Carro no Brasil: preço alto e baixa qualidade

As baixas exigências do país e a alta taxa de impostos são os principais fatores que fazem com que o carro no Brasil seja atrasado tecnologicamente e muito caro frente a outros países.

Carro no Brasil: preço alto e baixa qualidade
Os modelos de carro no Brasil são tão diferentes devido aos atrasos tecnológicos

Ainda não sabe que carro comprar? Fazer um test drive pode ajudar.

 

Não é novidade para ninguém que o preço praticado sobre o carro no Brasil é um dos mais altos do mundo, isso devido aos impostos sobre o veículo. Mas você sabia também que os carros que aqui circulam são atrasados tecnologicamente? Confira quais são os motivos para esses dois fatores polêmicos.

 

Quer comprar um carro?
Faça já uma simulação de financiamento ou de consórcio e veja qual é a melhor solução para você.

Preço de carro no Brasil

Os impostos cobrados sobre os carros no Brasil podem chegar a representar cerca de 60% do valor:

ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços

IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados

Cofins – Contribuição para Financiamento da Seguridade Social

PIS – Programa de Integração Social

 

Compare os preços praticados no Brasil e nos Estados Unidos.

 

Um exemplo desta diferença está no valor praticado no mercado para o Volkswagen Jetta:

  • Brasil: a partir de R$ 71.000,00
  • EUA: a partir de R$ 49.640,00

 


Os modelos de carro no Brasil

Se você é do tipo de pessoa que adora carros e acompanha as novidades tecnológicas que surgem no mercado, deve ter notado que, normalmente, os veículos produzidos no país não são tão modernos se comparados a outros países como Estados Unidos ou mesmo na Europa.

 

O motivo para esse fator está relacionado ainda com meio ambiente, você acredita? No Brasil, os níveis de emissão de poluentes não são tão baixos e por isso, os motores fabricados no Brasil possuem uma tecnologia menos avançada. Outro fator é o mercado, que adquire, na sua grande maioria, veículos com motores de baixa cilindrada.

 

  • O valor de produção de veículos de baixa cilindrada não paga o custo da pesquisa para desenvolvimento tecnológico a motores sofisticados e menos poluentes.

 

  • Os motores evoluem de acordo com a legislação existente no país. No Brasil, menos restritiva e consequentemente, menos exigente em tecnologia.

 

  • Não há políticas públicas de desenvolvimento tecnológico na indústria automobilística e o mercado consumidor não é estimulante para sofisticação dos motores, uma vez que a preferência são pelos carros populares.

 

Os avanços tecnológicos não param apenas no motor. O carro no Brasil possui algumas peculiaridades que já foram excluídas dos principais mercados automobilísticos tais como:

  • Motor 1.0
  • Sem direção hidráulica
  • Sem ar condicionado
  • Como padrão: câmbio manual

Confira 10 carros conectados para quem gosta de tecnologia.

 

Outros fatores que influenciam o preço de carro no Brasil

De acordo com as pesquisas de mercado e dos levantamentos divulgados pela Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, o alto custo dos veículos ultrapassa as questões tecnológicas e de imposto.

 

O custo da matéria prima de produção dos veículos, mão de obra, fatores tributários (para as empresas) e infraestrutura disponibilizada acabam por elevar o preço do carro no Brasil. Isso acontece devido a margem de lucro que as empresas também precisam aplicar.

 

Entenda também o que é depreciação de veículo e como calcular.

 

Sabia que um rastreador de veículos pode ajudar a recuperar o veículo em 98% dos casos de roubo e furto? Veja quanto custa ter um rastreador veicular. 

 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar