5 coisas que podem fazer o cartão de débito ser bloqueado

Teve o cartão de débito bloqueado? Esse procedimento pode acontecer por vários motivos, entre eles, compras atípicas ou manutenção do sistema pelo banco.

5 coisas que podem fazer o cartão de débito ser bloqueado
Os motivos pelos quais o cartão de débito pode ser bloqueado pelos bancos.

Ter o cartão de cartão de débito bloqueado é uma surpresa ruim que pode causar muitos constrangimentos na hora de pagar uma conta. Suspeita de fraude, compras atípicas ou até manutenção do sistema realizado pelo banco. Saiba quais são alguns dos motivos pelos quais o cartão de débito é bloqueado.

Meu cartão de débito foi bloqueado. O que fazer?

Veja algumas situações das quais o cartão de débito pode ser bloqueado e veja como proceder junto aos bancos nestes casos:

1. Falta de pagamento

Os bancos oferecem limite para a conta corrente e algumas pessoas acabam por utilizar todo esse valor, sem se dar conta dos gastos. Por isso, é fundamental sempre analisar a conta para verificar se há valores disponíveis para utilização na conta corrente.

Além disso, ao utilizar o limite, o banco também cobra taxas pelo atraso nesse pagamento. E caso ele permaneça em atraso, o cartão será bloqueado.

2. Movimentações realizadas em lugares distantes

Outro motivo pelo qual o cartão de débito é bloqueado é a suspeita de fraude. Caso o banco identifique compras indevidas, ele bloqueia o cartão imediatamente e comunica ao cliente a suspensão.

Quando a fraude é clara, o banco faz o bloqueio na hora e depois comunica o cliente. É comum ocorrer fraudes com clientes que realizam viagens internacionais, em países que não usam o sistema de pagamento de cartões por chips, pois há mais índice de clonagem do cartão. Entretanto, o banco pode bloquear apenas o uso da tarja magnética.

Cartão de crédito clonado: o que fazer?

3. Pequenas movimentações consecutivas

A fraude pode ser indicada quando são realizadas diversas compras de baixo valor em um curto espaço de tempo. É comum que o fraudador faça quatro ou cinco pagamentos seguidos no valor de 1 real para ver se o cartão está ativo. O banco detecta essas compras e entra em contato com o cliente para confirmar se as transações foram realizadas por ele, para então deixar o cartão de débito bloqueado.

4. Compras atípicas

Se o consumidor efetuar uma compra em estabelecimentos diferentes dos que costuma frequentar, isso também pode levar o banco a uma suspeita de fraude, principalmente se o valor da compra for alto. Alguns bancos entram em contato com o cliente no ato da compra, e pedem para que ele informe os dados sobre a mesma, como o tipo de produto comprado e a loja onde a realizou, com a finalidade e autorizar a transação.

5. Manutenção no sistema realizada pelo banco

Alguns bancos podem deixar o cartão de débito bloqueado para realizar manutenções no sistema, caso haja algumas falhas. Entretanto, qualquer tipo manutenção deve ser divulgada pela instituição, por meio da imprensa, no site do banco ou por SMS. Caso o banco não informe aos clientes sobre qualquer indisponibilidade e isso gere constrangimentos aos clientes, os bancos poderão ser responsabilizados.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Elisabete Machado Elisabete Machado

Brasileira, natural de São Paulo, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-graduada em Fundamentos da Cultura e das Artes pela Universidade Estadual Paulista. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa.

Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar