Quais são os celulares mais roubados no Brasil e como se prevenir

O E-konomista fez uma lista com os cuidados básicos para não ter o seu celular roubado e aplicativos de segurança que protegem as informações e ajudam na localização do aparelho.

Quais são os celulares mais roubados no Brasil e como se prevenir
Saiba quais são os cuidados necessários para não ter o seu aparelho roubado

Muita gente tem medo de sair com um smartphone na rua com medo de ser roubado ou furtado, e no Brasil isso faz sentido. Por isso, o E-Konomista quer te ajudar a proteger seu aparelho e evitar que ele entre na lista dos celulares mais roubados do país. 

Na estátistica os aparelhos móveis que registram o maior número de roubos e furtos são Samsung Galaxy 4 e iPhone 6 - as informações são do site Bem Mais Seguro com os dados estatísticos das Secretarias de Segurança Pública.
Entretanto, para diminuir o risco de roubo existem algumas dicas que podemos listar, afinal prevenir é melhor do que remediar. 

 

Cuidados para não ter o celular roubado

  • Não deixe o aparelho à mostra em ruas de grande movimento e em transportes públicos
  • Procure carregar o celular dentro da bolsa ou mochila e em modo vibratório
  • Tome cuidado e não deixe o aparelho em cima de mesas ou balcões em bares, restaurantes, cafeterias ou em boates
  • Se o seu celular tocar e for preciso atender, entre em uma estabelecimento comercial
  • Dentro de carro ou em transportes públicos evite falar ao celular com a janela aberta.
  • Caso ainda tenha aquele celular velho, utilize-o quando for a uma balada ou show. Evita prejuízos.
  • Nunca deixe o celular à vista dentro de veículos estacionados, pois pode causar danos ao veículo e furto do aparelho.
  • Instale programas de segurança e rastrador.
  • Faça beck up semanal do conteúdo e evite deixar fotos ou informações confidenciais na memória do aparelho ou do chip.
  • Tenha anotado qual o número do IMEI do seu aparelho para que, em caso de roubo, possa bloqueá-lo.

Como faço para conseguir o número IMEI?

Este é um número de identificação internacional do celular. Ele está descrito na nota fiscal da compra e em uma etiqueta colado no aparelho, embaixo da bateria.

Caso não tenha mais a nota fiscal ou o número esteja ilegível, é possível descobrí-lo digitando no teclado o código *#06#.

Para fazer o bloqueio através da operadora do celular

Entre em contato com o Serviço de Atendimento ao cliente através de contato telefónico, site ou mesmo em lojas físicas:
  • Claro: 1052 ou pelo site, na seção Minha Claro
  • Oi: *144 pelo celular, 1057 telefone fixo ou no site na seção Minha Oi
  • Tim: apenas através dos números *144 de celulares Tim ou 1056 de qualquer outro telefone
  • Vivo: apenas através do número 1058

É possível bloquear o WhatsApp?

A partir do momento em que a linha é bloqueada através da operadora, o programa deixa de enviar e receber mensagens através do plano de dados. Porém, para evitar mais problemas (utilização do programa via wi-fi), é possível desativar a conta enviando um e-mail para support@whatsapp.com.

No pedido deve conter o motivo e número do telefone. Mas atenção, envie uma mensagem em inglês para facilitar e agilizar o processo.
Dica: “My phone was stolen. Please, can you disable my account? My phone number is (…). Thanks”.
Aplicativos úteis de rastreamento e segurança

É possível instalar um aplicativo que tira foto do suposto ladrão, rastreia a localização do aparelho e até mesmo apaga todos os dados salvos. O E-konomista ressalta: mesmo sabendo a localização do seu aparelho, procure a ajuda da polícia!
  • Find my iPhone

Este aplicativo localiza vários gadgets da Apple como iPhone, iPad, iPod e computadores com sistema Mac. Basta configurar a Apple ID e associar os dispositivos. É possível ver a localização, reproduzir um alarme de rastreamento, bloquear e até mesmo apagar os dados pessoais (remotamente).

  • Lookout Security & Antivirus

Disponível para Android e iOS, é um aplicativo de sistema antivírus, backup de arquivos e localizador. Este também permite acionamento de um alarme de rastreamento via internet.

  • Prey Anti-Theft

Trata-se de um localizador disponível para várias plataformas como smartphones, tablets (Android) e computadores com sistemas Linux, Windows e Mac. O processo acontece através do envio de SMS com um código e então é recebido um relatório da localização do aparelho. Se o smartphone ou tablet tiver câmera frontal é tirado uma foto da pessoa que possa tê-lo roubado.

  • Find my Phone

É um sistema Windows Phone, da Microsoft, já instalado nos aparelhos para localização, quando solicitado. Basta que o usuário acesse o site do sistema e faça o login com a sua ID.Com este aplicativo é possível apagar os dados pessoais (remotamente).

Veja abaixo um infográfico dos celulares mais roubados.



 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar