O que deve constar numa carta de demissão

Não sabe exatamente como funciona uma carta de demissão? Dê uma olhada no link que nós te explicamos

O que deve constar numa carta de demissão
Veja quando ela se faz necessária e como fazer uma

Existem muitas dúvidas acerca das cartas de demissão, seja sobre quando ela deve ser utilizada, como ela deve ser feita e o que deve ser colocado nela. A fim de sanar todas essas dúvidas a respeito dessas cartas, nós separamos informações que podem ser úteis na hora de pedir a conta no emprego ou mesmo no momento de escrever uma carta de demissão.

Assédio moral no trabalho: como lidar com esta situação

Cartas de demissão: como as funcionam

Independente do motivo pelo qual você pretende pedir demissão do seu trabalho, a carta é uma forma do RH receber uma explicação e, ao mesmo tempo, a formalização do desligamento do empregado à empresa. O que acontece é que, na maioria das vezes que alguém pede a conta é exigido que a mesma escreva uma carta de demissão para que eles possam catalogar o que se passa no ambiente de trabalho.

Como fazer uma carta de demissão

E é aí que surge o maior número de incertezas, como faço para escrever a carta? O que devo colocar nela? Não se preocupe, porque não há segredo. A coisa mais importante é deixar claro o porquê do desligamento, e é bom lembrar que essa carta não deve ser utilizada como um meio para “lavar roupa suja”, ou seja, é melhor evitar críticas e indiretas aos superiores.

Veja oportunidades de emprego em todo o país e receba vagas no seu email

Uma dica é deixar o lado negativo de lado e escrever somente aquilo que foi positivo sobre o tempo em que você trabalhou no local. Agradecer a oportunidade do emprego e falar das coisas boas da sua relação com as pessoas que lá trabalham também são boas sugestões para se incluir no texto.

É sempre bom terminar as coisas de uma forma amigável, por mais que o motivo pelo qual você saiu do trabalho não tenha sido agradável. Nunca se sabe o que acontecerá no futuro e é melhor optar por redigir uma carta um pouco mais amistosa, para que as portas da empresa não se fechem a você, afinal, as chances de elas abrirem posteriormente seriam remotas.

Exemplo de carta de demissão:

À
(NOME DA EMPRESA)

Prezado(s) Senhor(es)

Venho por meio desta apresentar meu pedido de demissão do cargo que ocupo nesta empresa desde __/__/_____. (DATA DE ADMISSÃO)

Também solicito a dispensa do cumprimento do aviso prévio.

Agradeço a consideração com que fui tratado pela direção e pelos funcionários dessa empresa e pelas oportunidades que me foram proporcionadas.

Não posso deixar de citar o projeto (CITAR A IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO) onde pude contribuir com (CITAR AS SUAS ATRIBUIÇÕES NO PROJETO) o que trouxe retorno de (CITAR OS RETORNOS DO PROJETO PARA A EMPRESA) e o projeto… (DEMAIS PROJETOS).

Quero esclarecer que os motivos que me levaram a pedir demissão são estritamente pessoais, (PODE SER MAIS ESPECÍFICO NO MOTIVO) e espero que as portas fiquem abertas para futuras parcerias.

Atenciosamente,

_____________, ___ de ___________ de ______.

(CIDADE), (DIA) (MÊS) (ANO)
 

(ASSINATURA DO EMPREGADO)
_______________________________
(NOME DO EMPREGADO POR EXTENSO)

Mês da Educação à Distância. Turbine a sua carreira com um curso online!


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Flávia Six Flávia Six

Natural de Curitiba, cresceu em Arapoti e estuda Jornalismo em Campinas há 3 anos. No momento, faz intercâmbio em Portugal. Apaixonada por palavras, leitora compulsiva, não vive sem filmes e faz tudo com os fones de ouvido.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar