Catador de recicláveis devolve US$ 1,4 mil e ganha emprego

Mesmo passando por dificuldades, jovem diz que não cogitou ficar com dinheiro. Após devolver a quantia, recebeu proposta de emprego

Catador de recicláveis devolve US$ 1,4 mil e ganha emprego
O dinheiro foi encontrado em meio ao lixo no Distrito Federal

Na última sexta-feira, 16, Bruno Temistocles, fonoaudiólogo, comprou US$ 1,4 mil, cerca de R$ 5 mil, para usar em uma viagem para a Europa. Mas para o seu azar, o dinheiro, que estava enrolado em um papel dentro do carro de Bruno, foi descartado por engano por uma criança de 7 anos. Mas nesta terça-feira, 20, a sorte de Bruno mudou. João Rodrigues Cerqueira, catador de materiais recicláveis, achou o dinheiro e devolveu os US$ 1,4 mil achados em meio ao lixo no Distrito Federal.

O fonoaudiólogo disse ao site G1 que ainda não acredita ter conseguido o dinheiro de volta. “Na hora que ele [o catador] me ligou falando que tinha encontrado, nossa, eu fiquei muito feliz”, disse. De acordo com o catador, assim que ficou sabendo que alguém havia perdido dinheiro, ele ficou mais atento ao trabalho. João Rodrigues tem 20 anos e trabalha há seis meses da cooperativa. Ganha R$ 600 por mês.

Ele vive com a mulher e a filha, de dez meses, na Chácara Santa Luzia, um local invadido que cresce há anos entre a Estrutural e o Parque Nacional de Brasília. Segundo ele, a família passa por muitas dificuldades. No entanto, ele afirma que nunca cogitou ficar com os dólares. “Esse dinheiro dava para pagar minhas contas, arrumar meu barraco, mas uma vez Deus vai abençoar”, disse ao G1.

De emprego novo

Após devolver os US$ 1,4 mil achados no lixo, o catador de recicláveis recebeu uma recompensa do fonoaudiólogo. Nesta quarta-feira, 21, ele começou a trabalhar na construtora da família de Bruno Temistocles, dono do dinheiro. Agora, o jovem catador vai receber um salário de R$ 1,5 mil.

Foto: Reprodução O Cafezinho

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Michelle Monte Mor Michelle Monte Mor

Formada em Comunicação Social e em Mídias Digitais. Escreve sobre o setor automotivo desde 2004. Não larga o smartphone e vive conectada às redes sociais. Adora viajar e dirigir.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar