Conheça os tipos de casas ecológicas mais baratas do Brasil

A bioconstrução permite aproveitar o máximo dos recursos naturais. Veja casas ecológicas baratas e adequadas para preservar a natureza sem agredir o bolso. 

Conheça os tipos de casas ecológicas mais baratas do Brasil
Casas ecológicas: veja como preservar o meio ambiente gastando pouco

O estilo de vida sustentável tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil. As casas ecológicas são construídas de maneira a respeitar o meio ambiente, sem abrir mão do conforto. A bioconstrução utiliza materiais de baixo impacto ambiental e fundamenta-se na sustentabilidade. 

Os custos para construir casas ecológicas são muito parecidos com aquilo que se gasta para fazer uma casa da maneira tradicional. É verdade que alguns sistemas podem exigir um elevado custo inicial, mas acabam por gerar economia ao longo do tempo. 

Casas sustentáveis

Os fatores que definem uma casa sustentável são: eficiência energética, uso racional de água, preservação ambiental e preferência por materiais ecologicamente corretos.  Esse tipo de construção está focada em propor soluções para amenizar os problemas ambientais, sem deixar de usar a tecnologia moderna – diferente da bioconstrução, que prioriza o uso exclusivo de produtos naturais.

Localização e orientação: Há muitas maneiras de aproveitar a energia solar para o uso diário, começando pela orientação da casa de forma a que a luminosidade natural seja aproveitada ao máximo. É importante escolher uma localidade com boa ventilação, para não ser preciso utilizar ventilador ou ar-condicionado.

Energia limpa – Solar ou eólica: O painel solar é capta a energia emitida diariamente pelo sol, para depois ser convertida em energia elétrica ou para aquecer água. Para dias, ou horários em que não há sol, é necessário investir num sistema de armazenamento de energia solar. A energia eólica é outra alternativa: o vento transforma a rotação das ventoinhas em energia mecânica. A rotação das ventoinhas fazem a transformação da energia mecânica em energia elétrica.  

Uso racional da água: A captação da água da chuva para economizar água tratada é possível, por meio de um sistema de captação próprio para este fim. A água usada pode ser tratada, antes de voltar para a natureza, com a utilização de uma estação compacta de tratamento.

Materiais ecologicamente corretos: A bioconstrução leva em consideração o bem-estar no interior da casa, sem deixar de lado a conservação do meio ambiente. Para isso são usados materiais ecologicamente corretos, que não se descuidem da questão estética e funcional, sem causar prejuízo à natureza.

Sistema térmico: As casas ecológicas tem que contar com um sistema térmico eficiente, para manter o calor em dias de frio, e manter o ambiente fresco em dias de calor intenso.

Casas ecológicas baratas

Em alguns tipos de bioconstrução o investimento inicial pode ser um pouco alto, pois alguns materiais são mais caros, uma vez que são produzidos em menor escala. Veja alguns tipos de casas ecológicas, nas quais a construção sai mais barata do que no modelo tradicional.

  • Construção com tijolos ecológicos
São blocos compostos por areia, resíduos de construção e passivos ambientais. O uso de tijolos ecológicos representam uma economia de até 60% no custo total da obra, se comparado com os tijolos tradicionais. A produção desse material dispensa o uso de fornos para secagem, o que é positivo para o meio ambiente.
  • Casas de adobe e Superadobe
O tijolo de adobe é produzido com barro, misturado com palha – que ajuda no isolamento térmico. A secagem é feita de forma natural, de forma a não prejudicar o ambiente. O Superadobe é feito a partir da mistura de sacos com terra comprimida, o que o torna bem mais resistente que o adobe comum. 
  • Construção em madeira
O custo de uma casa de madeira depende, e muito, do tipo de material a ser utilizado. No entanto, para a bioconstrução o importante a considerar é que a madeira seja certificada, com origem legal e proveniente de reflorestamento. A construção com madeira pode ser mesclada com tijolos ecológicos, tanto por uma questão estética, quanto econômica.
  • Casas de COB
COB é uma técnica muito antiga, em que se mistura areia, palha, argila e água até atingir o formato desejado. 
  • Construções de Pau a pique
Essa técnica também é conhecida como taipa e consiste na construção de um quadro de galhos, preenchido por uma trama de bambus ou outros galhos. O pau a pique é um dos tipos mais baratos de casas ecológicas.
  • Casa feita de fardos de palha

A construção com esse material é rápida e barata, além de muito durável. As paredes são grossas, o que faz o efeito de isolamento térmico.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Poliana Oliveira Poliana Oliveira

Nasceu em Brasília, cresceu em Goiânia e vive há oito anos em Portugal. Formada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Trabalha na área de Marketing Digital. Adora cães, cinema, dança e viagens.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar