Checkup em carros usados: o que verificar depois da compra

Se você comprou um carro usado e não conhece o histórico dele, fazer uma revisão vai ajudar a prevenir e evitar problemas futuros. Veja como fazer um checkup em carro usado depois da compra.

Checkup em carros usados: o que verificar depois da compra
Veja 5 procedimentos para garantir o bom funcionamento do carro usado

O checklist antes de comprar um carro usado envolve a vistoria cuidadosa de vários itens, sobretudo itens mais estruturais. No entanto, após a compra é recomendável, por uma questão de segurança pessoal, enviar o carro para uma revisão detalhada e manutenção.

Checkup em carro usado  

Listamos cinco revisões que são altamente recomendáveis de se fazer tão logo um carro usado seja adquirido. Como se diz desde o tempo de nossos avós, prevenir é sempre melhor do que remediar.

Parte elétrica

A revisão completa da parte elétrica de um veículo usado torna-se ainda mais importante nos casos em que há acessórios não originais instalados. Verificar se a bateria tem capacidade para suportá-los é fundamental, mas revisar a parte elétrica vai muito além. Os veículos modernos, em sua maioria, são equipados com centrais eletrônicas que, se avariadas, podem gerar prejuízos gigantescos. Não menos importante, verificar relês, chicotes e caixa de fusíveis é a garantia de um sistema elétrico em perfeito funcionamento.

Airbags

Eles ficam ali, escondidos dentro do painel ou nas laterais, mas salvam vidas em caso de colisões. Por não serem visíveis, é comum os airbags serem esquecidos nas revisões, o que é um grave erro. Se acionados, precisam ser substituídos, e, caso um carro usado seja comprado sem os airbags nos seus lugares, o comprador deve se preparar para um impacto no bolso sem direito a amortecimento.

Veja dicas essenciais antes de comprar um carro usado

Amortecedores

Por falar em amortecer, o sistema de suspensão e amortecedores também merece atenção especial tão logo um carro usado seja adquirido. Afinal, trata-se de um conjunto de peças que, se não estiver em perfeito estado, pode comprometer seriamente a segurança, sem falar no conforto. Podem ser trocados aos pares, mas para garantir mesmo, o ideal é trocar os quatro.

Sistema de arrefecimento

Carros usados mais antigos, ou seja, com 10 anos de uso ou mais, podem apresentar problemas no sistema de arrefecimento. Por isso, componentes como líquido de arrefecimento, radiador e mangueiras (vazamentos podem levar o motor a superaquecer) precisam estar totalmente em ordem.

Óleo de câmbio

As transmissões manuais precisam de óleo no interior de suas engrenagens para funcionar sem arranhar. Uma inspeção feita por profissionais pode evitar danos graves à caixa de marcha, cujo reparo se equipara em custo à retífica do motor.

Gostou? Compartilhe!
Julio Benck Julio Benck

Jornalista em permanente formação, entende que toda profissão tem sua arte e uma beleza característica, é só saber encontrar.

Na Web: