As cestas básicas mais caras no Brasil e quanto representam do salário

O valor das cestas básicas teve uma redução no preço, em algumas capitais, mas ainda assim é superior ao que o salário mínimo é capaz de suportar. 

As cestas básicas mais caras no Brasil e quanto representam do salário
Confira as capitais brasileiras com as cestas básicas mais caras

De acordo com o último levantamento divulgado pelo DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos - no mês de maio de 2016, 15 das 27 capitais brasileiras tiveram uma redução no custo das cestas básicas. Ainda de acordo com este estudo, as quedas mais representativas aconteceram nas em Brasília (-2,84%), Palmas (-2,97%) e Belo Horizonte (-2,35%). Já estas, tiveram aumentos com relação ao último levantamento, sendo elas João Pessoa (3,96%), Recide (3,27%) e Natal (2,61%).

Salário mínimo versus cestas básicas

De acordo com a determinação constitucional de que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e sua família, com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, o DIEESE estima qual é o svalor do salário mínimo necessário pra cobrir estas despesas. 

Em abril deste ano, o salário mínimo necessário para sustentar uma família de quatro pessoas deveria de ser equivalente à R$ 3.716,77 ou 4,22 vezes mais do que o mínimo de R$ 880,00.

No levantamento anterior, realizado para comparar o mês de março, o mínimo necessário para corresponder ao mesmo padrão familiar deveria totalizar o valor de R$ 3.736,26 ou 4,25 vezes o piso vigente.

10 dicas de economia doméstica que você vai ficar surpreso em saber

As cestas básicas mais caras e baratas do Brasil

Confira os valores referentes ao mês de Abril de 2016, último levantamento divulgado:

Mais caras
Capital Valor da cesta Variação mensal (%) Porcentagem do Salário Mínimo Líquido Tempo de trabalho Variação no ano (%)
São Paulo 442,42 -0,38 54,65 110h36 5,81
Florianópolis 438,56 -0,57 54,17 109h38 3,42
Rio de Janeiro 433,96 -1,55 53,60 108h29 9,06
Brasília 427,68 -3,84 52,83 106h55 7,28
Porto Alegre 426,93 1,43 52,73 106h44 0,60
Fonte: DIESSE
Mais baratas
Capital Valor da cesta Variação mensal (%) Porcentagem do Salário Mínimo Líquido Tempo de trabalho Variação no ano (%)
Maceió 349,78 2,11 43,20 87h27 7,81
Aracajú 348,24 -0,31 43,01 87h04 13,90
Salvador 344,29 -1,27 42,53 86h04 9,57
Rio Branco 343,86 0,35 42,47 85h58 10,58
Natal 334,49 2,61 41,32 83h37 7,05
Fonte: DIEESE

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar