade.  Segundo a Onu, melhor cidade americana para se viver, no ranking de 2014.

2. St. Albert – Alberta  (Canadá)

 cidades pequenas Canada


St. Albert ultrapassou Calgary como o melhor lugar para se viver no Canadá, de acordo com um ranking da revista MoneySense. St. Albert ganhou o primeiro lugar nos melhores lugares anuais para viver no Canadá, um ranking baseado em dados concretos, como o emprego, os preços da habitação, crime, clima e o rendimento do agregado familiar. Com a sua economia forte e abundância de empregos com altos salários, muitos canadenses estão começando a descobrir a qualidade de vida existente em Alberta. 

A comunidade de St. Albert é composta em sua maioria por famílias e adota um estilo de vida saudável e tranquilo. Com cerca de 64 mil moradores, esta cidade segura, próspera e bonita além de ter sido claissificado como a cidade #1 para se viver, foi também considerada a #3 como melhor lugar para criar os filhos e possui também o centro urbano mais seguro de Alberta.

3. Cotacachi – Imbabura (Equador)

 cidades pequenas Equador


Cotacachi, na província de Imbabura, parece um destino improvavel para quem nunca ouviu falar. A cidadeestá recebendo a maior parte das atenções nos últimos anos, especialmente aqueles em idade de aposentadoria. Eles encontram na cidade o seu caminho para aproveitar o clima perfeito, belas paisagens, baixo custo de vida e, especialmente, o ritmo lento do estilo de vida de uma cidade pequena e tranquila. 

ECONOMIZE NA SUA PRÓXIMA VIAGEM
Receba as dicas, ofertas e informações no seu email e viaje mais barato.

Com 8.000 habitantes, a cidade é famosa pelo seu artesanato em couro, que de onde vem a maior parte da renda dos habitantes. Além do clima de interior, da tranquilidade que se encontra aqui, a cidade é também conhecida por ser uma vila muito limpa e organizada. Os serviços de saúde e urbanização estão em dia e atendem toda a população. E para completar, tem uma comunidade muito hospitaleira e amiga dos visitantes e expatriados.

4. Gaiole in Chianti – Siena (Itália)

 cidades pequenas Siena


Na Europa, a escolha dos peritos em rankings foi a pequena cidade no oeste da Itália. Em 2007, tinha uma população de 2.591 pessoas, uma cidade com movimentação de comércio bem regional, onde há muita plantação orgânica, movimento de trocas entre vizinhos, um sistema de cooperação dificil de entender como se funciona, mas que segundo os moradores, funciona. E não trocariam um comércio comum pelo que tem hoje, com um sentimento de comunidade.  A cidade tem um estilo de vida lento, pitoresco, quase preguiçoso. 

É rodeada de montanhas, com muitos vinhedos, adegas, pequenas pousadas e uma deliciosa temperatura média de 20ºC. Além da qualidade de vida simples, está proxima de grandes centro, o que facilita o acesso à saúde e possui tambem centros equestres, oportunidades de jogar tênis, boas opções para caminhada. Além de uma culináriia incrível. É uma cidade de interior muito típica como pouco se conhece, com uma arquitetura deslumbrante e preservada. 

5. São Caetano do Sul – São Paulo (Brasil)

 cidades pequenas São Caetano


Pensou que não haveria nenhuma cidade brasileira na lista? São Caetano do Sul foi considerada pela ONU em 2014 como a melhor cidade em qualidade de vida do Brasil.  Com IDH de paises desenvolvidos – com taxa de 0,811, o mais alto do país, muito acima do 0,72 da média nacional – a cidade possui renda per capita R$78 438,17 reais. São Caetano do Sul pertence à região do ABC Paulista, marcada pelo desenvolvimento industrial e automobilístico. 

A cidade, que segundo o último censo de 2010 conta com quase 150 mil habitantes ainda tem clima de interior, apesar de ser beneficiada pelo fluxo turístico da capital paulista, recebendo visitantes de várias localidades. Com clima agradável, com média de temperatura em torno dos 20ºC a cidade tem sido destino de muitas pessoas cansadas do stress da capital paulista, em busca de sossego e qualidade de vida. 

Vagas de emprego no exterior

Se você quer conquistar uma oportunidade no mercado de trabalho fora do Brasil, fique de olho nos nossos conteúdos gratuitos. Basta se cadastrar e receber as informações.

Desenrole a língua! Aprenda inglês rápido e definitivamente.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar