Estes são os carros que dão mais problemas mecânicos

Saiba quais são os carros que dão mais problemas mecânicos, segundo as avaliações de seus custos de reparo e de suas revisões periódicas de até 30 mil km.

Estes são os carros que dão mais problemas mecânicos
Os reis da dor de cabeça

Conhecer os custos de manutenção de um veículo antes da compra é fundamental, bem como os carros que dão mais problemas, de forma a evitar decepções futuras. Afinal, é na hora do conserto que um carro se revela um peso a mais no orçamento, mesmo nas situações aparentemente fáceis de se resolver.

Existem dois indicadores que podem balizar melhor uma decisão antes da compra de um carro. O principal deles é o Índice Car Group, ranking elaborado após a seleção de modelos para testes de colisão. Nele, os veículos são submetidos a colisões frontais e traseiras, sendo enviados para conserto em seguida.

É o somatório de pontos obtidos ao avaliar o custo das peças, tempo de reparo e custo de mão de obra, que vai de 10 a 60, que torna o reparo do carro mais ou menos custoso. No caso, nota 10 é o melhor indicador, e 60 o pior, e que vai definir os carros que dão mais problemas caso necessitem de reparos.

As marcas de carros mais caras para consertar

Os carros que dão mais problemas no Brasil

Na última avaliação feita nos galpões do Cesvi, o Centro de Experimentação e Segurança Viária, responsável pelo Índice Car Group, tivemos os seguintes modelos com as piores avaliações:

  • Novo Palio - 50 pontos
  • Citroen C4 Lounge - 44 pontos
  • Grand Siena - 43 pontos
  • Palio Fire - 41 pontos
  • Novo Uno - 41 pontos
  • Ford Ecosport - 35 pontos
  • Ford New Fiesta - 29 pontos
Os 20 carros mais seguros do Brasil
 

Como é feito o teste?

O teste de colisão, ou “crash test”, consiste em submeter os carros a impactos traseiros e dianteiros em velocidade de 15 km/h, em que 40% destas superfícies deve ser danificada.

A seguir, o veículo é conduzido a uma oficina e a partir de então são avaliadas:

  • Extensão dos danos
  • Facilidade do reparo
  • Tempo e custo de reparação
  • Custo das peças

Carros que recebem pontuação maior que 35 têm o reparo mais caro e complicado. Dessa forma, os que obtém essa pontuação são incluídos na lista de carros que dão mais problemas na hora de fazer reparos emergenciais.

É claro, só os modelos submetidos aos testes podem ser considerados, já que uma boa parte dos carros no mercado sequer é testado.

Veja 5 carros mais baratos de manter

As revisões mais caras do mercado

Problemas no carro

As revisões periódicas fazem parte da rotina de manutenção de todo veículo. É um custo previsível, ao contrário do que é medido no Índice Car Group. Portanto, se você planeja economizar nesse importante quesito, vale a pena conferir o ranking das revisões de até 30 mil km mais caras e mais baratas do mercado, pelo site Carros Na Web.

Os carros mais caros para revisão

  • Audi A8 - R$ 3.690
  • Volvo V60 - R$ 3.747
  • Volvo XC60 - R$ 3.747
  • Volvo S60 - R$ 3.747
  • Audi A6 Avant - R$ 3.840
  • Audi A7 -R$ 3.840
  • Audi A6 - R$ 3.840
  • Audi Q7 - R$ 3.860
  • Volvo XC90 - R$ 3.897
  • Audi R8- R$ 5.500

Os carros mais baratos para revisão

  • Toyota Etios - R$ 1.040
  • Ford Ka - R$ 1.040
  • Volkswagen Up! - R$ 1.031
  • Nissan Versa - R$ 987
  • Nissan March - R$ 987
  • Renault Master -R$ 899
  • Jeep Compass - R$ 867
  • Ford Edge - R$ 864
  • Jeep Renegade - R$ 808
  • Fiat Toro Diesel- R$ 696
*Os dados são relativos às últimas cotações divulgadas nos veículos citados.

Gostou? Compartilhe!
Julio Benck Julio Benck

Jornalista em permanente formação, entende que toda profissão tem sua arte e uma beleza característica, é só saber encontrar.

Na Web: