Os importados que viraram nacionais: veja os carros que já estão sendo produzidos no Brasil

Não que exista alguma redução quanto aos valores, mas diversos veículos importados e sinônimos de luxo já são produzidos no Brasil. Saiba quais são eles.

Os importados que viraram nacionais: veja os carros que já estão sendo produzidos no Brasil
Marcas como Audi e BMW já tem produção nacional

Agende o seu test drive gratuito

Não que exista alguma redução quanto aos valores, mas diversos veículos importados e sinônimos de luxo, já estão sendo produzidos no Brasil. Esse crescimento no número de fábricas no país se deu a partir da criação do Inovar-Auto, um incentivo do governo à indústria nacional (aplicando abatimento no IPI, por exemplo). Marcas como a Fiat, General Motors, Ford, Renault, Hyundai, Toyota, Honda, Nissan, Citröen, Peugeot, entre outras, já são famosas por terem seus modelos produzidos aqui, mas algumas ainda tem sua existência desconhecida por muitos. Conheça alguns dos importados que já ganharam nacionalidade brasileira – e outros que estão prestes a receber o selo verde e amarelo.

Veja as dicas do E-konomista de como comprar carro importado no Brasil

Os modelos importados que já são produzidos no Brasil

Audi

Sem previsão de redução dos preços para os veículos produzidos em território nacional, a Audi continua operando com a manutenção dos valores atuais. Se, por um lado, a operação no país tem vantagens fiscais, o custo Brasil onera a operação. Porém, o próprio estudo de viabilidade não prevê a redução de preços.

A fábrica, inaugurada em Setembro de 2015 na cidade paranaense de São José dos Pinhais já deu início à produção e venda do A3 Sedan 1.4 – com a novidade da presença do primeiro motor flex – e já tem previsto para os próximos meses a montagem do utilitário esportivo Q3, com vendas que devem ocorrer apenas em 2016.

Os esportivos de luxo que você gostaria de ter na garagem

A3 Sedan

importadosqueviraramnacionais


Além do motor flex, outras mudanças observadas no A3 Sedan se tornaram um tanto quanto polêmicas, como a troca do câmbio de sete marchas pelo TipTronic, de seis e também a suspensão traseira com eixo de torção no lugar do sistema multilink presente no importado. Alterações claramente pensadas a fim de reduzir os custos, mantendo-o competitivo abaixo dos R$ 100.000,00.

Q3

importadosqueviraramnacionais


Em breve, o SUV compacto também será fabricado em solo nacional. Em uma aparente versão prévia da que virá a ser produzida do Brasil, o novo Q3 é o de motor 1.4 TFSI. O menor SUV da Audi agora é vendido no Brasil com visual renovado e uma motorização mais ‘urbana’, com 150 cv de potência e economia de combustível tão grande que o modelo ganhou nota A do Inmetro.
Provavelmente, também ganhará o título flex, quando passará a ser produzido aqui.

As marcas de carros mais valiosas do mundo

BMW

Inaugurada em Setembro de 2014, a fábrica da BMW, situada em Araquari (Santa Catarina) já produz modelos como o Série 1, Série 3, X1 e X3, além do Countryman, o primeiro mini brasileiro.

Sem alteração nos preços, a BMW alega a decisão devido à redução no IPI pelo Inovar-Auto. Além disso, a empresa fez altos investimentos no país para a construção da fábrica, o que também é levado em conta na precificação dos modelos.

Série 3

importadosqueviraramnacionais


O sedan premium esportivo foi o primeiro modelo produzido no Brasil, ganhando, com a nacionalização, um motor 2.0 bicombustível nas versões 320i, com 184 cv, e 328i, com 245 cv.

Série 1

importadosqueviraramnacionais


O hatch de entrada da marca já é produzido no Brasil desde março deste ano, com uma versão estilizada prestes a ser comercializada ainda este mês. Com a nacionalização, o Série 1 também passou a ser oferecido com motor 2.0 Active flex com 184 cv de potência na versão 120i e 218 cv na 125i.  

X1

importadosqueviraramnacionais


Brasileiro há um ano, o SUV compacto foi o segundo a sair das fábricas nacionais. Também com motor 2.0 Active Flex, o modelo ganhará uma nova geração ainda no primeiro trimestre de 2016, com motor 1.5 três cilindros.

X3

importadosqueviraramnacionais


Produzido no Brasil desde agosto deste ano, o modelo BMW X3 está disponível nas seguintes versões: XDrive20i e XDrive20i X Line, com motor 2.0 flex e184 cv de potência. Já a topo de linha XDrive35i M Sport é o primeiro modelo da BMW com motor seis cilindros produzido no país, entregando 306cv.

Mini Countryman

importadosqueviraramnacionais


O primeiro mini brasileiro já começou a ser produzido no país, porém, só chegará às lojas em dezembro. Composto por um motor 1.6 turbo à gasolina de 184cv e um câmbio automático de seis marchas, o Countryman não deve apresentar mudanças estéticas ou mecânicas, assim como deverá também manter seus preços: R$ 143.950,00 para a versão Cooper S Top e R$ 149.950,00 para o Cooper S All4.

Os carros mais caros do mundo

Volkswagem

importadosqueviraramnacionais


Algumas linhas do Jetta também estão sendo produzidas no Brasil. Versões como a intermediária Comfortline é feita em São Bernardo do Campo (São Paulo) desde julho deste ano. 

A PROCURA DO CARRO IDEAL?
Antes de comprar, informe-se, teste e compare. Receba no seu email as melhores dicas e ofertas imperdíveis para você encontrar o carro dos seus sonhos.

Por enquanto, a produção nacional é apenas um complemento ao volume proveniente do México, de onde vêm as configurações Trendline e Highline, essa última equipada com motor 2.0 turbo de 211 cv de potência. Tanto o Jetta Trendline quanto o Comfortline são equipados com o motor 2.0 de 120 cv e câmbio automático Tip Tronic de seis marchas. A nacionalização das linhas devem ser ampliadas em breve, onde o motor 2.0 aspirado provavelmente será substituído pelo 1.4 flex.

Chery

importadosqueviraramnacionais


Desde abril deste ano, o Celer passou a ser produzido na cidade de Jacareí (São Paulo). Com a nacionalização, o modelo nas carrocerias hatch e sedan foi reestilizado, ganhando motor flex 1.5 e rendendo até 113cv à base de etanol. A previsão é para que, em breve, o QQ também ganhe selo nacional.

Os modelos que serão produzidos (em breve) no Brasil:

Mercedes-Benz

Já em processo de construção, a fábrica tem previsão para inaugurar em janeiro de 2016, na cidade de Iracemápolis (São Paulo) e já tem como modelos confirmados o Classe C e o GLA.

As atividades realizadas na fábrica envolvem o processo de montagem bruta do veículo, pintura, montagem de sistemas elétricos, direção, freios e acabamentos e controle de qualidade. Infelizmente, o fabrico nacional não irá fazer com que os valores já aplicados diminuam.
A partir da inauguração dessa unidade, a Mercedes-Benz será a única empresa do setor automotivo a produzir, na América Latina, caminhões, ônibus, vans e automóveis.

Classe C

importadosqueviraramnacionais


Construído sobre nova plataforma, o sedã tem 4,68 metros de comprimento, 1,81 m de largura e entre-eixos de 2,84 m - crescimento em todas as dimensões.
O novo Classe C para o Brasil, ainda como modelo importado está disponível nas versões C180, 1.6 turbo a gasolina, 158 cavalos, 25,5 kgfm; C200, 2.0 turbo a gasolina, 186 cv e 30,6 kgfm; e, por fim, um C250 com pacote AMG. Para a fabricação nacional, a previsão é de alteração para um motor flex e produção caseira.

GLA

importadosqueviraramnacionais


O GLA marca a entrada da montadora no disputado e aquecido segmento dos SUVs compactos. A marca já disse, no entanto, que os modelos produzidos no Brasil não deverão ficar mais baratos com a nacionalização. Os preços da linha 2015 já foram aumentados para o repasse da volta da alíquota cheia do IPI:

GLA 200 Advance - R$ 136.900,00
GLA 200 Vision - R$ 154.900,00
GLA 200 Vision Black Edition - R$ 157.900,00
GLA 45 AMG - R$ 298.900,00

Os carros mais rápidos do mundo

Jaguar Land Rover

Com inauguração prevista para o primeiro trimestre de 2016 na cidade de Itatiaia, Rio de Janeiro, a fábrica do grupo Jaguar Land Rover já possui modelos como o Discovery Sport, Jaguar XE e Range Rover Evoque confirmados para a lista de produção.

Na primeira fase do programa de fabricação brasileira, haverá testes em componentes como chassis, vidros, assentos e baterias, a fim de certificar os fornecedores locais. Como de costume, os modelos fabricados no Brasil devem vir na mesma faixa de preços dos importados, que virão sem os 30 pontos adicionais de IPI. O modelo deixa de pagar os 35% de importação, mas terá custos de produção. Serão fabricadas 24 mil unidades por ano, representando sua capacidade máxima. 

Range Rover Evoque

importadosqueviraramnacionais


A Land Rover anunciou em outubro deste ano que vai produzir no Brasil o novo Range Rover Evoque, em sua versão reestilizada e, neste último dia 16, a primeira unidade do veículo já foi montada (em caráter experimental) na nova unidade da marca.

Discovery Sport

importadosqueviraramnacionais


Comercializado, até então, somente à gasolina, o Discovery Sport recentemente ganhou versões a diesel, a partir de R$ 218.100,00. O motor ainda é o 2.2 de quatro cilindros. São 190 cavalos e 43 kgfm de torque. O câmbio também é o mesmo automático de nove marchas que equipa as configurações a gasolina. E o modelo é mais uma promessa de fabricação nacional para o próximo ano.

O SUV é oferecido em três versões, idênticas às com motor gasolina. A SE, mais barata, sai por R$ 218.100,00. Já a HSE, por R$ 242.700,00, enquanto a HSE Luxury custa R$ 270.700.

Os carros mais banitos do século XXI

Jaguar XE

importadosqueviraramnacionais


Lançado com o preço inicial de R$ 169.900,00, o modelo tem previsão para ser produzido no Brasil no início do ano que vem. Será disponibilizado em três opções de motores, todos da nova família Ingenium. O 2.0 com compressor está disponível em versões de 200 e 240 cv. O mais potente é o 3.0 V6, também com compressor mecânico, que rende 340 cv. É o mesmo motor já empregado no F-Type. Todos trabalham com o câmbio automático de oito marchas da ZF.

Antes de comprar experimente. Agende um test drive online e gratuito.
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar